Pular para o conteúdo principal

Motoristas não respeitam as vagas de idosos e deficientes físicos

Idosos e pessoas com necessidades especiais encontram dificuldades para estacionar nos lugares destinados a eles por lei. O aposentado Mário Eduardo afirma que a população em Uberaba não está respeitando esse direito.  “Às vezes a gente tem que andar duas, três quadras porque não tem estacionamento. E como o idoso vai se locomover? E o pior é que o brasileiro é mal-educado, porque ele não deixa a vaga pro idoso e pro deficiente.” Em Uberaba são 900 idosos e 169 deficientes cadastrados para este tipo de estacionamento.

Outro problema enfrentado é em relação à distribuição desses locais. O aposentado Valdeci Nunes reclama que essas vagas que se concentram no centro da cidade “deveriam existir nos bairros onde tem muita gente que precisa.” E a fiscalização também é alvo de críticas dessas pessoas. O cadeirante Israel Garcez, por exemplo, diz que ela é ineficiente. “É raro você encontrar uma vaga de estacionamento para deficiente que esteja vazia. Não há fiscalização. Outro dia mesmo eu estava com uma amiga cadeirante e ela não conseguiu tirar o carro da vaga, porque um motociclista parou com a moto bem em cima.”

Ao todo, existem 169 vagas disponíveis para este público em Uberaba. A lei determina que 5% do estacionamento disponível da cidade sejam destinados aos idosos e 2% aos deficientes. O chefe da Seção de Educação no Trânsito e Estatística da Settrans, Hélio Reis dos Santos, reconhece a falta de respeito na utilização das vagas. Por isso mesmo, ele diz que a Semana Municipal de Inclusão Social no Trânsito deste ano, prevista para junho, vai focar na conscientização. Ele também anuncia que esses locais devem ser ampliados. “No centro, o Água Viva vai vir recuperando a área e não podemos pintar no momento. O melhor será esperar o projeto terminar para pintar novas vagas. Vamos ter muito mais, quando acabar.”

Sobre a distribuição das vagas, ele diz que isso depende da demanda e que as pessoas nos bairros que sentirem essa necessidade podem entrar em contato com a Settrans para que a questão seja avaliada. O telefone da secretaria é 3331-2308. Já a fiscalização é feita pela Guarda Municipal, mas o chefe do setor, Marco Túlio Gianvecchio, não foi encontrado para explicar como anda o processo na cidade.


Ninguém respeita nada, hoje em dia..........mesmo


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL 🎭

  Confira os principais eventos desse final de semana em Uberaba. Tentaremos manter a lista o mais atualizada possível, adicionando novos eventos à medida que eles forem sendo confirmados. Siga o zebunarede também pelas redes sociais: Facebook:  zebunarede.com Instagram:  @zebunarede Youtube:  zebunarede Twitter:  @zebunarede

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL 🎭

  Confira os principais eventos desse final de semana em Uberaba. Tentaremos manter a lista o mais atualizada possível, adicionando novos eventos à medida que eles forem sendo confirmados. Siga o zebunarede também pelas redes sociais: Facebook:  zebunarede.com Instagram:  @zebunarede Youtube:  zebunarede Twitter :  @zebunarede