Pular para o conteúdo principal

Obras do Água Viva mudam linhas do transporte coletivo

Assim como o trânsito, obras do projeto Água Viva também modificam locais de pontos de ônibus. É preciso que o usuário fique atento, pois durante o período em que a avenida Leopoldino de Oliveira estiver interditada os pontos de ônibus serão transferidos para as ruas paralelas.

Segundo o diretor do Departamento de Operação e Fiscalização do Transporte Coletivo, Claudinei Nunes, foram distribuídos folhetos informativos com quadros relacionando a linha de ônibus e qual local ele deve passar. “Antes de implantar as mudanças, na semana passada, fizemos a distribuição de panfletos informativos nos pontos em que haveria alterações, foram cerca de 15 mil folhetos. Sendo assim, desde o fim de semana, quando foi feita esta alteração, estamos monitorando por meio de fiscais nos pontos em questão. Aqueles usuários que embarcam e desembarcavam nos pontos da avenida Leopoldino de Oliveira terão de se dirigir às ruas paralelas, como a rua Governador Valadares. Por exemplo, os usuários que utilizam a linha 54 – Uberaba 1 e a linha 60 – Residencial 2000 terão de ir até o ponto de ônibus nas ruas Governador Valadares e Alaor Prata. No sentido inverso, os pontos estão também nas ruas Segismundo Mendes (entre a Leopoldino e Vigário Silva), Afonso Rato, Manoel Borges”, explica Claudinei.

O diretor acredita que a circulação de ônibus por ruas como estas, estreitas, não irá gerar transtornos, haja vista que o estacionamento, nas vias em questão, foi retirado, o que pode dar mais fluidez ao trânsito.

Quanto à frequência dos ônibus, que determina o tempo de espera dos usuários, Claudinei disse que ainda não é possível saber se o tempo vai ultrapassar o normal. “Ao final desta semana vamos avaliar este fator. Porém, é importante ressaltar que quando o trecho de obras era outro, o percurso era maior do que o atual, os ônibus subiam a rua Treze de Maio, viravam na praça Santa Teresinha e desciam a rua João Caetano até a avenida Fidélis Reis”, explica Claudinei, ressaltando que na segunda-feira alguns usuários tiveram problemas, mas já é possível perceber que já estão  se acostumando.

Ainda segundo Claudinei, após o término das obras do projeto Água Viva, no trecho em questão, as obras da Mobilidade Urbana, para construção dos terminais de ônibus e subestações, devem começar. “A conclusão das obras do projeto Água Viva, de macrodrenagem, está prevista para o fim do mês de julho, início do agosto, logo em seguida vamos instalar as bases para as estações de ônibus. Na semana passada, o prefeito Anderson Adauto e secretario Karim Mauad estiveram em Curitiba para acertar alguns detalhes técnicos. Nesta semana, alguns técnicos da equipe do urbanista Jaime Lerner estão em Uberaba para fazer acertos nas linhas de ônibus para o projeto definitivo do transporte coletivo”, afirma.



Ponto de ônibus na rua Segismundo Mendes ainda apresenta muita confusão com o grande número de linhas



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL

Confira as principais lives e eventos dessa semana em Uberaba. Tentaremos manter a lista o mais atualizada possível, adicionando novos eventos à medida que eles forem sendo confirmados.
29 DE SETEMBRO(TERÇA-FEIRA)
youtube.com/culturauberaba
- Carlos Giovanny - 19h30 - Choperia Colorado

30 DE SETEMBRO(QUARTA-FEIRA)
youtube.com/culturauberaba

 01 DE SETEMBRO(QUINTA-FEIRA)
youtube.com/culturauberaba
- Lemes & Petrucci - 19h - Choperia Colorado
- Projeto ao Cubo - 20h - Choperia Arquimedes 
- Thais Fraga & Elias Jr. - 21h - Cuba Jazz Club
02 DE SETEMBRO(SEXTA-FEIRA)
- Hamid Mauad - 19h - Choperia Colorado
- Funk & Soul das Gringas (Playlist) - 19h - Laboratório 96
- Denilson & Tiago - 19h - Recanto da Praça 
- Emerson Dibadá - 20h - Bão de Prosa Buteco
- Pfizer Trio - 20h - Choperia Arquimedes
- Charles Jr. - 20h - Soho Pub
- Igor e Caio - 21h - Getúlio Choperia 
- Roggs - 21h - Cuba Jazz Club
03 DE SETEMBRO(SÁBADO)

- Denilson & Tiago - 18h - Choperia Colorado
- Laboratoriando (Playlist) - …

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - ANDDRE MAFRA

Por: André Montandon Apresentando uma estética que une reflexões pessoais com loops de voz, violão, guitarra, batidas eletrônicas e efeitos, Anddre Mafra transita entre o indie-folk e o experimental de forma intimista em seu formato solo de "one man band".
Trazendo à tona suas vivências e consequências existenciais, o músico, cantor e compositor cria uma atmosfera particular: a imersão em uma sensibilidade latente. 
Em 2019 lançou o pri­meiro trabalho autoral, o EP ‘’Vou Dizer Que Sou Fe­liz (VDSF)’’, produzido por Marcos Paulo Guimarães.
Em agosto deste ano, apresentou o EP “Octopios”. Primeiro em que além das melodias e letras, todo processo de produção foi realizado pelo própria artista. O trabalho conta com a distribuição da Tratore e está disponível nas principais plataformas digitais. Conferir a seguir, a nossa entrevista com esse grande artista:- Como foi o processo de produção e escolha do nome do novo EP?Anddre Mafra - O EP inteiro foi gravado e produzido por mim dura…