Pular para o conteúdo principal

Carrefour encerra atividades na cidade de Uberaba /MG sem comunicar à Prefeitura do Municipio

Prefeitura de Uberaba não foi comunicada oficialmente do fechamento do Carrefour, assegurou ontem o prefeito Anderson Adauto (PMDB) ao ser questionado sobre o assunto durante participação no programa Linha Aberta, da Rádio JM 730kHz. AA só tomou conhecimento do encerramento das atividades do hipermercado nesta segunda-feira por meio do Jornal da Manhã e da emissora, que levou ao ar informação do fechamento ao vivo no momento em que ele concedia a entrevista. “Não tive nenhuma informação privilegiada. Soube do fechamento hoje [ontem] pela imprensa”, garantiu. 

Para ele, a decisão pode estar atrelada à negociação fracassada de fusão com o Grupo Pão de Açúcar, lembrando ser de conhecimento público sobre os problemas de gestão da rede francesa no Brasil. 

Entretanto, o prefeito critica a ausência do comunicado prévio à administração municipal. “Esta forma de fechar as portas, sem nos avisar previamente, é um gesto burro. Deveriam ter conversado conosco”, afirmou.

AA também garante que o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Assis, irá entrar em contato com a direção do hipermercado para buscar o posicionamento oficial sobre a questão. 

Ainda segundo ele, o município irá trabalhar em busca de novos investimentos para aquela área em curto espaço de tempo. “Acredito que não haverá problema em conseguir um novo empreendimento devido à localização e pela valorização do imóvel”, diz. 

Reestruturação.
No domingo (28), o hipermercado funcionou normalmente, com várias promoções aos consumidores, e funcionários, porém, após o fim do expediente, alguns trabalhadores começaram a fazer a retirada dos letreiros da fachada. Nesta segunda-feira, um comunicado foi fixado no portão de acesso confirmando o encerramento das atividades no município.  No comunicado, o Carrefour agradece aos colaboradores, consumidores, à própria a Prefeitura de Uberaba e em especial aos moradores, que sempre foram acolhedores e cordiais com o hipermercado ao longo destes anos. Em nota oficial, o hipermercado justifica o fechamento como “um amplo processo de reestruturação de suas operações alinhadas com o redesenho do modelo de negócio iniciado em 2010”. Inclusive, não haverá a troca de bandeira, para o atacado, como divulgado anteriormente pela assessoria de imprensa. Além disso, o órgão não soube informar como será feito o processo de rescisão do contrato de trabalho com os funcionários.

A unidade foi inaugurada em novembro de 2007 com investimentos da ordem de R$30 milhões em uma área construída de 7,8 mil m². O Carrefour Uberaba foi a sétima loja da rede inaugurada em Minas Gerais e a 142ª no Brasil.



 Uma pena, mais um supermercado que vai embora de Uberaba/MG..............




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - O TEATRO MÁGICO

  Por: André Montandon "Senhoras e senhores, respeitável público pagão",  um dos projetos artísticos mais fascinantes do nosso país,   O Teatro Mágico , retorna aos palcos da vida para apresentar o seu mais recente trabalho,  " Luzente" . Álbum esse que rompe uma pausa de 5 anos e inaugura uma "Nova Era" para OTM, com uma sonoridade mais pop, moderna e dançante. Sendo o sétimo registro em estúdio do grupo, composta por  11 faixas,  gravadas no Rootsans Studios em São Paulo, com produção de Fernando Anitelli e Daniel Santiago. Contando ainda com o respeitado  engenheiro de som Rodrigo ‘Roots” Sanches,  ganhador de dois Grammys Latino, que cuidou da mixagem e masterização .  Além das participações especiais de Gustavo Anitelli, da  cantora Nô Stopa e do rapper Renan Inquérito. Nossa querida Uberaba não poderia ficar de fora da  rota dessa novo espetáculo, sendo contemplada com mais um show intimista de " Fernando Anitelli apresenta O Teatro Mágico Voz e

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - SKANK

  Por: André Montandon Após mais de 30 anos de estrada arrastando uma legião de fãs  pelos quatro cantos do país e sendo a trilha sonora da vida dos brasileiros, o Skank , resolveu dar uma pausa nessa fantástica história, pelo desejo individual dos integrantes de experimentar novos caminhos – musicais e pessoais.  Mas não antes de realizar um último ato intitulado a  “Turnê da Despedida” .  O desafio é encaixar em um mesmo roteiro tudo o que  Samuel Rosa (guitarra e voz), Lelo Zanetti (baixo), Henrique Portugal (teclados) e Haroldo Ferretti (bateria)  já deixaram gravado no coração do público desde o comecinho dos anos 90. Nessa jornada, foram nove álbuns de estúdio que somam mais de 5 milhões de exemplares vendidos, três ao vivo, e uma coleção de sucessos que não encontra paralelo nas últimas três décadas no país. Fora cerca de 40 hit singles, 29 deles entre as 100 canções mais tocadas do ano em todo Brasil, 25 em trilhas de novelas, dois mega-hits que marcaram fases distintas e i