Pular para o conteúdo principal

Rebeldes sem causa

Durante essas semanas foi noticiado o protesto dos estudantes da USP (Universidade de São Paulo) contrários a presença dos policíais militares no campus. Isso tudo começou devido uma abordagem realizadas pelos PMs no dia 27 de outubro a três estudantes no campus por porte de maconha na quinta-feira da semana passada e tentou levar os usuários detidos. Os policiais usaram gás lacrimogênio, e alunos teriam ficado feridos após confronto. Foi o detalhe que faltava para iniciar todo o conflito.  


Foto: TIAGO QUEIROZ/AE - blogs.estadao.com.br

Foto: TIAGO QUEIROZ/AE - blogs.estadao.com.br

Primeiro, os alunos ocuparam o prédio da FFLCH. Depois, em assembléia, decidiram ir para a reitoria. A invasão aconteceu por parte de um grupo descontente com a resultado de uma votação em assembleia que decidiu, na terça-feira, por 559 votos a 458, encerrar a ocupação do prédio da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). O grupo deslocou o portão de trás do edifício da Administração Central, usando paus, pedras e cavaletes, e em poucos minutos chegou ao saguão principal do prédio.

Os alunos querem a revogação do convênio firmado entre a USP e a Polícia Militar para fazer a segurança na Cidade Universitária e a retirada de processos administrativos e criminais movidos contra alunos e funcionários pela instituição. De acordo com os manifestantes, esses processos são políticos, impetrados pela USP para intimidar o movimento estudantil. Na assembléia de terça-feira também foi decidido apoio aos 72 estudantes presos, sem que sofram retaliação.

Será que a ação práticada pelos policiais foi dura?

Acerditamos que, uma institução de ensino, seja ela qual for, pública ou privado, de ensino superior ou não, é um ambiente de apredizagem, sendo assim atos de vandalismo, "quebra-quebra", devem sim ser repreendidos.

Os movimentos estudantis tem o papel de lutar por uma sociedade mais justa, em busca da qualidade de ensino, oportunidade no mercado de trabalho a todos, de diminuir a desigualdade social. Todas as manifestações e protesto devem ser feitos de formas pacífica e com um objetivo claro.

Chega de atos promocionais e sem fundamentos de rebeldia sem causa, vamos lutar por uma país melhor!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MANÉ GALINHA

  Por: André Montandon Em uma mistura perfeita de ritmos baseada na herança afro ao redor do mundo, que une pop, axé, funk, samba, rock, disco, soul, R&B e groove, o  Mané Galinha (nome em referência ao famoso personagem do filme Cidade de Deus), criou um estilo próprio e um repertório vasto, com a identidade e diversidade exata, proporcionando ao público um clima envolvente de festa, alegria e celebração. Além das canções, hits e clássicos da cultura Black Music. A versatilidade também é uma marca do grupo. Que desenvolveu diversos formatos para atender a todos os gostos e os mais diversos eventos. Em comemoração aos 4 anos de estrada, estão lançando nesta sexta-feira (19), o seu primeiro EP - intitulado de "Pra Elas". Aproveitando esse momento especial da banda, batemos um papo com eles para saber um pouco mais da trajetória, do EP e das novidades. Confira 😉 - Para iniciar, vamos falar sobre a trajetória do grupo. Sua formação, principais referências músicas, como tud

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL

  Confira as principais lives desta semana em Uberaba.  Tentaremos manter a lista o mais atualizada possível, adicionando novos eventos à medida que eles forem sendo confirmados. 18 DE  MARÇO  (QUINTA -FEIRA ) https://www.youtube.com/channel/UCTDxiFUMO5KyXRJtsrYfa1A 19 DE  MARÇO (SEXTA -FEIRA ) https://www.youtube.com/channel/UCTDxiFUMO5KyXRJtsrYfa1A 20 DE  MARÇO ( SÁBADO ) https://www.facebook.com/claytondk.oficial https://www.youtube.com/user/leslyedepaula https://www.youtube.com/channel/UCTDxiFUMO5KyXRJtsrYfa1A Siga o zebunarede também pelas redes sociais: Facebook:  zebunarede.com Instagram:  @zebunarede Youtube:  zebunarede Twitter:  @zebunarede