Pular para o conteúdo principal

Resíduos do Água Viva esta gerando transtornos no bairro Cartafina

Moradores da rua Bernardo Berber Martinez, localizada no bairro Silvério Cartafina, reclamam de terreno que tem virado depósito de lixo e entulho. Conforme informações de residentes da via, constantemente caminhão de construtora que presta serviços no projeto Água Viva vai até o local, onde descarrega terra e sujeira.

De acordo com Patrícia Ferreira, filha de moradora da rua, vários montes de terra retirados de outros locais são jogados naquele terreno, assim como entulhos. “Diariamente, diversos caminhões de uma construtora, empresa prestadora de serviços para a Prefeitura no projeto Água Viva no bairro, despeja vários caminhões de terra e sujeira no terreno.” Nesta rua mora um senhor de 82 anos que faz uso contínuo de oxigênio e é obrigado a ficar com a casa fechada por conta da ação do vento, que leva poeira para dentro da residência, comenta Ferreira.

Os moradores não sabem dizer de quem é o terreno. A princípio acreditavam ser de um frigorífico. Mas também ouviram dizer ser de propriedade da Prefeitura e a partir de então fizeram abaixo-assinado reclamando sobre a situação do terreno, que foi entregue na Prefeitura. Diante do documento foram informados de que o terreno pertence ao Estado de Minas Gerais, explica Ferreira.

De acordo com engenheiro da construtora cujos caminhões descarregam no terreno, José Humberto Dal Secco Nóbrega, a área é de um frigorífico. “Estamos aproveitando a terra retirada de obras do programa Água Viva para descarregar no local, onde estamos fazendo o aterro a pedido do proprietário. No entanto, hoje a construtora encaminhará trator para acertar o terreno, jogando a terra para o fundo, e um caminhão-pipa para lavar a rua.”

De acordo com diretor do departamento de Posturas, Renato Formiga, os moradores devem ter compreensão, pois o serviço que está sendo feito no local é de aterramento. “Os imóveis em situação irregular são autuados, mas neste caso o procedimento é normal, já que faz parte do nivelamento do local. A construtora está dentro das normas de construções regidas pelo município. Porém as empresas devem ter bom senso de jogar água no local para amenizar a poeira, principalmente nesta época de seca.”




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ELEIÇÕES 2020: COMO ESCOLHER O MEU CANDIDATO?

As eleições estão chegando!!! É hora de escolher os nossos representantes municipais. Neste momento importante nas nossas vidas é fundamental pesquisar e conhecer melhor quem está concorrendo aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador em nossa cidade.  Para escolher seu representante, é de suma importância identificar os valores relevantes para você e o que você deseja que o político defenda. Vale lembrar que o bem comum é tão importante quanto os seus próprios interesses.  Apresentamos a seguir, algumas ferramentas gratuitas disponíveis na rede para te ajudar a escolher os seus candidatos: ➤ Justiça Eleitoral – www.justicaeleitoral.jus.br   ( Apresenta dados detalhados sobre todos os candidatos que pediram registro à Justiça Eleitoral, suas propostas de governo,  patrimônio declarado,  site do candidato, entre outras  informações) ; ➤ Tem meu voto -  www.temmeuvoto.org    (C onsiderada uma espécie de “Tinder das eleições”, a plataforma a juda o eleitor a escolher candidatos most

BLACK PANTERA ANUNCIA EP EM COMEMORAÇÃO AO DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Sempre envolvidos com o movimento negro, os integrantes da   Black Pantera aproveitaram uma pausa nas gravações do novo álbum para lançar o EP “Capítulo Negro” , em comemoração ao Dia da Consciência Negra . Eles escolheram três músicas com discurso forte sobre empoderamento e fizeram novas versões; “Identidade” (Jorge Aragão), “Todo Camburão Tem Um Pouco de Navio Negreiro” (Alexandre Meneses/ Marcelo Lobato/ Marcelo Yuka/ Nelson Meirelles), sucesso do álbum de estreia d'O Rappa e “A Carne” (Marcelo Yuka/ Seu Jorge/ Ulisses Cappelletti), conhecida na voz de Elza Soares. Banda faz releituras para clássicos de Elza Soares, O Rappa e Jorge Aragão. Foto: Divulgação Como as músicas estão ligadas pelo mesmo tema, racismo e luta contra o preconceito, o power trio  uberabense também produziu um curta de 12 minutos dirigido por Leonardo Ramalho da Pajé Filmes, que já fez anteriormente os clipes de “Punk Rock Nigga Roll” e “I Can’t Breathe”, lançado como um protesto inflamado pelo assassinat