Pular para o conteúdo principal

JOSÉ CARLOS É PRATA E CONTINUA NA DISPUTA ASSIM COMO, ERCILEIDE, POR MAIS MEDALHAS NO PARAPAN


Em busca do bicampeonato na categoria individual BC1 dos Jogos Parapan-Americano, o uberabense José Carlos Chagas, enfrentou nesse sábado o mexicano Eduardo Sanchez. José Carlos abriu o placar em 1 a 0. Mas, o adversário se impôs em jogo marcando em todos os próximos lances. Fechando a partida em 4 a 1, conquistando a medalha de Ouro e o brasileiro ficando com a Prata. Segundo a Estafe do atleta, a também uberabense Hindielle Andrade, o jogo foi muito duro, o nervosismo bateu, mas o atleta conquistou a medalha e segue focado para o próximo compromisso. "Foi um jogo bem difícil, bem complicado, um pouco de nervosismo tomou conta. O Zé conseguiu a medalha de Prata. Mas ainda estamos na briga, nos pares (com Ercileide) e em equipe. Então, vamos para cima. Se Deus quiser conquistar mais duas medalhas".


Em seguida, teve inicio as disputas em pares e equipes na bocha. Ercileide Laurinda lado dos irmão Eliseu e Marcelo dos Santos, iniciaram a caminhada contra os time canadense na categoria Pares BC4, e se deram bem. Mesmo saindo atrás no placar (0 a 2), viraram a partida para fechar o confronto em 4 a 2. Na segunda rodada, os brasileiros enfrentaram a Colômbia, mas saíram derrotados do duelo pelo placar de 5 a 3. Amanhã, no ultimo dia de competição, o Brasil tem um duelo decisivo contra o México, na busca por una medalha.

Na disputa por equipes, José Carlos ao lado de Maciel Santos, Natali de Faria e Guilherme Moraes, conquistaram uma grande vitória na estréia contra o México na categoria por equipes BC1/BC2. Mesmo saindo atrás no placar no inicio da partida (0 a 1), os brasileiros aplicaram uma goleada de 9 a 1 e decidirá nesse domingo o título contra os nossos hermanos Argentino.  

Fique ligado. Porque esse domingo promete mais medalha para o Brasil e uberaba!!!

Estaremos antenados para divulgar todos os resultados dos nossos atletas nessa edição do Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019.  E você pode acompanhar a competição ao vivo pelo SporTV 2 e pelo site www.lima2019.pe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

O ESQUADRÃO UBERABENSE EM TÓQUIO: JOÃO MENEZES

Abrimos a série sobre os nossos representantes nos Jogos de Tóquio 2020, com o atual Campeão Pan-Americano, o tenista João Menezes . Foto:  @joaomenezes12 Com 24 anos de idade, João Menezes é um dos principais nomes do tênis brasileiro na atualidade. Ocupando no momento a 217º posição no ranking da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro.  Apaixonado pelo esporte e  decidido desde muito jovem a ser um atleta profissional,  contou com a influência e o apoio da família, principalmente do  pai e do avô materno que eram praticantes do esporte.   Ouro no  Pan-Americano de  Lima. Foto: Reprodução da internet Já nas categorias de base, Menezes demostrava que não estava para brincadeira. Com bons resultados e títulos,  alcançou  na categoria juvenil  a 21º posição mundial.  Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurg