Pular para o conteúdo principal

Obras do Água Viva entram na fase final nas avenidas centrais

Obra do Água Viva na avenida Guilherme Ferreira avança para parte final. Trecho entre as ruas Floriano Peixoto e José de Alencar será concluído esta semana e o trânsito no local será liberado a partir de segunda-feira (17), quando a frente de trabalho segue para o próximo quarteirão. 
 
Segundo o cronograma, na próxima semana começa a obra de macrodrenagem no trecho da avenida entre as ruas José de Alencar e Doutor Ludovice. As vias transversais também estarão fechadas para a implantação de bocas de lobo, com objetivo de aumentar o escoamento das águas pluviais. Após a conclusão desta etapa será feita a parte final até a rotatória de entroncamento com a avenida Nelson Freire. 
 
Na segunda-feira (17), também será montada outra frente de serviço para continuidade da microdrenagem nas vias que cortam a avenida Leopoldino de Oliveira, pois o projeto não foi executado juntamente com a macrodrenagem no ano passado. Para tanto, será fechada a rua Senador Pena, onde serão instalados 106 metros de rede e 13 bocas de lobo. O trânsito na avenida também estará impedido em função da obra. Depois deste trecho, está prevista ainda a execução do serviço nas ruas Segismundo Mendes e na Major Eustáquio.
 
De acordo com o presidente do Codau, Luiz Guaritá Neto (DEM), a expectativa é concluir as intervenções nas duas avenidas até o fim deste ano. Questionado se o término do projeto representa o fim das enchentes em Uberaba, o democrata afirma que o risco de inundações será mínimo, mas não pode ser totalmente descartado. “A obra é bem feita, bem planejada e bem dimensionada. Garanto que vamos reduzir o risco para muito pouco, mas a natureza é maior do que podemos planejar. Então, há uma possibilidade relativamente mínima. Porém, caso aconteça uma enchente, a velocidade de escoação agora será muito rápida”, pondera.
 
Até agora, 880 metros de galerias pluviais foram implantadas na avenida Guilherme Ferreira. Nas ruas transversais, incluindo as obras no entorno da Leopoldino de Oliveira, foram construídos 811 metros de rede e 121 bocas de lobo.
 
FONTE: www.jmonline.com.br
 
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

UBERABENSES SÃO CONVOCADOS PARA AS PARALÍMPIADAS DE TÓQUIO

  Ercileide da Silva , José Carlos Chagas e Poliana Sousa  da Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba - Adefu, foram convocados  pelo Comitê Paralímpico Brasileiro - CPB  na tarde desta terça-feira (6), para os  Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 . Ercileide e Zé Carlos competem pela classe BC4 e BC1  da bocha, respectivamente. Já Poliana pela classe F54 do lançamento de dardo. Foto:  @funel.uberaba Não poderíamos deixar de destaque também, a convocação da uberabense e ex-paratleta da Adefu, Raissa Rocha Machado . Que hoje integra a equipe do Instituto Elisângela Maria Adriano -  IEMA   , de São Caetano do Sul-SP. Raissa é atleta da classe F56 do lançamento de dardo. Foto:  @raissarochamachado Foram ao todo 253 convocados, maior delegação brasileira para uma edição dos Jogos fora do Brasil. O número só é superado pela participação nos Jogos Rio 2016, já que o Brasil garantiu vagas em todas as modalidades por ser país sede e contou 286 atletas no total. Os Jogos de Tokyo 2020, ser