Pular para o conteúdo principal

Nacional faz jogo de vida ou morte com o Minas

O Nacional tem missão de vida ou morte logo mais, às 16h, no estádio Uberabão, contra o Minas Futebol. O Alvinegro precisa da vitória para se manter na briga por uma das vagas na semifinal. Qualquer outro resultado elimina o time da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro e assim, no próximo sábado, contra o Valério, irá apenas cumprir tabela.

A derrota do último sábado complicou muito a vida do Naça na competição e agora o pensamento é vencer ou vencer. Por isso, o técnico Erick Moura confirmou no treino de ontem que fará mudanças no time e que voltará a usar o esquema 4-4-2, o mesmo em que o time fez toda a preparação para a Segundona, ainda quando Erick era apenas o gerente de futebol do clube.

Na tarde de ontem, a reportagem do Jornal da Manhã, em contato com o treinador, ele disse que estava descansando e que não poderia falar com a imprensa e nem analisar o time do Minas Futebol.
O Nacional deve ir a campo logo mais com Rafael Broetto, Ricardo Pelezinho, Alex, Luciano e Breno; Balduíno, Thiago Carvalho, Jouberth e Ewerton; Robinho e Guma.

A situação é oposta para os lados do Minas. Caso vença, o time de Sete Lagoas chega a dez pontos e fica a dois jogos do acesso para o Módulo II do ano que vem. Se repetir a escalação do último jogo, o Minas, comandado por Gerson Evaristo de Paula, vai com Thiago Braga, Alex, Fernando, Gustavo e Daniel Fumaça; Denílson, Leandro Paraná, Lu e Gedeon, Marinho e Juninho.

Ingresso. O torcedor do Nacional que for ao Uberabão às 16h para apoiar o time, terá que desembolsar pelo ingresso R$ 20 a inteira e R$10 a meia-entrada. Esse valor corresponde a todos os setores da arquibancada.

Outro jogo. No mesmo horário, no estádio Carlos Monteiro, o Guaxupé, líder do grupo com oito pontos, recebe o Valério para confirmar a classificação. Já o time de Itabira precisa vencer para continuar sonhando com a vaga.
 
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon João Carlos Paranhos Nogueira  é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade.  Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquátic

CONHEÇA BEN HEINE

Ben Heine. Foto: Reprodução internet Ben Heine  é um talentoso artista belga, que cria surpreendentes desenhos tridimensionais. Depois de finalizar o trabalho, Ben Heine tira fotos de si mesmo interagindo com sua obra e o resultado é surpreendente. Ele descreve a si mesmo como um artista visual multidisciplinar que é inspirado pelas pessoas e pela natureza.  Heine cresceu em Abidjan, Costa do Marfim, onde viveu por sete anos com seus pais e três irmãs antes de volta para Bruxelas em 1990. Ele é conhecido internacionalmente por seus trabalhos muito criativos projetos  “Pencil Vs Camera“  e "Circlism Digital" .   O primeiro, envolve a mistura de desenho e fotografia, a imaginação e a realidade, através da ilusão e do surrealismo. No segundo projeto, Heine geralmente faz retratos de celebridades / ícones culturais com ferramentas digitais usando círculos planos sobre um fundo preto. Cada círculo tem uma única cor e um único tom. Através do uso de softwares gráficos