Pular para o conteúdo principal

UMA BREVE HISTÓRIA DE UBERABA - PARTE 2

Na década de 1870, criadores de Uberaba introduzem o gado zebu no Brasil, trazidos da Índia. Raça que projetou a cidade para o Mundo.

Gado da raça Zebu. Foto: Reprodução internet

Em 1889, chegam a Uberaba, os trilhos da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro. A autorização para prolongar a Mogiana até Uberaba foi dada pelo decreto imperial nº 8.888 de 17 de fevereiro de 1883.

Em 1899, é criado o “Clube Lavoura e Comércio” com o objetivo de defender a lavoura e a pecuária, combatendo os altos impostos e as interferências do novo governo republicano na atividade rural. É lançado o jornal “Lavoura e Comércio” que, em seu primeiro número, ocupando toda sua primeira página, expõe os ideais dos ruralistas do Triângulo Mineiro. O jornal encerrou suas atividades depois de 104 anos de história, por problemas finaceiro. Era o mais antigo jornal de Minas Gerais e o terceiro mais antigo do país ainda em circulação.

Jornal Lavoura e Comércio. Reprodução internet

Em 1905 é inaugurada a energia elétrica na cidade.

Em 1906, começam as exposições de gado bovino. Exposições que foram muito prestigiadas pelo Dr. Getúlio Vargas, nas décadas de 1930 a 1950.

Parque Fernando Costa. Reprodução internet
 
O Doutor Getúlio também almoçava muito na casa do Dr. Mário Palmério, seu colega de PTB, embaixador e grande escritor de Uberaba e fundador da UNIUBE.

Presidente Getúlio Vargas e Mário Palmério 1950. Reprodução internet
Na década de 1940, começam a serem encontrados fósseis de animais pré-históricos na região da antiga Estação de Trem de Peirópolis, do antigo traçado da Companhia Mogiana que passava por Franca-SP.

Por essa época, o antigo distrito de “São Pedro do Uberabinha” passa a se chamar Uberlândia. Uberabenses, bem humorados, começaram a espalhar que Uberaba iria, então, se chamar Uberlandão.

Durante a elaboração da Constituição de 1946, nos debates da Assembleia Nacional Constituinte, o deputado federal mineiro Juscelino Kubitschek propõe a construção da nova capital do Brasil no Triângulo Mineiro.

Fonte: http://madrinhadaserra.com/a-uberaba-do-nosso-tempo e http://homemculto.com/2008/10/28/historia-de-uberaba




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MARCELO JENECI

Por: André Montandon 
Desembarga em Uberaba nesse sábado (19), um dos grandes nomes da nova música popular brasileira para uma apresentação especial no Laboratório 96. Pela primeira vez na cidade, Marcelo Jeneci, chega com a turnê de lançamento do seu terceiro álbum, Guaia, onde o artista volta as suas origens ao homenagear Guaianases, zona leste de São Paulo, bairro em que nasceu. Além de trazer experimentos musicais que se juntam à famosa sanfona do cantor e compositor, em uma mescla de acústicos, sintéticos e regionais que resgatam a trajetória de Jeneci ao longo de sua formação musical.

Aproveitamos essa ilustre visita, para bater um papo exclusivo com esse grande artista. Confira 😉
- Conte-nos um pouco sobre o seu novo álbum, Guaia, que remete as suas origens, e que contou com grandes participações?

Marcelo Jeneci - Guaia, porque sou de guaianases, da zona leste de São Paulo. Porque eu cresci na escola pública, "Viva os professores!". Tendo uma família em que minha mãe m…

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MÁRCIO ANDRÉAS

Por: André Montandon
Com 20 anos de carreira, o músico e compositor uberabense Marcio Andréas, lançou em 2016 o seu primeiro trabalho solo "Cada um na sua galáxia". Foi vocalista dos Baltazares, banda de rock bastante conhecida no circuito independente de Minas Gerais. Em seu novo projeto lançado no final de 2019, intitulado de "O Jardim", o músico apresenta um som bastante original, com mais maturidade. As canções passeiam pelo rock, folk e mpb, mas tudo em perfeita sintonia mostrando uma profunda evolução alcançada em todos esses anos de estrada.
Com uma agenda bastante movimentada o músico se apresenta em vários formatos: shows mais intimistas, pocket shows, ou acompanhado de uma banda extremamente competente que vem arrancando elogios por onde passa, sendo considerado uma grande promessa da nova música mineira. Em seu currículo, o músico ostenta apresentações ao lado de grandes nomes do cenário nacional como: Pato Fu, Biquini Cavadão, Tico santa Cruz, Raimundos…