Pular para o conteúdo principal

DALÊ BRASIL!!!


O time brasil fez história nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Batendo o recorde de pódios de todos os tempos, igualou o número de ouros da Rio 2016. Fechando a participação nesta edição com sete ouros, seis pratas e oito bronzes, na 12ª posição no quadro de medalhas, uma acima da alcançada em 2016, sua melhor participação até então. 

Foto: Rafael Bello/COB

Das 21 medalhas, nove foram conquistadas por mulheres, outra marca histórica para a delegação brasileira. Além disso, Rebeca Andrade é a única atleta do país que conquistou mais de um pódio (prata no individual geral da ginástica artística e ouro no salto) na competição, tanto que foi homenageada sendo escolhida para ser a porta-bandeira na cerimônia de encerramento. Destaque para Formiga (futebol), que se igualou a Robert Scheidt (vela), Rodrigo Pessoa (hipismo) e Jaqueline Mourão (ciclismo MTB), em recorde de participações olímpicas (sete no total). 

Com as conquistas do futebol masculino, de Hebert Conceição no boxe, e Isaquias Queiroz na canoagem, pela primeira vez, o Brasil conquistou três medalhas de ouro em um mesmo dia. Outro motivo para comemorar é a conquista de medalhas em 13 modalidades diferentes, uma a mais do que na Rio-2016. Esse resultado deixa o Brasil em sexto lugar entre os países que mais medalharam em modalidades diferentes. O skate e boxe foram os mais premiados, com três medalhas cada.  

O resultado mostra um crescimento do esporte olímpico brasileiro, que, nos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019, também alcançou seu melhor desempenho ao ficar em 2º lugar no quadro de medalhas. Simplesmente incrível! Mesmo em meio a todas as adversidades de muitos dos nossos atletas, que sem grandes investimentos e apoio, rompem barreiras em busca do sonho olímpico. 

Foto: Reprodução da internet

Confira as medalhas conquistadas pelo Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio:

Ouro

Ítalo Ferreira – Surfe - Primeiro medalha de ouro da modalidade na história dos Jogos Olímpicos;

Rebeca Andrade – Ginástica Artística - Primeira mulher com duas medalhas olímpicas em uma mesma edição, inéditas para a ginástica feminina brasileira;

Martine Grael e Kahena Kunze – Vela - Bicampeãs olímpicas (consecutivo);

Ana Marcela Cunha – Maratona Aquática - Vitória inédita em Jogos Olímpicos;

Isaquias Queiroz – Canoagem velocidade - Vitória inédita em Jogos Olímpicos e 4ª medalha olímpica do atleta;

Hebert Conceição – Boxe - 2ª medalha de ouro da modalidade em Jogos Olímpicos;

Futebol masculino - Bicampeonato consecutivo;

Prata

Kelvin Hoefler – Skate Street - 1ª medalha de prata da modalidade em Jogos Olímpicos;

Rayssa Leal – Skate Street -   medalha de prata da modalidade em Jogos Olímpicos. Aos 13 anos, a nossa fadinha se tornou a mais jovem medalhista do Brasil. 

Rebeca Andrade – Ginástica Artística

Pedro Barros – Skate Park -  medalha de prata da modalidade em Jogos Olímpicos;

Beatriz Ferreira – Boxe - 2ª medalha olímpica brasileira no boxe feminino;

Vôlei feminino - Garantiu a 21ª medalha do país neste edição dos Jogos (Aos 40 anos, Carol Gattaz, se tornou a mais velha medalhista olímpica do Brasil);

Bronze

Fernando Scheffer – Natação - Conquistou a 8ª medalha da modalidade em Jogos Olímpicos;

Bruno Fratus – Natação Conquistou a 9ª medalha da modalidade em Jogos Olímpicos;

Laura Pigossi e Luisa Stefani – Tênis - 1ª medalha olímpica do tênis brasileiro;

Thiago Braz – Atletismo -  Sua 2ª medalha olímpica consecutiva;

Alison dos Santos – Atletismo - Quebra do recorde sul-americano e conquista de uma medalha individual na pista que não vinha desde os jogos 1988;

Abner Teixeira – Boxe - 5ª medalha olímpica de bronze do boxe brasileiro; 

Mayra Aguiar – Judô - Medalhista em três edições seguidas;

Daniel Cargnin – Judô - Conquistou a 23ª medalha do judô brasileiro em Jogos Olímpicos;


Parabéns às guerreiras e guerreiros brasileiros, vocês são demais💪👊

O Jogos de Paris 2024 prometem!!!


Siga o zebunarede também pelas redes sociais:

Facebook: zebunarede.com

Instagram: @zebunarede

Youtube: zebunarede

Twitter: @zebunarede

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - TUYO

Por: André Montandon Um dos principais nomes da música independente da atualidade, retornou à Uberaba no dia 15 de abril, a convite do Laboratório 96, para um show super especial em comemoração ao 6 anos deste importante espaço cultural, no Teatro Sesi Minas. Mesmo em meio a "turbulência" provocada pela pandemia da Covid-19, Jean Machado e as irmãs Lilian (Lio) e Layane Soares (Lay) , apresentaram ao público em 2021, o seu terceiro álbum  - "Chegamos Sozinhos em Casa", que foi recebido com muito carinho pelos fãs e pela crítica especializada. O reconhecimento deste novo trabalho foi confirmado com indicações ao Prêmio Multishow na categoria “Canção do Ano” com a música “Sonho da Lay” e ao Grammy Latino na categoria "Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa". Única banda brasileira a integrar o show de abertura do Festival South by Southwest 2022 (SXSW), realizado em março, a Tuyo agora apresenta um novo registro de sua ida a Austin, no Texa

CONQUISTAS UBERABENSES NA PETECA, KARATÊ E HANDEBOL

  Neste sábado (04), o grande  Reginaldo Damião  sagrou-se campeão na categoria Kumite - classe Master (41 a 50 anos) 75 kg+, da etapa final do Campeonato Mineiro de Karatê , realizado em Araguari/MG. Um título de superação do atleta, após passar por uma grave lesão no braço. Com a conquista da medalha de ouro, Damião classificou-se para o Campeonato Brasileiro que será realizado em dezembro, em Caucaia/CE.  Foto:  facebook.com/reginaldodamiao Já no domingo (05) em Rio Verde/GO, a fera  Douglas Silva conquistou ao lado Delgado e Rafael, a categoria adulto (1ª classe) da  Copa do Brasil de Peteca , superando por 2 sets a 0 (25/22, 25/16) a jovem dupla Fernandinho e Luan. Em seguida, foi a vez de seu pai José Adolfo  que baixo de categoria (atleta 60+), garantir ao lado de Ricardo Moído e Adalto, o título da categoria 50+.  Pódio  da categoria adulto (1ª classe) à esquerda. Douglas e seu pai José Adolfo à direita.  Foto:  facebook.com/douglassilva Ainda no domingo, Uberaba foi palco da L