Pular para o conteúdo principal

Naça apresenta dois reforços

A poucos dias de estrear no Campeonato Mineiro da Segunda Divisão, a popular Terceirona, o departamento de Futebol do Nacional apresentou mais dois reforços. O zagueiro Felipe Nogueira e o lateral Ricardo Pelezinho já participaram dos treinamentos realizados ontem no estádio JK. Ambos estavam no Guarani, de Divinópolis, onde disputaram o Campeonato Brasileiro da Série D.

Formado nas categorias de base do Nacional, o lateral Ricardo Pelezinho, de 24 anos, não escondeu a felicidade em retornar ao clube. “Chego para ajudar o Nacional a conquistar o acesso, que é o principal objetivo da equipe neste segundo semestre. Tive um bom ano e espero fechar com chave de ouro”, declarou o jogador à Rádio JM 730 kHz.

Ricardo disputou o Módulo II deste ano pelo Mamoré. No clube de Patos de Minas, ele foi comandado por Érick Moura, atual gerente de Futebol do Alvinegro. “O Érick Moura é um grande amigo que fiz no futebol. Ele começou uma nova carreira e vai ter sucesso também”, ressaltou Ricardo Pelezinho, que ainda não teve a sua documentação regularizada e não poderá encarar o Portal neste sábado.

Felipe Nogueira teve um ótimo primeiro semestre. Jogando pelo Araxá, o zagueiro sagrou-se campeão do Módulo II Mineiro. No segundo semestre, acabou não tendo muitas oportunidades no Guarani-MG. Agora, espera ajudar o Naça na busca pelo título da Terceirona. “Estou bem fisicamente e pronto para ajudar o Nacional”, afirmou Felipe, que terá como concorrentes Alex e Jonatan Machado. “Conheço bem os dois atletas. Será uma briga sadia e vamos criar uma boa dor de cabeça para o treinador. Quem sairá ganhando com isso é o Nacional”, ressaltou o zagueiro, que já vestiu a camisa do USC. 

Já o meia Jouberth tinha chegada prevista para a noite de ontem e deve ser apresentado oficialmente esta manhã pela diretoria do Naça. O jogador tem contrato com o Guarani, de Divinópolis, até o término do Campeonato Mineiro de 2013. Com a eliminação no Brasileiro da Série D, a diretoria do Bugre concordou em ceder o atleta, por empréstimo, até o fim da Terceirona.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

UBERABENSES SÃO CONVOCADOS PARA AS PARALÍMPIADAS DE TÓQUIO

  Ercileide da Silva , José Carlos Chagas e Poliana Sousa  da Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba - Adefu, foram convocados  pelo Comitê Paralímpico Brasileiro - CPB  na tarde desta terça-feira (6), para os  Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 . Ercileide e Zé Carlos competem pela classe BC4 e BC1  da bocha, respectivamente. Já Poliana pela classe F54 do lançamento de dardo. Foto:  @funel.uberaba Não poderíamos deixar de destaque também, a convocação da uberabense e ex-paratleta da Adefu, Raissa Rocha Machado . Que hoje integra a equipe do Instituto Elisângela Maria Adriano -  IEMA   , de São Caetano do Sul-SP. Raissa é atleta da classe F56 do lançamento de dardo. Foto:  @raissarochamachado Foram ao todo 253 convocados, maior delegação brasileira para uma edição dos Jogos fora do Brasil. O número só é superado pela participação nos Jogos Rio 2016, já que o Brasil garantiu vagas em todas as modalidades por ser país sede e contou 286 atletas no total. Os Jogos de Tokyo 2020, ser