Pular para o conteúdo principal

Nacional Futebol Clube completa 69 anos de fundação hoje

A quinta-feira é de comemoração no estádio Juscelino Kubitschek. O Nacional Futebol Clube completa hoje 69 anos de fundação. Na bagagem, o Elefante traz histórias de conquistas, momentos difíceis e apoio incondicional de uma torcida apaixonada.  
Fundado em 1º de agosto de 1944, por Oto Sabino e amigos, o clube vem passando por reestruturações, dentro e fora dos gramados, na gestão do atual presidente Salem Ibrahim El Messih. 
 
Nos últimos três anos, a diretoria suou a camisa para quitar dívidas que poderiam ter levado o clube social à falência, depois de amargar quatro anos de ausência no futebol profissional. 
 
Antônio Carlos de Oliveira, diretor Financeiro, comemora a estabilidade econômica do Alvinegro. “Devemos lembrar esta data e vamos comemorar como nunca na história do Nacional. Estamos vendo os resultados. Tem coisas boas acontecendo e, com o clube honrando seus compromissos financeiros, temos mesmo que fazer festa”. 
 
Para colocar o time em campo e disputar a Terceirona do Campeonato Mineiro, a torcida nacionalista se organizou e fundou a Associação Avante Naça. 
 
Há quase quatro meses os torcedores vêm promovendo eventos para angariar recursos e estão engajados em ações sociais. Tudo isso para elevar o nome do Nacional e recolocar o time de futebol nas principais divisões do Estado. 
 
Com tantos bons motivos, a festa promete ser inesquecível. No próximo sábado, o clube promoverá um almoço comemorativo e homenageará personalidades de Uberaba e ex-jogadores que ajudaram a escrever os capítulos de quase sete décadas de existência. 
 
“Queremos dizer a estas pessoas que elas são muito importantes e o quanto precisamos delas conosco para que o clube permaneça vivo. Nós queremos a torcida unida porque, só assim, a gente vai conseguir fazer tudo que foi planejado quando assumimos a administração do clube”, ressaltou Salem Ibrahim El Messih. 
 
O torcedor que quiser participar do evento pode adquirir os convites na secretaria do clube a R$ 20. Para levar a camisa comemorativa e o ingresso, o valor é R$ 40.
 
fonte: www.jmonline.com.br
 
 







AVANTE NAÇA RUMO A TÓQUIO

 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

O ESQUADRÃO UBERABENSE EM TÓQUIO: JOÃO MENEZES

Abrimos a série sobre os nossos representantes nos Jogos de Tóquio 2020, com o atual Campeão Pan-Americano, o tenista João Menezes . Foto:  @joaomenezes12 Com 24 anos de idade, João Menezes é um dos principais nomes do tênis brasileiro na atualidade. Ocupando no momento a 217º posição no ranking da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro.  Apaixonado pelo esporte e  decidido desde muito jovem a ser um atleta profissional,  contou com a influência e o apoio da família, principalmente do  pai e do avô materno que eram praticantes do esporte.   Ouro no  Pan-Americano de  Lima. Foto: Reprodução da internet Já nas categorias de base, Menezes demostrava que não estava para brincadeira. Com bons resultados e títulos,  alcançou  na categoria juvenil  a 21º posição mundial.  Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurg