Pular para o conteúdo principal

Obras do Água Viva mudam linhas do transporte coletivo

Assim como o trânsito, obras do projeto Água Viva também modificam locais de pontos de ônibus. É preciso que o usuário fique atento, pois durante o período em que a avenida Leopoldino de Oliveira estiver interditada os pontos de ônibus serão transferidos para as ruas paralelas.

Segundo o diretor do Departamento de Operação e Fiscalização do Transporte Coletivo, Claudinei Nunes, foram distribuídos folhetos informativos com quadros relacionando a linha de ônibus e qual local ele deve passar. “Antes de implantar as mudanças, na semana passada, fizemos a distribuição de panfletos informativos nos pontos em que haveria alterações, foram cerca de 15 mil folhetos. Sendo assim, desde o fim de semana, quando foi feita esta alteração, estamos monitorando por meio de fiscais nos pontos em questão. Aqueles usuários que embarcam e desembarcavam nos pontos da avenida Leopoldino de Oliveira terão de se dirigir às ruas paralelas, como a rua Governador Valadares. Por exemplo, os usuários que utilizam a linha 54 – Uberaba 1 e a linha 60 – Residencial 2000 terão de ir até o ponto de ônibus nas ruas Governador Valadares e Alaor Prata. No sentido inverso, os pontos estão também nas ruas Segismundo Mendes (entre a Leopoldino e Vigário Silva), Afonso Rato, Manoel Borges”, explica Claudinei.

O diretor acredita que a circulação de ônibus por ruas como estas, estreitas, não irá gerar transtornos, haja vista que o estacionamento, nas vias em questão, foi retirado, o que pode dar mais fluidez ao trânsito.

Quanto à frequência dos ônibus, que determina o tempo de espera dos usuários, Claudinei disse que ainda não é possível saber se o tempo vai ultrapassar o normal. “Ao final desta semana vamos avaliar este fator. Porém, é importante ressaltar que quando o trecho de obras era outro, o percurso era maior do que o atual, os ônibus subiam a rua Treze de Maio, viravam na praça Santa Teresinha e desciam a rua João Caetano até a avenida Fidélis Reis”, explica Claudinei, ressaltando que na segunda-feira alguns usuários tiveram problemas, mas já é possível perceber que já estão  se acostumando.

Ainda segundo Claudinei, após o término das obras do projeto Água Viva, no trecho em questão, as obras da Mobilidade Urbana, para construção dos terminais de ônibus e subestações, devem começar. “A conclusão das obras do projeto Água Viva, de macrodrenagem, está prevista para o fim do mês de julho, início do agosto, logo em seguida vamos instalar as bases para as estações de ônibus. Na semana passada, o prefeito Anderson Adauto e secretario Karim Mauad estiveram em Curitiba para acertar alguns detalhes técnicos. Nesta semana, alguns técnicos da equipe do urbanista Jaime Lerner estão em Uberaba para fazer acertos nas linhas de ônibus para o projeto definitivo do transporte coletivo”, afirma.



Ponto de ônibus na rua Segismundo Mendes ainda apresenta muita confusão com o grande número de linhas



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo" , contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta" , com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apres

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon João Carlos Paranhos Nogueira  é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade.  Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquátic