Pular para o conteúdo principal

Mudanças na sinalização de rotatória no centro confundem motoristas

Moradores da região central de Uberaba reclamam das mudanças realizadas na rotatória entre as avenidas Leopoldino de Oliveira e Santos Dumont. Segundo uma das moradoras, o índice de acidentes em frente dos prédios residenciais aumentou consideravelmente. “Acidentes acontecem aqui toda hora. O sinaleiro é distante e não dá visibilidade, e a sinalização ainda não está terminada, o que acaba gerando confusão aos motoristas”, avalia a moradora Valéria Hueb Campos Rocha. Segundo ela, os porteiros dos prédios presenciam acidentes no local todos os dias por estar sempre em frente do cruzamento entre as avenidas.

“A cidade está em obra e no local indicado haverá sinalização específica, por isso a secretaria ainda não tomou as devidas providências para evitar desperdício e gastos desnecessários do dinheiro público”, informou o diretor do Departamento de Trânsito e Transportes Especiais, Rodrigo Rosa Carmelito. O diretor informa também que toda denúncia a respeito de problemas com a sinalização será apurada pela secretaria. Neste ponto específico, Rodrigo alerta que também será observada provável imprudência por parte dos motoristas que passam no local.

fonte: www.jmonline.com.br

 

COMO SEMPRE, O TRANSITO EM UBERABA É UMA BAGUNÇA , QUE NINGUÉM ENTENDE NADA, TODO DIA TEM MUDANÇA NO TRANSITO, ATÉ QUANDO VAI ISSO...

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - ČAO LARU

Por: André Montandon

A banda Franco-Brasileira, formada por quatro brasileiros e duas francesas, vem rodando o mundo em uma Kombi e Motorhome desde 2016. Os músicos se conheceram em Rennes, na França, e desde então, já passaram por mais de 20 países; Lançaram em 2016, o EP “Čao Laru  e o disco, “Kombiphonie”, em 2017.  No ano passado, a turnê deste álbum rendeu mais 150 shows, no Brasil (inclusive em Uberaba), Argentina, Chile, França e Suíça.
Agora, o grupo está na estrada divulgando o seu 2º disco, "Fronteiras", no qual refletem sobre as barreiras que nos separam a partir das vivências que os músicos tiveram nos países que visitaram. E nesse sábado, dia 20 de abril, teremos o prazer de conferir de perto esse belo trabalho, com a apresentação da banda no Cine Teatro Vera Cruz, às 20h, com entrada gratuita. Aproveitamos essa visita, para bater um papo com o baterista e produtor desse disco, Felipe Trez. Confira:
- Como tudo começou e quando vocês decidiram se unir para desen…

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL