Pular para o conteúdo principal

Estendida proibição do celular às escolas particulares

Foi aprovado em segundo turno ontem pela Câmara o projeto de lei que proíbe o uso de aparelhos eletrônicos nas salas de aula das escolas das redes pública municipal e também particular de Uberaba, seja por alunos ou educadores. A matéria havia sido levada a plenário na semana passada sem que em seu bojo constasse a exigência às instituições de ensino privado, o que se fez agora, através de emenda apresentada pelo vereador Tony Carlos (PMDB) e que passou pelo crivo dos colegas.
 
O único a ir contra a medida foi seu correligionário e líder governista, Cléber Cabeludo. O peemedebista se posicionou de acordo com declaração do secretário José Vandir (Educação) – presente na reunião – de que a Pasta não tem competência para adentrar as escolas particulares e fiscalizar o cumprimento da lei, que pode vir a se tornar “letra morta”. Para sustentar sua emenda, Tony citou exemplos das capitais São Paulo e Rio de Janeiro, que já aprovaram a regra para as redes municipal e privada, ao que o presidente da Câmara, Luiz Dutra (PDT), ponderou que os próprios diretores dessas instituições podem disciplinar o uso dos aparelhos.
 
João Gilberto Ripposati (PSDB) chamou os colegas a refletir sobre a ausência de representantes do segmento, mas considerou a medida como positiva para o bom funcionamento das escolas. O PL em questão proíbe o uso de celulares, walkman, diskman, players musicais e câmeras digitais, entre outros equipamentos, nas salas de aula e demais espaços destinados ao ensino-aprendizagem. José Vandir fez questão de reiterar diversas vezes que os alunos e professores não estão proibidos de levar esses aparelhos para a escola, contudo agora o uso será regulamentado.
 
Ele foi bem econômico ao ser questionado quanto à possibilidade de o prefeito vir a vetar parcialmente a nova legislação, exatamente no ponto em que trata das escolas da rede privada. “Eu penso que pode, mas não tenho opinião formada totalmente, a não ser que na regulamentação deixe claro como será a fiscalização. Ficará por conta do prefeito [Anderson Adauto] e do secretário de Governo [Rodrigo Mateus]”, disse o titular da Seduc.
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - TUYO

Por: André Montandon Um dos principais nomes da música independente da atualidade, retornou à Uberaba no dia 15 de abril, a convite do Laboratório 96, para um show super especial em comemoração ao 6 anos deste importante espaço cultural, no Teatro Sesi Minas. Mesmo em meio a "turbulência" provocada pela pandemia da Covid-19, Jean Machado e as irmãs Lilian (Lio) e Layane Soares (Lay) , apresentaram ao público em 2021, o seu terceiro álbum  - "Chegamos Sozinhos em Casa", que foi recebido com muito carinho pelos fãs e pela crítica especializada. O reconhecimento deste novo trabalho foi confirmado com indicações ao Prêmio Multishow na categoria “Canção do Ano” com a música “Sonho da Lay” e ao Grammy Latino na categoria "Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa". Única banda brasileira a integrar o show de abertura do Festival South by Southwest 2022 (SXSW), realizado em março, a Tuyo agora apresenta um novo registro de sua ida a Austin, no Texa

CONQUISTAS UBERABENSES NO ATLETISMO PARALÍMPICO E NO JIU-JITSU

  As feras  José Humberto Rodrigues  (popularmente conhecido como Batata) e  Poliana Sousa  da Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba - ADEFU , conquistaram três medalhas de ouro na  classe  F54 da   2ª  Etapa Nacional do Circuito Loterias Caixa de Atletismo Paralímpico , realizada  nos dias 18 e 19 de junho,  no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo/SP.  Contando com a supervisão do técnico Célio Tavares, Batata sagrou-se campeão no  lançamento de dardo  com a  marca de 23,78m.  Já Poliana, garantiu os títulos no  arremesso de peso e  lançamento de dardo  após atingir as marcas de  13,91m e  5,49m, respectivamente.     Ao todo, foram mais de 200 atletas participantes desta etapa.  Destaque ainda para  a craque Raissa Machado ,  ex-atleta da ADEFU que atualmente defende a IEMA de São Caetano do Sul/SP, que com um arremesso de 23,91m, garantiu a medalha de ouro na classe F56 do lançamento de dardo . A segunda  dela nesta temporada da competição. 🥇  Raissa, Batata, Poli