Pular para o conteúdo principal

Dnit instala radares e lombadas eletrônicas nas BRs 050 e 262

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) faz estudos para instalar radares nas rodovias federais que cortam Uberaba. De acordo com o chefe do Dnit na região, Elias João Barbosa, serão cerca de 10 pontos com lombadas eletrônicas ou radares descaracterizados. A previsão é de que os equipamentos estejam em funcionamento entre 60 e 70 dias. 

Estudos estão sendo concluídos por técnicos de empresa contratada pelo Dnit, por meio de licitação. O levantamento de campo já foi realizado e, a partir dele foi emitida a aprovação para instalar os equipamentos. O objetivo é aumentar a segurança na rodovia, principalmente em áreas urbanas. “Vamos instalar dois radares no km 171, na BR-050, sendo um no sentido São Paulo e outro no sentido Uberlândia. A distância entre eles será de 300 metros. O outro, ainda na mesma rodovia, será instalado em frente à Uberdiesel, nas duas direções. Em frente ao bairro Chica Ferreira vamos colocar mais um radar, também nas duas direções. No município de Delta, no km 206,6, também vamos instalar um equipamento. Já na BR-262 estão propostos um radar em frente à Coopervale, para atender os bairros da região e oferecer segurança aos pedestres, bem como um segundo, próximo ao Residencial 2000”, explica Elias. 

Vale destacar, ainda, a lombada eletrônica que será instalada na BR-262, em frente ao Jockey Park. A implantação do equipamento é uma reivindicação dos moradores dos bairros da região, principalmente a comunidade do Morada Du Park, que há algumas semanas, em reunião com o prefeito Anderson Adauto, pediu para que uma lombada fosse instalada, pois a circulação de pedestres no local é intensa e os veículos trafegam em alta velocidade, principalmente depois das mudanças feitas na região, com o fechamento do trevo em frente ao Jockey Park. 

“A nossa intenção é justamente esta, pois a implantação de redutores de velocidade fortalece a segurança, uma vez que as rodovias federais cortam a área urbana”, afirma.


 Lombada eletrônica existente na BR-050 será substituída por equipamento novo e em funcionamento



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MÁRCIO ANDRÉAS

Por: André Montandon
Com 20 anos de carreira, o músico e compositor uberabense Marcio Andréas, lançou em 2016 o seu primeiro trabalho solo "Cada um na sua galáxia". Foi vocalista dos Baltazares, banda de rock bastante conhecida no circuito independente de Minas Gerais. Em seu novo projeto lançado no final de 2019, intitulado de "O Jardim", o músico apresenta um som bastante original, com mais maturidade. As canções passeiam pelo rock, folk e mpb, mas tudo em perfeita sintonia mostrando uma profunda evolução alcançada em todos esses anos de estrada.
Com uma agenda bastante movimentada o músico se apresenta em vários formatos: shows mais intimistas, pocket shows, ou acompanhado de uma banda extremamente competente que vem arrancando elogios por onde passa, sendo considerado uma grande promessa da nova música mineira. Em seu currículo, o músico ostenta apresentações ao lado de grandes nomes do cenário nacional como: Pato Fu, Biquini Cavadão, Tico santa Cruz, Raimundos…

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MARCELO JENECI

Por: André Montandon 
Desembarga em Uberaba nesse sábado (19), um dos grandes nomes da nova música popular brasileira para uma apresentação especial no Laboratório 96. Pela primeira vez na cidade, Marcelo Jeneci, chega com a turnê de lançamento do seu terceiro álbum, Guaia, onde o artista volta as suas origens ao homenagear Guaianases, zona leste de São Paulo, bairro em que nasceu. Além de trazer experimentos musicais que se juntam à famosa sanfona do cantor e compositor, em uma mescla de acústicos, sintéticos e regionais que resgatam a trajetória de Jeneci ao longo de sua formação musical.

Aproveitamos essa ilustre visita, para bater um papo exclusivo com esse grande artista. Confira 😉
- Conte-nos um pouco sobre o seu novo álbum, Guaia, que remete as suas origens, e que contou com grandes participações?

Marcelo Jeneci - Guaia, porque sou de guaianases, da zona leste de São Paulo. Porque eu cresci na escola pública, "Viva os professores!". Tendo uma família em que minha mãe m…