Pular para o conteúdo principal

Festival de Cinema reúne várias disputas e mostras

Uberaba sedia mais uma vez, por meio do Sesiminas/Centro de Cultura José Maria Barra, a Mostra Sesi de Cinema - Prêmio Curta-Metragem. Em sua segunda edição, a Mostra faz parte da programação do Festival de Cinema de Uberaba. As atividades do festival estão sendo realizadas desde segunda-feira, mas a abertura oficial foi ontem, no Teatro Sesiminas.

Desde o início da semana as atividades começaram com diversas oficinas. Na abertura do evento houve a apresentação do Quinteto de Cordas, um grupo de Ribeirão Preto, e hoje começa a mostra competitiva. A disputa é pelo prêmio de melhor filme de curta-metragem, com 42 filmes na competição, representantes de oito Estados brasileiros, de 18 cidades, entre elas Porto Alegre e João Pessoa.

“Começa hoje também uma mostra para deficientes visuais, auditivos e uma mostra infantil. Com relação à disputa, foi formada uma comissão de jurados para seleção, que irá escolher o melhor curta, direção, fotografia, edição, trilha sonora e o melhor filme local. Porém, a comunidade também pode escolher o melhor curta. Esta é a novidade, todos que vierem assistir poderão votar”, explica o supervisor de palco e produção da Fiemg, Diogines Alexandre Marques.

Do festival constam as programações da 1ª Mostra do Pontão de Cultura do Triângulo, o 2º Prêmio Sesi de Curta-Metragem, o 14º Festival do Minuto da Uniube (Universidade de Uberaba), além da Exposição Tião Valadares. A mostra começa hoje e vai até sábado, das 19h às 21h, no Teatro do Sesiminas. “Esta é a segunda edição do evento, com certeza iremos atingir um público maior”, afirma o supervisor.

A entrega aos vencedores dos troféus Tião Valadares, cineasta que viveu em Uberaba e morreu em junho passado, será no domingo, às 19h, no Teatro do Sesiminas. O ator Kayky Brito será o mestre-de-cerimônias. Além disso, Diogines ressalta que o evento é gratuito, portanto todos podem participar, e a programação está exposta no site da Fundação Cultural e do Sesiminas.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

O ESQUADRÃO UBERABENSE EM TÓQUIO: JOÃO MENEZES

Abrimos a série sobre os nossos representantes nos Jogos de Tóquio 2020, com o atual Campeão Pan-Americano, o tenista João Menezes . Foto:  @joaomenezes12 Com 24 anos de idade, João Menezes é um dos principais nomes do tênis brasileiro na atualidade. Ocupando no momento a 217º posição no ranking da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro.  Apaixonado pelo esporte e  decidido desde muito jovem a ser um atleta profissional,  contou com a influência e o apoio da família, principalmente do  pai e do avô materno que eram praticantes do esporte.   Ouro no  Pan-Americano de  Lima. Foto: Reprodução da internet Já nas categorias de base, Menezes demostrava que não estava para brincadeira. Com bons resultados e títulos,  alcançou  na categoria juvenil  a 21º posição mundial.  Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurg