Pular para o conteúdo principal

UBERABENSES POLIANA E RAISSA SOBEM AO PÓDIO NOS JOGOS PARAPAN-AMERICANOS 2019


Uma quarta-feira mais que especial para as uberabenses Poliana Sousa e Raissa Machado. Que após participarem da prova de arremesso de peso (Poliana 9ª colocada) e arremesso de disco (Raissa 4ª colocada), modalidades que não é o forte delas, conquistaram medalhas para o Brasil nos Jogos Parapan-americanos em Lima, no Peru.

Poliana Sousa, conquistou um grande resultado na categoria F54 do Lançamento de Dardo. A prova ocorreu inicialmente na segunda-feira dia 26, mas devido a erros na aferição das marcas, foi anulada e realizada novamente nessa quarta. Mesmos com dores, Poliana repetiu a dose, confirmando o pódio com um arremesso que atingiu 14 metros. Encerrando assim, a sua primeira participação no Paran, com a conquista da medalha de bronze. Em conversa com a nossa equipe, a atleta não escondia a sua alegria e emoção. "Super, Hiper, Mega importante participar dessa competição. Dentre todos os contratempos que aconteceu, minha prova anulada. Hoje, no decorrer da minha ida (a competição), eu sofri uma pequena lesão, tive uma contratura, tive que competir com dor. E essa medalha para mim tem "gosto" de ouro! Estou levando ela para o Brasil e Uberaba com gosto de ouro. Só eu e quem esteve ao meu lado esse tempo todo, sabe com ela foi sofrida."



Finalizou a entrevista, demostrando toda gratidão e superação nessa vitória. "Eu devo ela (medalha) a inúmeras pessoas. A todos os técnicos que passaram pela minha carreira até agora, principalmente a minha mãe, minha irmã, meu sobrinho Luis Miguel, e ao meu novo Albert. Hoje competi sim com dor! Teve dor, teve frio, mas teve uma das emoções mais lindas da minha vida até hoje. E essa é a primeira de muitas que virão".

Mais tarde, foi a vez de Raíssa Machado entrar em ação, na disputa da categoria F56 do Lançamento de Dardo. O resultado não poderia ser melhor. Medalha de Ouro e quebra do recorde Parapan-Americano com um arremesso que atingiu 22.64 metros.

Tivemos o prazer de conversar com a campeã que estava muito emocionada e agradecida por tudo que aconteceu. "Estou muito feliz pela minha medalha, lutei, me dediquei para vim e conquista-lá. Só tenho que agradecer a Deus por sempre estar ao meu lado ao meu treinador João Paulo Cunha por acreditar em mim, a minha família pelo carinho e ao meus seguidores por me acompanhar e torcer sempre por mim. E claro, ao meus patrocinadores, Loterias Caixa e Braskem por acreditar no esporte paralímpico".


Parabéns pelo grande resultado, dedicação e amor ao esporte. Vocês são orgulho do Brasil e da nossa cidade.

No total, a equipe brasileira de atletismo fechou a sua participação nos Jogos com impressionantes 82 medalhas, sendo 33 de ouro, 26 de prata, e 23 de bronze.

Nessa quinta-feira tem mais Uberaba no Parapan! A estreia de Ercileide Laurinda e José Carlos Chagas (atual campão individual e por equipe) na bocha. O evento tem transmissão pela SporTV 2 e pelo site www.lima2019.pe.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL

UBERABA SE DESTACA NA ETAPA DECISIVA DO REGIONAL DE HANDEBOL

Nesse ultimo final de semana, mais de 500 atletas de Uberaba e região, se reuniram em nossa cidade para a disputa da etapa decisiva da 4ª edição da Liga de Handebol do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba(LHaTMAP),com destaque para o excelente desempenho das equipes Uberabenses.
Classificado para semi-final em todas as categorias disputadas, as equipes da Acevale Handebol/Funel/Uberaba, conquistaram com apoio da torcida no Ginásio da Funel (antigo CEMEA Abadia), os títulos nas categoriasCadete Feminino, Juvenil Feminino e Adulto Masculino e a medalha de bronze no Cadete Masculino, Júnior Masculino e Adulto Feminino. Além do Título Geral da Competição.







Mesmo com a frustração de não participar esse ano da Liga Nacional, o Presidente e Goleiro da equipe Adulta da Acevale Bruno Cruz, acredita que a temporada foi muito importante não só pelos resultados, mas pelo trabalho desenvolvido, principalmente no feminino. "Foi uma temporada difícil, porque tivemos a decepção de não conseguir pa…