Pular para o conteúdo principal

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MANÉ GALINHA

 

Por: André Montandon

Em uma mistura perfeita de ritmos baseada na herança afro ao redor do mundo, que une pop, axé, funk, samba, rock, disco, soul, R&B e groove, o Mané Galinha (nome em referência ao famoso personagem do filme Cidade de Deus), criou um estilo próprio e um repertório vasto, com a identidade e diversidade exata, proporcionando ao público um clima envolvente de festa, alegria e celebração. Além das canções, hits e clássicos da cultura Black Music.

A versatilidade também é uma marca do grupo. Que desenvolveu diversos formatos para atender a todos os gostos e os mais diversos eventos. Em comemoração aos 4 anos de estrada, estão lançando nesta sexta-feira (19), o seu primeiro EP - intitulado de "Pra Elas".

Aproveitando esse momento especial da banda, batemos um papo com eles para saber um pouco mais da trajetória, do EP e das novidades. Confira 😉

- Para iniciar, vamos falar sobre a trajetória do grupo. Sua formação, principais referências músicas, como tudo começou.

Mané Galinha - O Mané nasceu como um quarteto, no final de 2016, com uma proposta de repertório totalmente voltado para a Soul Music, principalmente a internacional. Eram shows bem intimistas e que tinham uma resposta muito bacana da galera que ia nas nossas apresentações. Com o tempo, a medida que tocávamos, as coisas começaram a caminhar de uma forma diferente e, como sempre dizemos, o público foi moldando o que ele queria da banda. A galera queria cantar junto, daí o repertório foi mudando ao longo do tempo, criamos produtos para atender a todos os públicos e a banda foi evoluindo e crescendo.

Hoje somos 7 músicos (Hamid, Basílio, João, Luís, Tony, Giovani e Franklin). Voz, teclado, guitarra, metais, baixo, bateria e percussão, além de toda uma equipe que trabalha junto conosco.

A veia da black music continua presente nos nossos arranjos, mas somamos a ela, o tempero brasileiro sabe?!

Nesses 4 anos de banda, criamos um show de tributo ao Tim Maia, ajudamos a resgatar o carnaval nos bares com o Bloco do Galinha, temos o Baile do Mané pra casamentos e formaturas, fora o show especial com as origens da banda. Estamos em constante evolução. Buscando sempre o melhor.

Apresentação do Bloco do Galinha no carnaval 2020. Foto: Instagram da banda 

- Como foi o processo de produção e escolha do repertório para o EP?

Mané Galinha - Estávamos em um momento de crescimento, principalmente com as quintinhas, o sucesso dos ensaios abertos pro carnaval, o Bloco do Galinha e, com a pandemia, tudo parou de uma hora pra outra. Sofremos como o mundo todo e, principalmente, como o nosso setor. Mas nas nossas vídeo chamadas semanais, achamos que seria o momento ideal pra trabalhar no nosso primeiro EP. Seria um momento nosso. Voltado exclusivamente para a produção do álbum. Sem aquela correria do dia a dia, sabe?! Passagem de som, fechamento de contratos, ensaios, viagens... Era o momento da banda. A produção foi uma delícia. Foram horas e mais horas no Estúdio 2, de trocas de idéias, de conversas, de definição dos rumos que queríamos pro Mané. Levávamos comida, bebida, assistíamos vídeos, então de certa forma foi um momento de confraternização também. Foi maravilhoso.

A escolha, na real, foi bem simples porque todas essas músicas sempre são muito pedidas pelo público nos nossos shows. Elas tem o dna do Mané Galinha. Então, as pessoas sempre pediam que lançássemos para que pudessem ouvir em outros momentos fora os shows. São músicas atuais saca?! De novos artistas assim como nós.

- Vai rolar live de apresentação do álbum e/ou vídeo clipe de alguma das faixas?

Mané Galinha -  Pra esse EP preparamos três pequenos vídeos, contando como ele foi produzido, sobre a escolha do título, quais as músicas além das imagens de bastidores. Eles inclusive estão no nosso Youtube e Instagram.

- Quais são os planos para 2021, quando a banda completa 5 anos de história?

Mané Galinha - Queremos retomar tudo que ficou estacionado em 2020. Se tudo der certo e o carnaval acontecer no meio do ano, queremos colocar o Bloco do Galinha nas ruas. Vamos trabalhar pra gravar e lançar o DVD Viva Tim Maia. Temos mais alguns singles já gravados para sair nas plataformas digitais, além da nossa primeira música autoral.

Mas na real, o plano principal é voltar a tocar. Subir no palco novamente. Levar toda a alegria e animação do nosso bonde. E tem uma surpresa também.

Tributo a Tim Maia no Domingo na Conha em 2019. Foto: Instagram da banda 

- Manda um recado para a galera que segue o nosso blog e que é fã do trabalho do Mané Galinha.

Mané Galinha -  Galera do Zebu na Rede, Cocoricó pra TODOS VOCÊS. Esperamos que curtam nosso EP. Ele foi feito com muito carinho, nos mínimos detalhes PRA ELAS, mas pra toda a nossa manézada também. Estamos morrendo de saudades dos palcos, de poder cantar e tocar pra vocês. Logo logo estaremos juntos cantando de galinha! Feliz natal pra todos e, principalmente, um ano de 2021 com muita energia positiva e amor pra todos!


Obrigado galera!!! Desejamos à vocês ainda mais sucesso!

Aproveite para curtir em primeira mão, o EP PRA ELAS. Que já está disponível nas principais plataformas digitais:

Curtiu esse entrevista?
Quer saber mais sobre a banda?
Acesse:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog