Pular para o conteúdo principal

Nacional de Uberaba estreia com vitória na Segunda Divisão do Mineiro......... E dá Show

Foram apenas 397 pagantes. Mas quem foi ao Uberabão viu o Nacional, de Uberaba, voltar a disputar um campeonato oficial depois de quatro anos, e o melhor: com vitória. Na tarde deste sábado, o alvinegro encarou o Portal de Uberlândia e venceu de virada por 3 a 1. O resultado  foi a recompensa pelos últimos dois meses carregados de trabalho e desconfiança por parte da torcida. Com o saldo positivo, o time uberabense alcançou a liderança da Chave B.

Na próxima rodada, no dia 29 de agosto, o Naça vai até o Pontal do Triângulo enfrentar a Ituiutabana. Já o Portal recebe o Montes Claros, no Parque do Sabiá.

Com a bola rolando, o Naça foi melhor e buscou o gol desde o início. No entanto, mesmo mais confiante em campo, a defesa do time uberabense estava se descuidando na saída de bola, fazendo com que Potral ameaçasse a meta do goleiro Tiago Neimar.

Aliás, essa foi a tônica do primeiro tempo. O Naça atacava e o representante de Uberlândia se defendia, sempre tentando conseguir algo nos contra-ataques. Ainda assim, no final do primeiro tempo, o time da casa demonstrou cansaço, o que fez com que a partida ficasse  mais equilibrada.

Já no segundo tempo, apesar de o Nacional ter se confirmado técnica e fisicamente melhor, foi o Portal que abriu o placar, aos 19 minutos. Após cobrança curta de escanteio, o meia Ramirez levantou a bola no segundo pau, encontrando Diogo, sozinho, para marcar.

O gol, no entanto, não intimidou o Naça, que se viu beneficiado numericamente após a expulsão de Igor, camisa seis do time visitante, após jogada forte apontada pela arbitragem aos 25 minutos.

Nove minutos depois, foi a vez do torcedor nacionalista soltar o grito de gol em uma partida oficial. Oportunista, Laerte completou cruzamento de Evinho, que levantou a bola na área depois de uma cobrança de falta. Apenas três minutos depois, o Naça chegou à virada. Após bate-rebate na área do Portal, o zagueiro Alex não perdoou e balançou as redes adversárias, fazendo 2 a 1.

No entanto, a alegria não estava completa. Laerte, o nome do jogo, ainda teve tempo para marcar mais um gol, aos 44 minutos. Depois de boa jogada, Everton tocou para Chitão, que com um toque desconcertante, tirou o goleiro adversário e deixou Laerte livre para marcar o terceiro do alvinegro.
 
Chave B

Ainda na tarde de sábado, a equipe de Montes Claros recebeu a Ituiutabana, que não participava de um campeonato oficial há quase dez anos. As duas equipes estrearam na Segunda Divisão do Mineiro com empate. O time de Ituiutaba saiu na frente, aos oito minutos, com gol de Vinícius. No entanto, os donos da casa buscaram o empate, aos 32, com Elber.

Com o empate, a Ituiutabana está em segundo lugar, enquanto a equipe de Montes Claros ocupa a terceira posição, e o Portal a última.









Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo" , contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta" , com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apres

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon João Carlos Paranhos Nogueira  é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade.  Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquátic