Pular para o conteúdo principal

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - AZUL FLAMINGO


Por: André Montandon e Verônica Furtado

Veio ao mundo nesse mês de setembro, o EP "Sobre a natureza das coisas". Trabalho de estréia da banda uberabenses formapor Bruna Bruzollo (voz, sintetizador e teclado), Tarcísio Oliveira (Bateria) e Marcos Paulo (guitarra), concebido através do projeto Sonâncias Lab.

Utilizando elementos orgânicos e eletrônicos em sua sonoridade, a Azul Flamingo, inspira-se nos anos 80, e em referências como o trip-hop, post rock, new wave e o experimentalismo com efeitos e dinâmicas impactantes. Elementos que desaguam no que o grupo passou a chamar de "tripcal hop", que seria o trip-hop mais todo o som que vem do calor tropical da nossa região. Com toda essa identidade sonora, personalidade e muito talento, a banda, já marcou presença no Festival Bananada (GO), Festival Sonâncias e Festival Marreco (MG), Black House e Casa do Mancha (SP). Agora, teremos a oportunidade de conferir de perto, esse super show de lançamento do EP, em um dos espaços mais democráticos e importantes da cultura uberabense, o Laboratório 96, no dia 04 de outubro. O evento contará ainda, com a apresentação da banda paulista Ema Stoned.

Confira o nosso bate papo exclusivo com esses artistas maravilhosos 😉👇

- Como foi o processo de formação e escolha do nome do grupo?   

Azul Flamingo - A banda se formou sem um nome definido e todas as vezes que a gente se encontrava nas cadeirinhas de praia do Lab96 rolava um brainstorm de palavras aleatórias! Azul Flamingo veio desses devaneios de desconstruir o padrão natural das coisas.

- Quais são as principais referências que compõem e influenciam a sonoridade da Azul Flamingo? 

Azul Flamingo - Cada integrante tem uma influência bem diferente e essa mistura é que dá uma cara mais original pro som da Azul. A Bru tem uma pegada bem trip hop e anos oitenta nos vocais e teclados, o Marcão tem uma pegada mais post rock e ambiente nas guitas e o Tatá traz a brasilidade e o jazz na bateria. A banda acabou chamando essa nova sonoridade de Tripcal hop.

- Como foi participar do projeto Sonâncias Lab, que resultou na produção do EP de lançamento da banda, "Sobre a natureza das coisas", gravado pela produtora Quente, e contou como a produção do Pupillo e Leonardo Marques?

Azul Flamingo - Foi inacreditável pra nós sermos selecionados entre 480 bandas pelo projeto Sonâncias Lab com patrocínio da Natura Musical e pelo produtor musical e ex Nação Zumbi Pupillo que é um dos maiores produtores da nova música brasileira atual. Trabalhar com ele e com o Leo Marques foi surreal e extremamente produtivo! Ficamos de segunda a sexta imersos no estúdio do Leo (Ilha do Corvo em BH) e conseguimos desembolar 3 músicas sempre com muito respeito com a sonoridade da banda! O projeto contava também com a apresentação da Azul no Festival Sonâncias onde a gente teve a oportunidade de tocar nosso som para 800 pessoas junto com nomes grandes da música como MC Tha, Mahmundi e Vanguart. Foi uma honra pra nós e só temos que agradecer a Quente por toda oportunidade que deram!

EP está disponível nas principais plataformas digitais: Spotify, Apple, Deezer.

- Com um pouco mais de um ano de história, a Azul Flamingo ostenta um currículo de dar inveja! Com lançamento de EP com grande produção, shows pelo país e participações em festivais. Vocês esperavam toda essa repercussão em tão pouco tempo?

Azul Flamingo - Não esperávamos. Todos esses eventos tem sido uma surpresa muito boa! Ainda vem Música Mundo em BH, e a grande SIM SP, onde vamos fazer um showcase noturno. Claro que a intenção é integrar a cena, os resultados estão nos motivando muito. Antes do Sonâncias, a gente estava prestes a lançar um outro EP, com músicas que já fazem parte do show. Ainda vai rolar! A live "Lama", disponível no Youtube, foi a grande alavanca, algo que fez as pessoas começarem a ouvir a Azul e conhecer nosso estilo. Os vídeos ao vivo são extremamente importantes para bandas independentes. Estamos muito felizes com a repercussão, mas a Azul está só começando!


- Qual a expectativa para o show de lançamento do EP aqui em Uberaba?

Azul Flamingo -  Estamos muito empolgados para lançar esse trabalho em casa! O mais importante agora é conquistar a aprovação da cidade onde a Azul nasceu. Estamos elaborando um show invertido que vai rolar no Laboratório 96 onde o público ocupa o palco e a banda ocupa uma parte da pista. A ideia é que a galera veja a gente de cima tendo um novo olhar, um novo ângulo ou forma de se ver um show. Desconstruir o palco! Vamos ver o que vai acontecer dia 04 de outubro, estamos ansiosos!

- Para finalizar, mandem um abraço para galera do Zebunarede que já se tornou fã da banda e está ansiosa por essa apresentação no Laboratório 96.

Azul Flamingo - Aí, pessoal que acompanha o Zebu na Rede! 
Vem todo mundo pro Lab nessa sexta (04/10). Vai rolar show invertido, a galera ocupando o palco e as bandas na pista. Tem Ema Stone e Azul Flamingo! Vem fazer essa noite junto com a gente!

E continuem acompanhando o Zebu na Rede, hein? A proposta é foda, muito importante pra nossa cidade! Abração!

Não perca esse super show,
compre agora o seu ingresso em:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - INSURGÊNCIA SERTANEJA

Por: André Montandon e Verônica Furtado
Formada por Jéssica Carvalho (violão e voz), João Chiaratti (percussão, viola e voz), Karine Rodrigues (violino e voz), Maycol Mundoca (alfaia e voz) e Pedro Calota (percussão, violão e voz), a Insurgência Sertaneja é uma banda de música autoral uberabense, que trabalha os diversos ritmos melódicos e poéticos do sertão. Em uma mistura de música e poesia, a banda faz releituras de ritmos essencialmente brasileiros, fazendo uma viagem aos sertões através de ritmos como o baião, o carimbó, o congado, a moda de viola e o cordel em busca de desmistificar o sertanejo. 
Mesmo com pouco tempo de carreira, a Insurgência Sertaneja já levou a sua arte para diversas cidades do país, em festivais e eventos, dividindo palco com grandes nomes da musica brasileira.  Além do lançamento do álbum de estreia, "Meu sotaque, minha sina", em 2017.  Agora, o "bando" (como eles mesmos denominam),  prepara um super show cheio de novidades, no dia 18 …

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL