Pular para o conteúdo principal

Começam as obras de combate às enchentes no centro da cidade

Canteiro de obras para a realização de nova etapa do programa Água Viva começou a ser montado ontem no final da avenida Leopoldino de Oliveira, na início da Univerdecidade. Os trabalhos do projeto de macrodrenagem no local devem se iniciar hoje e a intenção da Prefeitura é concluir esta primeira fase antes do Natal.

Nesta primeira etapa serão abertos quatro quilômetros de avenidas. Após a remoção do pavimento e escavação, será colocada a estrutura do canal, além da criação de bocas-de-lobo. Só então a pavimentação será recomposta. A nova galeria será construída apenas de um lado da pista, entretanto, o outro lado também será fechado para a movimentação de máquinas.

As obras acontecem na Leopoldino de Oliveira, da rua Cândida Mendonça Bilharinho até a avenida Santos Dumont; na avenida Santos Dumont, até a Praça de Esportes; na Santa Beatriz, até próximo à rua Prata, e na avenida Pedro Salomão, até a rotatória atrás do antigo Carrefour. 

De acordo com o Codau, as máquinas permanecerão 21 dias em frente de cada imóvel, sendo que elas deverão avançar cerca de 40 metros a cada três dias. Durante esse período, moradores ficarão impossibilitados de entrar ou sair com veículos das garagens. Para esta primeira etapa, os investimentos são de R$30,3 milhões, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 1).

Em relação ao trânsito nestes locais, o subsecretário de Trânsito, coronel Antônio de Souza Filho, afirma que a Guarda Municipal atuará no sentido de orientar e conduzir o trânsito, interferir na sinalização nos momentos de pico e proporcionar, dentro das limitações, fluidez, além de amparar pedestres durante a travessia. A Polícia Militar estará inserida no trabalho em parceria com a GM para dar mais segurança ao trânsito, comenta. 

Como a obra vai continuar em 2012, os GMs que terão aula inaugural no dia 8 de setembro receberão dentro do conteúdo programático a preparação para trabalhar durante as obras. “O servidor público tem que ter a compreensão da grandeza da obra e que vai trabalhar com condutores irritados e impacientes e precisa ser preparado para atuar positivamente neste cenário.”

O curso deve durar cerca de três meses, mas a fase de estágio será feita no entorno do Água Viva. Segundo o subsecretário, atualmente existe limitação de efetivo, mas a GM, com um reforço do município, diante da importância incontestável e da demanda crescente, com os novos agentes, passa a ter contingente total de 143 profissionais.



É ai que o bicho vai pegar.....................





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FIQUE LIGADO NAS LIVES SHOWS DESSA SEMANA

As transmissões ao vivo pela internet se tornaram uma forma dos artistas manterem o contato com os fãs e continuar fazendo shows mesmo em meio à quarentena devido ao novo coronavírus.
Confira a seguir a lista de tudo que vai rolar nessa semana. Tentaremos mantê-la o mais atualizada possível, adicionando novos shows à medida que eles forem sendo confirmados.

11 DE MAIO (SEGUNDA-FEIRA)
► Sérgio Britto - 17h - (Instagram) ► Festival DoSol Sessions - Alyra - 18h (Instagram ou YouTube) ► Em Casa com Sesc - Toninho Ferragutti - 19h (Instagram) ► Cante Por Nós 2º Edição - 3030 - 19h (Instagram) ► Adão Negro - 20h - (YouTube) ► Nannah - 20h - (Youtube) ► Thaide - 20h - (YouTube) ► Bon Jovi, Mariah Carey, Billy Joel e Sting no festival Rise Up New York! - 20h - (Instagram)
► Festival #CulturaEmCasa - Ricardo Trip (Peixelétrico) - 21h30 - (Facebook, YouTube ou www.culturaemcasa.com.br) ► Steve Aoki, Tony Hawk, Shaun White e Kelly Slater - 22h - (YouTube)
12 DE MAIO (TERÇA-FEIRA)
►Flávio Venturi…

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MARCELO JENECI

Por: André Montandon 
Desembarga em Uberaba nesse sábado (19), um dos grandes nomes da nova música popular brasileira para uma apresentação especial no Laboratório 96. Pela primeira vez na cidade, Marcelo Jeneci, chega com a turnê de lançamento do seu terceiro álbum, Guaia, onde o artista volta as suas origens ao homenagear Guaianases, zona leste de São Paulo, bairro em que nasceu. Além de trazer experimentos musicais que se juntam à famosa sanfona do cantor e compositor, em uma mescla de acústicos, sintéticos e regionais que resgatam a trajetória de Jeneci ao longo de sua formação musical.

Aproveitamos essa ilustre visita, para bater um papo exclusivo com esse grande artista. Confira 😉
- Conte-nos um pouco sobre o seu novo álbum, Guaia, que remete as suas origens, e que contou com grandes participações?

Marcelo Jeneci - Guaia, porque sou de guaianases, da zona leste de São Paulo. Porque eu cresci na escola pública, "Viva os professores!". Tendo uma família em que minha mãe m…