Pular para o conteúdo principal

Aeroporto de Uberaba incluído no Plano Nacional de Aviação

Uberaba está entre os 270 municípios que serão atendidos na primeira fase do Plano Nacional de Aviação Regional. Em Minas, outras 32 cidades serão atendidas com recursos do governo federal, totalizando um investimento de R$815,5 milhões na rede aeroportuária do Estado. Os dados são da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República.
 
O governo federal ainda não definiu como os recursos serão distribuídos entre os 33 municípios mineiros. O plano abrange tanto investimentos em infraestrutura dos aeroportos como também subsídios para empresas interessadas em operar rotas regionais e isenções de tarifas.
 
A Secretaria de Aviação Civil informa que estudos estão em andamento para elaboração dos parâmetros para a concessão de subsídios. Concluída esta etapa, será possível definir os valores destinados a cada cidade contemplada no plano. A previsão é divulgar os números no segundo semestre deste ano.
 
Em Uberaba, o programa federal poderá ser uma ferramenta para atrair companhias aéreas e ampliar os voos oferecidos no aeroporto local. O Plano Nacional de Aviação prevê subsídios para custeio de 50% dos assentos em rotas regionais. Também haverá isenção de tarifas de embarque, pouso e permanência e navegação aérea.
 
Além disso, a verba do plano poderá custear a ampliação da pista do aeroporto. A obra é necessária para atender às exigências de segurança da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). No entanto, ainda não há consenso sobre o projeto.
 
Em 2012, foi apresentada a proposta de desapropriar área de aproximadamente 45 mil metros quadrados no entorno do aeroporto para aumentar a pista de pouso e oferecer um espaço livre de obstáculos às aeronaves. Para tanto, como seria necessária a desapropriação de 500 imóveis no local. A medida gerou contestações este ano e agora a Prefeitura tentar desenvolver um projeto alternativo em parceria com a Infraero, mas nada avançou até agora.
 
Enquanto isso, a vizinha Uberlândia, também contemplada no Plano de Aviação Regional, anunciou ontem projeto de ampliação da estrutura técnica e operacional do aeroporto. A obra prevê expansão do pátio de aeronaves, das salas de embarque e desembarque, da pista de pouso e decolagem; instalação de terminal de logística e de área de estacionamento também está inclusa na proposta. Não será necessária desapropriação na área. O cronograma de execução se estende até 2029.
 
FONTE:www.jmonline.com.br
 
 
 
SERÁ QUE ESTA CIDADE AINDA, VAI TER UM AEROPORTO DECENTE.......FALA SÉRIO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo" , contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta" , com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apres

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon João Carlos Paranhos Nogueira  é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade.  Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquátic