Pular para o conteúdo principal

COMUNICADO SOBRE O ABASTECIMENTO EM UBERABA



Um problema operacional dentro da Estação de Tratamento de Água (ETA) paralisou o processo de tratamento na madrugada de quarta-feira (18), repercutindo em toda o complexo de reservação de água do Codau. Um dos insumos do tratamento, o sulfato de alumínio líquido, não foi entregue pela empresa fornecedora - Bauminas Química Ltda - dentro do prazo estipulado pelo Codau. 

O atraso no cumprimento do cronograma de entrega gerou uma notificação judicial para a Bauminas Química Ltda, mesmo diante das informações extraoficiais que chegaram à direção do Codau, justificando o atraso. Segundo consta, toda a produção da indústria foi direcionada para atender o desastre ecológico de Mariana (MG) e das cidades que margeiam o rio Doce.

As reservas internas são suficientes para atender a demanda interna por 15 dias. Este insumo é parte integrante das soluções químicas usadas no tratamento e a função dele é a de reduzir a turbidez da água. Sem o sulfato não é possível produzir uma água limpa e de qualidade para ser distribuída. 

Neste momento, há sete dos 10 Centros de Reservação fechados e a tendência, até o final da tarde, é que outros também sejam fechados. O problema concentra-se na ETA e não na falta de água no rio Uberaba, que continua com grande vazão neste período de chuva. 

A empresa fornecedora garantiu que ainda hoje, no final da tarde um carregamento com o sulfato de alumínio chegará a Uberaba. O Codau calcula que serão 12 horas de interrupção no tratamento da água. Por isso, o Codau alerta que a população deve imediatamente adotar medidas severas de controle da água reservada nas caixas de água domésticas, até que a situação seja completamente normalizada. 

A direção do Codau lamenta todos os fatos e volta a reafirmar que está trabalhando para solucionar este problema operacional o mais rápido possível, mas o sistema deverá ter repercussão no abastecimento por 3 a 4 dias.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MANÉ GALINHA

  Por: André Montandon Em uma mistura perfeita de ritmos baseada na herança afro ao redor do mundo, que une pop, axé, funk, samba, rock, disco, soul, R&B e groove, o  Mané Galinha (nome em referência ao famoso personagem do filme Cidade de Deus), criou um estilo próprio e um repertório vasto, com a identidade e diversidade exata, proporcionando ao público um clima envolvente de festa, alegria e celebração. Além das canções, hits e clássicos da cultura Black Music. A versatilidade também é uma marca do grupo. Que desenvolveu diversos formatos para atender a todos os gostos e os mais diversos eventos. Em comemoração aos 4 anos de estrada, estão lançando nesta sexta-feira (19), o seu primeiro EP - intitulado de "Pra Elas". Aproveitando esse momento especial da banda, batemos um papo com eles para saber um pouco mais da trajetória, do EP e das novidades. Confira 😉 - Para iniciar, vamos falar sobre a trajetória do grupo. Sua formação, principais referências músicas, como tud