Pular para o conteúdo principal

ELEIÇÕES 2014 - POR O BRASILEIRO


DEBATES, DESASTRE, JOGO SUJO E FESTA

As eleições desse ano serão marcadas com um período de intenso movimento social, tendo as redes sociais como um veiculo fundamental no processo.

Desde a volta da democracia e das eleições diretas para presidente da republica de 89, não se viu um envolvimento tão forte da população na politica, como um movimento em torno de uma palavra chave "MUDANÇA". Sentimento esse desenvolvido nos últimos anos de seguidos escândalos de CORRUPÇÃO. Mas o estopim de todo esse movimento veio em junho de 2013, após um manifesto contra o aumento da tarifa do transporte coletivo de São Paulo em 20 centavos que foi covardemente oprimido pela policia e amplamente divulgado pela imprensa. Esse fato chocou e mobilizou grande parte da população brasileira que sai nas ruas gritando e levantando cartazes com os mais diversos temas, com Saúde, Educação, Segurança, Copa do Mundo e o fim da Corrupção. Ahhh, tudo indicava que agora sim!! "o povo cansou de ser omisso", "o gigante acordou", "a mudança começou". Que nada, as eleições chegaram e o sentimento que se tinha foi perdendo força.

Logo no inicio da campanha a tragedia aérea do candidato Eduardo Campos provocou uma alteração da chapa entorno do nome de Marina Silva que ganhou força com a comoção nacional da morte de Eduardo e uma esperança de MUDANÇA com essa terceira via. Mas, como sempre, ataques pesados foram lançados e Mariana que despontada como favorita, nem chegou ao segundo turno. E as redes sociais, em que ponto contribuíram nesse processo?

Principalmente no segundo turno, com a polarização PT e PSDB. Diariamente usuários compartilhavam postagens a favor e contra os candidatos, provocando na maioria das vezes atritos. Deixamos bem claro que as brigas entre os brasileiros foram durante toda campanha alimentada pela postura dos candidatos nos debates, declarações e propagandas.

No final de tudo, a situação se manteve no poder com uma vantagem pequena na votação, de apenas 3,28%.

Terminado o processo eleitoral, destaco como ponto positivo o grande envolvimento da popular e negativo os ataques ofensivos e preconceituosos, ressalvo ainda, que a alternância de poder é importante para o exercício democrático. Mas, em repeito ao resultado das urnas, esperamos que o governo reflita sobre os apelos da sociedade. E que a sociedade se una. Pois somos todos filhos dessa nação, somos todos BRASILEIROS.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SEXTA DO TEATRO APRESENTA FESTIVAL DE ESQUETES ONLINE

  O coletivo  Sexta do Teatro promove  Festival de Esquetes Online , com a participação dos sete grupos integrantes do coletivo: Circolando Iniciativas Artísticas, Grupo Todo Um de Teatro, Cor de Yabá, Trupe Doom, Clownqueruma Cia, Grupo Tramoya de Teatro e AnaArty.  Cada grupo apresentará uma esquete teatral com a temática “distanciamento social” com duração entre 7 a 15 minutos. Os episódios serão lançados diariamente pelo Instagram. Todos os vídeos contarão com uma versão com intérprete de Libras e audiodescrição. Será promovida também uma live, com o grupo responsável pela esquete do dia, para um bate-papo com o público.  O projeto é idealizado e produzido por Luana Rodrigues e conta com uma equipe de multiprofissionais da cidade, além dos 7 grupos participantes.  Esse projeto foi aprovado na Lei Aldir Blanc, edital 003 da cidade de Uberaba.  Mais informações acesse  www.instagram.com/sextadoteatro.uberaba/ PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL: 16/04/2021 - "As Luzes do Palhaço” – Circola

LAB 96 APRESENTA PROJETO CASA DE SHOWS

Entre os dias 16 e 24 de abril, o Laboratório 96 , apresenta em seu canal no Youtube , o projeto Casa de Shows,   viabilizado através da Lei de Emergência Cultural, Aldir Blanc. Foram selecionados cinco atrações dos mais diversos gêneros musicais, em sua maioria mulheres. A equipe conta com o coletivo audiovisual Moviola, também formado por mulheres com o objetivo de fortalecer cada vez mais o espaço das mulheres que atuam no mercado da música. A estreia do projeto fica por conta de Salma e Mac, casal fundador do Carne Doce, uma das principais bandas da cena independente brasileira, que apresentará nesta sexta-feira às 20 horas, um show em formato acústico e intimista, com as canções mais sensíveis da banda, além de composições inédita diretamente da sala da casa deles em Goiânia. O Laboratório 96 é um espaço cultural dedicado à música independente brasileira, e em seus cinco anos de história promoveu mais de 200 shows de artistas locais e do mundo. Mais informações com Letícia Rezende