Pular para o conteúdo principal

Combustível sobe e pode sumir das bombas nos postos da cidade

O litro do etanol hidratado vendido nas usinas teve um aumento de mais de 44% em comparação com o mesmo período do ano passado. O reflexo começa a ser sentido na cidade de Uberaba. Nesta semana aconteceu um novo reajuste nos combustíveis.

Segundo o diretor da Associação dos Revendedores de Derivados de Petróleo de Uberaba (Minaspetro), José Antônio Nascimento Cunha, houve alta na gasolina e no etanol na distribuidora. Ele revela ainda que o mercado já sente também falta do produto. “Para se ter uma ideia, o álcool e a gasolina subiram uma média de R$0,10. Um dos motivos está na falta do etanol hidratado e do anidro”, observou. 

A cidade paulista de Ribeirão Preto, região considerada o maior polo produtor de álcool do país, também apresenta alta. O comportamento está ligado à quebra da safra de cana de 8,39%, anunciada há 13 dias pela União da Indústria de Cana-de-açúcar, e também pela pressão dos carros flex. Nesta época do ano, os preços geralmente estão mais baixos. Entre 2009 e 2010 a variação era de 13,7% no hidratado e de 15,58% no anidro, nesse mesmo período. Segundo Jose Antônio, este ano está atípico. 

O empresário Roberto Balsanufo Costa e Filho diz que o problema está na origem do fornecimento. As refinarias não estão suportando a demanda pelo produto. “Todas as distribuidoras já aumentaram em R$0,15 o produto e alegam não ter para vender. Então, o problema está vindo lá da matriz”, reforça. Ele complementa que a cidade terá um problema gigantesco nos próximos dias com a falta do combustível. “Não terá data para solução. Aqui ainda não acabou porque quem tem um poder aquisitivo maior está retirando da cidade de Paulínia [interior de São Paulo]. Estou tentando comprar para o fim de semana, e as distribuidoras não têm o produto para vender. As que têm aproveitam da situação, cobrando mais caro e sem garantia de entrega”, ressalta.

De acordo com o empresário, o aumento ainda não foi repassado ao consumidor, mas provavelmente isso irá acontecer. “A gasolina deverá chegar a R$3,10 em poucos dias. O problema é em nível nacional, não é só em Uberaba”, finaliza.

Vai começar de novo a briga entre a Gasolina e os Clientes, a gasolina vai para R$ 3,10 isso é absurdo, tá na hora de fazer de novo o protesto NA MESMA MOEDA, para ver se ele abaixam a gasolina novamente.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - O TEATRO MÁGICO

  Por: André Montandon "Senhoras e senhores, respeitável público pagão",  um dos projetos artísticos mais fascinantes do nosso país,   O Teatro Mágico , retorna aos palcos da vida para apresentar o seu mais recente trabalho,  " Luzente" . Álbum esse que rompe uma pausa de 5 anos e inaugura uma "Nova Era" para OTM, com uma sonoridade mais pop, moderna e dançante. Sendo o sétimo registro em estúdio do grupo, composta por  11 faixas,  gravadas no Rootsans Studios em São Paulo, com produção de Fernando Anitelli e Daniel Santiago. Contando ainda com o respeitado  engenheiro de som Rodrigo ‘Roots” Sanches,  ganhador de dois Grammys Latino, que cuidou da mixagem e masterização .  Além das participações especiais de Gustavo Anitelli, da  cantora Nô Stopa e do rapper Renan Inquérito. Nossa querida Uberaba não poderia ficar de fora da  rota dessa novo espetáculo, sendo contemplada com mais um show intimista de " Fernando Anitelli apresenta O Teatro Mágico Voz e

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - SKANK

  Por: André Montandon Após mais de 30 anos de estrada arrastando uma legião de fãs  pelos quatro cantos do país e sendo a trilha sonora da vida dos brasileiros, o Skank , resolveu dar uma pausa nessa fantástica história, pelo desejo individual dos integrantes de experimentar novos caminhos – musicais e pessoais.  Mas não antes de realizar um último ato intitulado a  “Turnê da Despedida” .  O desafio é encaixar em um mesmo roteiro tudo o que  Samuel Rosa (guitarra e voz), Lelo Zanetti (baixo), Henrique Portugal (teclados) e Haroldo Ferretti (bateria)  já deixaram gravado no coração do público desde o comecinho dos anos 90. Nessa jornada, foram nove álbuns de estúdio que somam mais de 5 milhões de exemplares vendidos, três ao vivo, e uma coleção de sucessos que não encontra paralelo nas últimas três décadas no país. Fora cerca de 40 hit singles, 29 deles entre as 100 canções mais tocadas do ano em todo Brasil, 25 em trilhas de novelas, dois mega-hits que marcaram fases distintas e i