Pular para o conteúdo principal

O ESQUADRÃO UBERABENSE EM TÓQUIO: ERCILEIDE LAURINDA

 

Neste segundo episódio da série sobre os nossos representantes nos Jogos de Tóquio 2020,  apresentamos um pouco sobre a trajetória de Ercileide Laurinda.

Com 44 anos de idade, atleta da bocha paralímpica desde 2003, Ercileide possui uma carreira vitoriosa pela classe BC4, tanto defendendo a equipe da ADEFU -  Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba, com pela Seleção Brasileira. 

Em sua primeira participação em competições, em 2003 em Petrópolis/RJ, já subiu ao pódio com a medalha de prata nos pares. Já em sua estreia em torneios internacionais pela Seleção, conquistou na Copa América de Montreal em 2009, nada menos que duas medalhas: ouro nos pares e bronze no individual. Em 2014, foi vice-campeã brasileira no individual. Medalha de prata nos pares na Copa América de 2015 em Montreal. No mesmo ano, faturou o bronze nos pares pelo Open Mundial de 2015 na Polônia. Pela Copa Brasil, foi bronze em 2016 e 2019, e ouro em 2017 nos pares. Em 2019, foi campeã na categoria individual do Campeonato Regional Centro-Oeste realizado aqui em Uberaba. Já no  Brasileiro, foram dois pódios: prata no simples e bronze nos pares. No mesmo ano, no Peru, conquistou em sua segunda participação em Jogos Parapan-Americanos, a medalha de prata nos pares. Na Copa América realizada em São Paulo, sagrou-se campeã nos pares, garantindo ao Brasil, a vaga nos Jogos Paralímpicos Tóquio 2020.

Parapan de Lima 2019 - Pódio de Eliseu, Marcelo e Ercileide. Foto: Daniel Zappe/EXEMPLUS/CPB

Agora, ela realizará mais uma sonho: Participar de uma edição das Paralímpiadas. "A sensação de representar Uberaba e o nosso país é a coroação de um trabalho que já vem sendo desenvolvido há muito tempo. As vezes sinto que a ficha ainda não caiu e agradeço a Deus e a todos que me apoiaram para que eu pudesse chegar até aqui e gritar bem alto. Caraca estou nas paralimpiadas!", comentou a atleta que competirá ao lado dos irmãos Eliseu e Marcelo dos Santos. 

Sendo uma das modalidades exclusiva do programa paralímpico, a bocha será disputada de 27 de agosto a 4 de setembro. As partidas nos pares BC4 começam em 01 de setembro, e as partidas valendo medalha no último dia. "A preparação para os jogos estão ocorrendo dentro do previsto. Já nos acostumamos com o fuso horário e estamos a todo vapor", completou a confiante atleta.

A cerimônia de abertura dos Jogos acontece às 8h (horário de Brasília) desta terça-feira (24), e  as competições seguem até o dia 5 de setembro. 

BOA SORTE ERCILEIDE! ESTAMOS NA TORCIDA!

Siga o zebunarede também pelas redes sociais:

Facebook: zebunarede.com

Instagram: @zebunarede

Youtube: zebunarede

Twitter: @zebunarede

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon João Carlos Paranhos Nogueira  é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade.  Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquátic