Pular para o conteúdo principal

O brasileiro

Foi noticiado essa semana que o Brasil superou o Reino Unido, e agora é a 6ª maior economia do mundo. O levantamento foi realizado pelo CEBR - Centro de Pesquisa para Economia e Negócios que projetou que o PIB brasileiro atingirá a US$ 2,52 trilhões esse ano.

A frente do Brasil estão apenas:

1º Estados Unidos
2º China
3ºJapão
4º Alemanha
5ºFrança

O Ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que o Brasil ainda levará de 10 a 20 anos para atingir o padrão de vida europeu, mais garantiu que logo ultrapassaremos a França e Alemanha, pois suas economias estão "em marcha lenta".

Ah! Estão o Brasil já é quase de "Primeiro Mundo"?

Na verdade não, enfrentamos ainda em pleno seculo XXI uma grande desigualdade social, e pelo comentário do nosso ministro da fazenda, esse distanciamento econômico no país permanecerá por muito tempo.

A renda per capita do brasileiro é de US$ 10,7 mil, em 2010 e do Reino Unido de US$ 36,2 mil, conforme dados recentes do Banco Goldman Sachs. No ranking que mede o Índice do Desenvolvimento Humano (IDH) da Organização das Nações Unidas (ONU) o Brasil ocupa a 84ª posição, atrás de vizinhos como Chile, Argentina, México, Bahamas, Panamá e Venezuela.

 Mais de quem é a culpa? nossa? minha? sua?

Acreditamos que essa diferença não é culpa da maior parte da sociedade (pobre e trabalhadora), mais sim da falta de compromisso de nossos representante, que nesse momento, nós faz relembrar dos debates realizados no ano passado para a Presidência da Republica, muito coisa foi dita, diversas área abordada, além de assuntos sem importância. Mais uma área essencial foi esquecida, o saneamento básico, que nem todos os brasileiros possuem, afetando assim a qualidade de vida da população (no baixo rendimento escolar, na saúde de todos nós).

Estamos cansados de ver todos os dias, noticias sobre corrupção, desvios de verbas e outros mais. Se pararmos para pensar se todos esse recursos fosse administrados de forma correta e justa, será que o nosso Brasil já não seria a "maior economia do mundo"?

Mas realmente que está errado, eles ou nós?

 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

O ESQUADRÃO UBERABENSE EM TÓQUIO: JOÃO MENEZES

Abrimos a série sobre os nossos representantes nos Jogos de Tóquio 2020, com o atual Campeão Pan-Americano, o tenista João Menezes . Foto:  @joaomenezes12 Com 24 anos de idade, João Menezes é um dos principais nomes do tênis brasileiro na atualidade. Ocupando no momento a 217º posição no ranking da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro.  Apaixonado pelo esporte e  decidido desde muito jovem a ser um atleta profissional,  contou com a influência e o apoio da família, principalmente do  pai e do avô materno que eram praticantes do esporte.   Ouro no  Pan-Americano de  Lima. Foto: Reprodução da internet Já nas categorias de base, Menezes demostrava que não estava para brincadeira. Com bons resultados e títulos,  alcançou  na categoria juvenil  a 21º posição mundial.  Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurg