Pular para o conteúdo principal

Comerciante reprova mudanças no trânsito do bairro Boa Vista

Comerciante reprova mudanças que começaram a ser implantadas esta semana no trânsito do bairro Boa Vista. De acordo com Renato Batista Lino Manzan, a Prefeitura deveria ter comunicado a todos sobre as modificações, entretanto, nem mesmo um panfleto com instruções foi distribuído no bairro. As mudanças, segundo ele, foram impostas sem conversa.

Renato mora na rua Professor Chaves, onde  será implantado o sistema binário com a rua Itália, isto é, as vias mudarão o sentido e passam a ser mão única. “Acho desnecessária estas mudanças, fiquei sabendo das alterações através de jornais, sendo que ninguém da PMU procurou para conversar com os moradores, saber o que acham a respeito disso”, afirma Renato.

No início do mês passado, secretário e técnicos da Secretaria de Trânsito estiveram no bairro Morada do Sol para uma reunião com os moradores, a fim de explicar as alterações no trânsito, entretanto, a comunidade do bairro Boa Vista não foi convocada, mesmo que grande parte das mudanças fosse no local. “Se fosse chamado para reunião, com certeza estaria lá, pois era o momento em que teríamos a oportunidade de opinar sobre estas alterações, mas somente os moradores do bairro Morada do Sol foram convocados”, afirma Renato.

De acordo com a Secretaria de Trânsito e Transporte, as alterações vão proporcionar maior fluidez e segurança no trânsito. Várias vias do bairro Boa Vista receberão modificações com a implantação do sistema de binário. No bairro Fabrício também estão sendo realizadas alterações, como a inversão de sentido de circulação na rua Jaime Bilharinho e implantação de semáforo no cruzamento da avenida Leopoldino de Oliveira com a rua Coronel Bento Ferreira.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BATE-PAPO COM O TENISTA JOÃO MENEZES

Por: André Montandon


Com apenas 22 anos, João Menezes já é um dos principais nomes do tênis brasileiro. Vivendo o seu melhor momento na carreira, o uberabense ocupa atualmente a 210º posição no ranking mundial da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro. Apaixonado pelo esporte, o atleta contou com a influência e o apoio da família no desenvolvimento no tênis. Agora com a conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos, busca alcançar grandes títulos e chegar forte nas Olimpíadas de Tokio 2020.
Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurgias no joelho esquerdo e uma lesão na coluna. Mas, pelo apoio do pai, seu grande incentivador, ele retomou os treinamentos em busca dos seus sonhos. 
Confira o nosso bate-papo com esse grande atleta uberabense:
- João, quando começou o seu interesse pelo tênis; os primeir…

UMA BREVE HISTÓRIA DE UBERABA

O povoamento da região de Uberaba teve início, no final do século XVIII, com sesmarias concedidas pela Capitania de Goiás, entre elas, a Fazenda das Toldas, ainda existente, concedida a Tristão de Castro Guimarães, e as Fazendas Santo Inácio, Ponte Alta e Bebedouro, concedidas, em 1799, ao Tenente Joaquim da Silva e Oliveira, irmão do Sargento-Mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira, todas estas fazendas situadas ao sul da atual Uberaba.

O povoado de Uberaba, foi fundada, em 1809, pelo sargento-mor comandante da Companhia de Ordenanças do Distrito do Julgado do Desemboque da Capitania de Goiás, Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira.
A primeira casa de Uberaba, construída pelo Sargento-Mor Antônio Eustáquio, localizava-se na atual esquina da Praça Rui Barbosa com a Rua Artur Machado, do lado esquerdo de quem desce a rua Artur Machado.

Uberaba surgiu pela migração de familias que deixaram as já esgotadas regiões produtoras de ouro, porém fracas para agricultura, da Capitania d…