Pular para o conteúdo principal

Velocidade na rua Medalha passa a ser controlada

A Rua Medalha Milagrosa deverá receber, já na próxima semana, um radar, que flagrará os excessos acima de 40 quilômetros por hora. Desde a sua transformação em mão única, em novembro do ano passado, que a via vem sendo utilizada por alguns motoristas como pista de corrida, representando um risco, especialmente para quem transita no local. A instalação do equipamento – cuja ordem de serviço já foi assinada – depende agora da finalização dos estudos por parte da empresa responsável quanto ao local exato onde será afixado.

Via de tráfego intenso, a rua Medalha Milagrosa faz a ligação entre dois importantes bairros da cidade, Mercês e São Benedito, e a chegada do radar ao local divide opiniões na Câmara. Para o vereador Afrânio Cardoso de Lara Resende (PP), a medida é necessária para preservar vidas e dar mais segurança ao trânsito. Tanto que se reuniu por duas vezes com o prefeito Anderson Adauto (PMDB) para tratar deste assunto. O progressista integra uma comissão especial, criada pelo Legislativo para discutir este segmento, que está sendo alvo de várias intervenções em pontos diversos da cidade.

Deste grupo também faz parte o petista José Severino, para quem os radares são o mecanismo que mais funciona quando se trata de reduzir os excessos. Já o presidente da Casa, Luiz Dutra (PDT), considera que o equipamento deve ser visto como o último recurso e só depois de esgotados todos os estudos em busca de alternativas, enquanto Tony Carlos (PMDB) gostaria de ver uma lombada no local. Esta hipótese, porém, foi descartada por técnicos face à inclinação da via.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon

João Carlos Paranhos Nogueira é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade. 
Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquática 14 Bis, …

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - RENATO CALANGO

Por: André Montandon O músico, compositor, poeta, interprete e produtor Renato Calango tem a música em seu DNA.Juntamente com outros talentosos artistas criaram o Movimento Calango. A intenção do Movimento e dos que o vivenciam, é criarem composições musicais em vários estilos diferentes, agregando a maior diversidade de sonoridade possível, buscando uma alta carga de liberdade criativa sem se desligarem das suas ecléticas preferências e influências musicais, culturais, artísticas e ideológicas.Tem a característica de ser uma proposta artístico-musical aberta, na tentativa de realizar as mais diversas parcerias com os mais diferentes tipos de artistas e pensadores, tanto para compor, quanto para produzir e se apresentar ao vivo.Não seguem nenhum estilo musical, mas caminham por vários deles, desde que seja uma proposta artística viável, de bom gosto, harmoniosa ou até mesmo quando estiver fora da “beleza” convencionalmente imposta. Tentam, na medida do possível, se despir de pré-concei…