Pular para o conteúdo principal

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - VIVENDO DO ÓCIO

Por: André Montandon
Vivendo do Ócio. Foto: Reprodução da Internet
Foi no centro histórico de Salvador que surgiu em 2006 um dos maiores representantes da cena alternativa brasileira, o Vivendo do Ócio, formada por Jajá Cardoso (vocal e guitarra), Luca Bori (baixo e vocal), Davide Bori (guitarra e backing vocal) e Dieguito Reis (bateria e backing vocal) que por sua personalidade sonora conquistou o publico e a critica, além diversos prêmios. 

Nesse final de semana, teremos o prazer de recebe-los em nossa cidade para uma apresentação no Festival Luck Box. E para aproveitar essa oportunidade a banda nos concedeu uma grande entrevista. Confira:


Nesse ano, a banda completou 10 anos de carreira. Conte um pouco dessa trajetória?

Vivendo do Ócio - A gente nem se dá conta as vezes que já passou tanto tempo, quando fazemos o que a gente gosta, o tempo passa sem pesar. Nesses 10 anos foi muita estrada, aprendemos e crescemos uns com os outros, pessoalmente e musicalmente, além das mais de 60 cidades brasileiras que passamos, tivemos a chance de levar nosso som a outros cantos do mundo tocando na Itália, Inglaterra e Holanda e assim ganhando reconhecimento através do público, critica e prêmios. Foram muitos bons acontecimentos e conquistas, porém sempre nos vemos como iniciantes, garotos aprendendo, essa é a essência para nunca parar de crescer.

Como foi realizar a produção desse terceiro álbum de forma independente através do financiamento coletivo?

Vivendo do Ócio - Foi ótima, ultrapassamos 15% da meta, bolamos recompensas que os colaboradores curtiram muito, assim como a gente também, entre essas até fazer um show acústico na casa das pessoas, isso fortaleceu ainda mais nossa relação com o público. Foi bom voltar ao independente com as experiências que adquirimos em alguns anos na gravadora.

Capa do novo CD. Foto: Reprodução da Internet

Como está a recepção e a turnê desse novo álbum "Selva Mundo"?

Vivendo do Ócio - Muito boa, tanto o público como a critica gostaram do album, estamos rodando o Brasil e ampliando cada vez mais a divulgação do disco.

Ser uma banda independente no Brasil é um grande desafio? A internet é uma aliada ou um empecilho nessa jornada?

Vivendo do Ócio - A internet sempre vai ser aliada, é um espaço democrático, onde todos tem acesso, construímos muito da nossa relação com o público pela net. É onde as pessoas podem ouvir e ver o que é produzido, apesar de redes sociais como o Facebook irem contra esse conceito de informação livre, bloqueando o conteúdo para pessoas que te seguem por livre e espontânea vontade em troca de dinheiro, isso é um absurdo, mas infelizmente é a maior de todas e temos que lhe dar com essa mafia.

Como vocês enxergam a música brasileira atual?

Vivendo do Ócio - Está ótima, em todas as vertentes temos artistas sensacionais, muitos deles independentes e isso é maravilhoso para a cultura do país.

Para finalizar, gostaríamos que vocês convidassem a galera de Uberaba e região para conferira o 1º show da banda na "Terra do Zebu.

Vivendo do Ócio - Esperamos todos os patcharas lá, sejam bem amigos dos seus amigos e convidem eles para irem e não fiquem de fora por que vai ser bom demais da conta!

 Festival Luck Box


Conheça o trabalho da banda: facebook.com/vivendodoocio     http://www.vivendodoocio.com/


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo" , contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta" , com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apres

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon João Carlos Paranhos Nogueira  é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade.  Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquátic