Pular para o conteúdo principal

Estádio JK Casa do Nacional Futebol Clube receberá benfeitorias

Quando a nova diretoria do Nacional assumiu o clube no início deste ano, a maior preocupação era com o setor administrativo. Em virtude das dívidas, este trabalho ainda continua. Entretanto, outras três ações que estão sendo executadas pelos diretores do Naça no segundo semestre chamaram a atenção. 

Com a reforma no estádio Uberabão, que está avaliada em pouco mais R$ 400 mil, não só o Uberaba Sport Club será beneficiado. O Naça, através de uma solicitação formal feita ao diretor da Autarquia Marcelo Rossetti e ao prefeito Anderson Adauto (PMDB), ganhará o sistema de irrigação do estádio. “Quando nós recebemos a informação de que o Uberabão iria receber algumas reformas, o presidente do Nacional, o Salem Ibrahim, procurou autarquia do Uberabão para ganharmos a irrigação. Fizemos o ofício e o prefeito aceitou nosso pedido. Assim que realizar a troca do sistema de irrigação no Uberabão, iremos levar o material para o estádio JK,” afirmou o diretor financeiro do Nacional, Antônio Carlos de Oliveira.

Além da irrigação, parte do gramado do Uberabão será replantado no estádio JK, para que os jogos da Segunda Divisão de Minas Gerais, em 2012, sejam realizados na casa do Naça. “Nossa diretoria está trabalhando com planejamento. Está faltando o alvará do Corpo de Bombeiros. Estamos em um período de adequação. Isso demanda tempo e dinheiro. Mas o objetivo é deixar o estádio JK em condições ideais para Segunda Divisão do ano que vem”, explicou o dirigente.

Quanto ao clube social, a reinauguração estava pré-agendada para o dia 1º de outubro. No entanto, a data foi adiada. “Estávamos prevendo reabrir o clube no primeiro dia do próximo mês. Mas a tinta demorou um pouco e acho que vamos prorrogar a reinauguração. Acredito que fique para o dia 10 ou 15 de outubro”, revelou Antônio Carlos. 

Já o departamento de Futebol do Alvinegro, continua com o trabalho de observação. “O Luiz Cecílio (diretor de Futebol) está obsevando com muita atenção os jogadores da base. O objetivo é observar os atletas da cidade para que no futuro a gente não coloque o time em dificuldades”, concluiu.


Isso mostra que o Naça esta preparando para voltar realmente com força total, o ano que vem para disputar o Campeonato Mineiro 2012........... Vamo Naça

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BATE-PAPO COM O TENISTA JOÃO MENEZES

Por: André Montandon


Com apenas 22 anos, João Menezes já é um dos principais nomes do tênis brasileiro. Vivendo o seu melhor momento na carreira, o uberabense ocupa atualmente a 210º posição no ranking mundial da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro. Apaixonado pelo esporte, o atleta contou com a influência e o apoio da família no desenvolvimento no tênis. Agora com a conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos, busca alcançar grandes títulos e chegar forte nas Olimpíadas de Tokio 2020.
Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurgias no joelho esquerdo e uma lesão na coluna. Mas, pelo apoio do pai, seu grande incentivador, ele retomou os treinamentos em busca dos seus sonhos. 
Confira o nosso bate-papo com esse grande atleta uberabense:
- João, quando começou o seu interesse pelo tênis; os primeir…

UMA BREVE HISTÓRIA DE UBERABA

O povoamento da região de Uberaba teve início, no final do século XVIII, com sesmarias concedidas pela Capitania de Goiás, entre elas, a Fazenda das Toldas, ainda existente, concedida a Tristão de Castro Guimarães, e as Fazendas Santo Inácio, Ponte Alta e Bebedouro, concedidas, em 1799, ao Tenente Joaquim da Silva e Oliveira, irmão do Sargento-Mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira, todas estas fazendas situadas ao sul da atual Uberaba.

O povoado de Uberaba, foi fundada, em 1809, pelo sargento-mor comandante da Companhia de Ordenanças do Distrito do Julgado do Desemboque da Capitania de Goiás, Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira.
A primeira casa de Uberaba, construída pelo Sargento-Mor Antônio Eustáquio, localizava-se na atual esquina da Praça Rui Barbosa com a Rua Artur Machado, do lado esquerdo de quem desce a rua Artur Machado.

Uberaba surgiu pela migração de familias que deixaram as já esgotadas regiões produtoras de ouro, porém fracas para agricultura, da Capitania d…