Pular para o conteúdo principal

Combustível sobe e pode sumir das bombas nos postos da cidade

O litro do etanol hidratado vendido nas usinas teve um aumento de mais de 44% em comparação com o mesmo período do ano passado. O reflexo começa a ser sentido na cidade de Uberaba. Nesta semana aconteceu um novo reajuste nos combustíveis.

Segundo o diretor da Associação dos Revendedores de Derivados de Petróleo de Uberaba (Minaspetro), José Antônio Nascimento Cunha, houve alta na gasolina e no etanol na distribuidora. Ele revela ainda que o mercado já sente também falta do produto. “Para se ter uma ideia, o álcool e a gasolina subiram uma média de R$0,10. Um dos motivos está na falta do etanol hidratado e do anidro”, observou. 

A cidade paulista de Ribeirão Preto, região considerada o maior polo produtor de álcool do país, também apresenta alta. O comportamento está ligado à quebra da safra de cana de 8,39%, anunciada há 13 dias pela União da Indústria de Cana-de-açúcar, e também pela pressão dos carros flex. Nesta época do ano, os preços geralmente estão mais baixos. Entre 2009 e 2010 a variação era de 13,7% no hidratado e de 15,58% no anidro, nesse mesmo período. Segundo Jose Antônio, este ano está atípico. 

O empresário Roberto Balsanufo Costa e Filho diz que o problema está na origem do fornecimento. As refinarias não estão suportando a demanda pelo produto. “Todas as distribuidoras já aumentaram em R$0,15 o produto e alegam não ter para vender. Então, o problema está vindo lá da matriz”, reforça. Ele complementa que a cidade terá um problema gigantesco nos próximos dias com a falta do combustível. “Não terá data para solução. Aqui ainda não acabou porque quem tem um poder aquisitivo maior está retirando da cidade de Paulínia [interior de São Paulo]. Estou tentando comprar para o fim de semana, e as distribuidoras não têm o produto para vender. As que têm aproveitam da situação, cobrando mais caro e sem garantia de entrega”, ressalta.

De acordo com o empresário, o aumento ainda não foi repassado ao consumidor, mas provavelmente isso irá acontecer. “A gasolina deverá chegar a R$3,10 em poucos dias. O problema é em nível nacional, não é só em Uberaba”, finaliza.

Vai começar de novo a briga entre a Gasolina e os Clientes, a gasolina vai para R$ 3,10 isso é absurdo, tá na hora de fazer de novo o protesto NA MESMA MOEDA, para ver se ele abaixam a gasolina novamente.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon

João Carlos Paranhos Nogueira é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade. 
Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquática 14 Bis, …

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - RENATO CALANGO

Por: André Montandon O músico, compositor, poeta, interprete e produtor Renato Calango tem a música em seu DNA.Juntamente com outros talentosos artistas criaram o Movimento Calango. A intenção do Movimento e dos que o vivenciam, é criarem composições musicais em vários estilos diferentes, agregando a maior diversidade de sonoridade possível, buscando uma alta carga de liberdade criativa sem se desligarem das suas ecléticas preferências e influências musicais, culturais, artísticas e ideológicas.Tem a característica de ser uma proposta artístico-musical aberta, na tentativa de realizar as mais diversas parcerias com os mais diferentes tipos de artistas e pensadores, tanto para compor, quanto para produzir e se apresentar ao vivo.Não seguem nenhum estilo musical, mas caminham por vários deles, desde que seja uma proposta artística viável, de bom gosto, harmoniosa ou até mesmo quando estiver fora da “beleza” convencionalmente imposta. Tentam, na medida do possível, se despir de pré-concei…