Pular para o conteúdo principal

UBERABENSES POLIANA E RAISSA SOBEM AO PÓDIO NOS JOGOS PARAPAN-AMERICANOS 2019


Uma quarta-feira mais que especial para as uberabenses Poliana Sousa e Raissa Machado. Que após participarem da prova de arremesso de peso (Poliana 9ª colocada) e arremesso de disco (Raissa 4ª colocada), modalidades que não é o forte delas, conquistaram medalhas para o Brasil nos Jogos Parapan-americanos em Lima, no Peru.

Poliana Sousa, conquistou um grande resultado na categoria F54 do Lançamento de Dardo. A prova ocorreu inicialmente na segunda-feira dia 26, mas devido a erros na aferição das marcas, foi anulada e realizada novamente nessa quarta. Mesmos com dores, Poliana repetiu a dose, confirmando o pódio com um arremesso que atingiu 14 metros. Encerrando assim, a sua primeira participação no Paran, com a conquista da medalha de bronze. Em conversa com a nossa equipe, a atleta não escondia a sua alegria e emoção. "Super, Hiper, Mega importante participar dessa competição. Dentre todos os contratempos que aconteceu, minha prova anulada. Hoje, no decorrer da minha ida (a competição), eu sofri uma pequena lesão, tive uma contratura, tive que competir com dor. E essa medalha para mim tem "gosto" de ouro! Estou levando ela para o Brasil e Uberaba com gosto de ouro. Só eu e quem esteve ao meu lado esse tempo todo, sabe com ela foi sofrida."



Finalizou a entrevista, demostrando toda gratidão e superação nessa vitória. "Eu devo ela (medalha) a inúmeras pessoas. A todos os técnicos que passaram pela minha carreira até agora, principalmente a minha mãe, minha irmã, meu sobrinho Luis Miguel, e ao meu novo Albert. Hoje competi sim com dor! Teve dor, teve frio, mas teve uma das emoções mais lindas da minha vida até hoje. E essa é a primeira de muitas que virão".

Mais tarde, foi a vez de Raíssa Machado entrar em ação, na disputa da categoria F56 do Lançamento de Dardo. O resultado não poderia ser melhor. Medalha de Ouro e quebra do recorde Parapan-Americano com um arremesso que atingiu 22.64 metros.

Tivemos o prazer de conversar com a campeã que estava muito emocionada e agradecida por tudo que aconteceu. "Estou muito feliz pela minha medalha, lutei, me dediquei para vim e conquista-lá. Só tenho que agradecer a Deus por sempre estar ao meu lado ao meu treinador João Paulo Cunha por acreditar em mim, a minha família pelo carinho e ao meus seguidores por me acompanhar e torcer sempre por mim. E claro, ao meus patrocinadores, Loterias Caixa e Braskem por acreditar no esporte paralímpico".


Parabéns pelo grande resultado, dedicação e amor ao esporte. Vocês são orgulho do Brasil e da nossa cidade.

No total, a equipe brasileira de atletismo fechou a sua participação nos Jogos com impressionantes 82 medalhas, sendo 33 de ouro, 26 de prata, e 23 de bronze.

Nessa quinta-feira tem mais Uberaba no Parapan! A estreia de Ercileide Laurinda e José Carlos Chagas (atual campão individual e por equipe) na bocha. O evento tem transmissão pela SporTV 2 e pelo site www.lima2019.pe.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BATE-PAPO COM O TENISTA JOÃO MENEZES

Por: André Montandon


Com apenas 22 anos, João Menezes já é um dos principais nomes do tênis brasileiro. Vivendo o seu melhor momento na carreira, o uberabense ocupa atualmente a 210º posição no ranking mundial da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro. Apaixonado pelo esporte, o atleta contou com a influência e o apoio da família no desenvolvimento no tênis. Agora com a conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos, busca alcançar grandes títulos e chegar forte nas Olimpíadas de Tokio 2020.
Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurgias no joelho esquerdo e uma lesão na coluna. Mas, pelo apoio do pai, seu grande incentivador, ele retomou os treinamentos em busca dos seus sonhos. 
Confira o nosso bate-papo com esse grande atleta uberabense:
- João, quando começou o seu interesse pelo tênis; os primeir…

UMA BREVE HISTÓRIA DE UBERABA

O povoamento da região de Uberaba teve início, no final do século XVIII, com sesmarias concedidas pela Capitania de Goiás, entre elas, a Fazenda das Toldas, ainda existente, concedida a Tristão de Castro Guimarães, e as Fazendas Santo Inácio, Ponte Alta e Bebedouro, concedidas, em 1799, ao Tenente Joaquim da Silva e Oliveira, irmão do Sargento-Mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira, todas estas fazendas situadas ao sul da atual Uberaba.

O povoado de Uberaba, foi fundada, em 1809, pelo sargento-mor comandante da Companhia de Ordenanças do Distrito do Julgado do Desemboque da Capitania de Goiás, Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira.
A primeira casa de Uberaba, construída pelo Sargento-Mor Antônio Eustáquio, localizava-se na atual esquina da Praça Rui Barbosa com a Rua Artur Machado, do lado esquerdo de quem desce a rua Artur Machado.

Uberaba surgiu pela migração de familias que deixaram as já esgotadas regiões produtoras de ouro, porém fracas para agricultura, da Capitania d…