Pular para o conteúdo principal

UM JOGO DE TIRAR O FÔLEGO


Em mais um encontro no Centro Olímpico de Uberaba, as meninas da seleção feminina de vôlei, em um jogo super emocionante, perderam de virada para os Estados Unidos por 3 sets a 2 (parciais  25/15,  25/23, 21/25 ,  23/25 e 15/17) .

Foto: Equipe Zebunarede
O JOGO:

O Brasil foi arrasador no primeiro set,  fechando em 25/15. Com início forte no segundo, empurrado pela contagiante torcida uberabense a seleção seguiu na frente e mesmo com a reação adversária,  garantiu a parcial em 25/23. As americanas mudaram a historia a partir do 3° set. Equilibrado, com alternância constante na liderança, na reta final as adversárias aproveitaram melhor as chances para fechar em 25 a 21. Da mesma forma no 4° set, as americanas venceram por 25 a 23. Com isso, a decisão foi para o Tiê Break.

Com os nervos à flor da pele, a torcida seguiu empurrando, acreditando na vitória. As meninas lutaram, suaram a camisa, mas o resultado não foi o esperado. O Estados Unidos venceram o set por 17 a 15, jogando um balde de água fria no publico presente.

Foto: Wander imagem
Com o resultado, a série amistosa segue em 3 a 0 para as americanas. Agora, as equipes viajam para o Rio de Janeiro onde realizam nesse sábado o último confronto antes do Campeonato Mundial.

Após a partida, batemos um papo com a levantadora Dani Lins e com o Técnico José Roberto Guimarães. Confira:





PARABÉNS MENINAS. A VITÓRIA NÃO VEIO MAS NO MUNDIAL O RESULTADO VAI SER OUTRO. VAI BRASIL!!!!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL

BATE-PAPO COM O TENISTA JOÃO MENEZES

Por: André Montandon


Com apenas 22 anos, João Menezes já é um dos principais nomes do tênis brasileiro. Vivendo o seu melhor momento na carreira, o uberabense ocupa atualmente a 210º posição no ranking mundial da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro. Apaixonado pelo esporte, o atleta contou com a influência e o apoio da família no desenvolvimento no tênis. Agora com a conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos, busca alcançar grandes títulos e chegar forte nas Olimpíadas de Tokio 2020.
Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurgias no joelho esquerdo e uma lesão na coluna. Mas, pelo apoio do pai, seu grande incentivador, ele retomou os treinamentos em busca dos seus sonhos. 
Confira o nosso bate-papo com esse grande atleta uberabense:
- João, quando começou o seu interesse pelo tênis; os primeir…