Pular para o conteúdo principal

DUPLA UBERABENSE É PREMIADA PELA ONU


"The Mask I Don't Want to Wear" (a máscara que eu não quero vestir, em tradução livre), dos uberabenses João Pedro Maciel e Vinícius Pousa, foi premiado como melhor vídeo na categoria de 18 a 25 anos do concurso PLURAL+ Youth Video Festival, organizado pela Aliança das Civilizações das Nações Unidas (UNAOC-ONU) e pela Organização Internacional para a Imigração (IOM).

A produção que aborda o tema dos direitos dos imigrantes foi selecionada entre mais de 1000 vídeos de 70 países diferentes. A direção, texto e narração ficou por conta de João Pedro e a edição e mixagem realizada por Vinícius. 

"O nome da nossa produção é uma metáfora que nos leva a refletir sobre as máscaras que, embora neste fatídico ano tenham nos salvado, também impedem que aqueles que são chamados de minorias, ou diferentes respirem o mesmo ar que aqueles que se dizem normais. Máscaras que se materializam em atos, palavras, e pensamentos preconceituosos, que sufocam nossos irmãos e irmãs. Precisamos discutir sobre inclusão social. E precisamos agir também" (Trecho da publicação de João Pedro em sua página no Facebook). 

A cerimônia de premiação foi realizada de forma on-line na ultima sexta-feira (04), devido as restrições provocadas pela pandemia da COVID-19. Acesse o link para assistir evento -  https://pluralplus.unaoc.org/2020awards/

Confira a seguir este belo trabalho: 

O PLURAL+ foi criada em 2009 pela Aliança das Civilizações e pela Organização Internacional para as Migrações (UNAOC) e premia os vencedores de três categorias: até 12 anos; de 13 a 17 anos e de 18 a 25 anos, avaliada por um júri internacional independente. O concurso é dedicado as questões urgentes da migração, diversidade, inclusão social, prevenção da xenofobia, futuro do nosso mundo e diálogo inter-religioso.

Parabéns aos artistas pela conquista e por abordar este tema tão importante. 


Siga o zebunarede também pelas redes sociais:

Facebook: zebunarede.com

Instagram: @zebunarede

Youtube: zebunarede

Twitter: @zebunarede

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo" , contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta" , com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apres