Pular para o conteúdo principal

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MÁRCIO ANDRÉAS


Por: André Montandon

Com 20 anos de carreira, o músico e compositor uberabense Marcio Andréas, lançou em 2016 o seu primeiro trabalho solo "Cada um na sua galáxia". Foi vocalista dos Baltazares, banda de rock bastante conhecida no circuito independente de Minas Gerais. Em seu novo projeto lançado no final de 2019, intitulado de "O Jardim", o músico apresenta um som bastante original, com mais maturidade. As canções passeiam pelo rock, folk e mpb, mas tudo em perfeita sintonia mostrando uma profunda evolução alcançada em todos esses anos de estrada.

Com uma agenda bastante movimentada o músico se apresenta em vários formatos: shows mais intimistas, pocket shows, ou acompanhado de uma banda extremamente competente que vem arrancando elogios por onde passa, sendo considerado uma grande promessa da nova música mineira. Em seu currículo, o músico ostenta apresentações ao lado de grandes nomes do cenário nacional como: Pato Fu, Biquini Cavadão, Tico santa Cruz, Raimundos entre outros.

Confira a seguir a entrevista exclusiva que realizamos com esse grande nome da música uberabense 😉👇

- Como foi o processo de produção e escolha do nome do novo álbum?

Marcio Andréas - Entrei no estúdio já com as músicas bem definidas, Pedro de La Rocque gravou as guitarras, Gustavinho no baixo e Giovani Longo na bateria. Eu gravei os violões e voz. Ensaiamos bem as músicas antes de ir pro estúdio, parte um pouco mais demorada foi á mixagem, mas faz parte do processo. Eu estava na dúvida entre manual de etiqueta e o jardim para o nome do álbum. Depois que ficou pronto e ouvi achei que o jardim representava melhor o universo de todas as músicas etc..


- Quais são as principais diferenças entre ele o seu primeiro álbum "Cada um na sua galáxia"?

Marcio Andréas - Quando gravei o “Cada uma na sua galáxia” eu não tive uma banda fixa. Entrei no estúdio e gravei as guias (violão e voz) e fui convidando músicos amigos pra gravar. No álbum “O Jardim” montei uma banda ensaiamos e fizemos os arranjos juntos. Acho que os álbuns são bastante diferentes, O jardim acho que soa mais maduro, as letras estão melhores rss etc..

Foto: Fanpage do artista
- Como está a recepção desse novo trabalho pelo público e quais são as suas expectativas nessa retomada da carreira solo? 

Marcio Andréas - Tenho recebido muitos elogios pelo novo trabalho. Hoje em dia é complicado, as pessoas muitas vezes não tem paciência pra ouvir um álbum inteiro, mas em geral está indo bem. Eu vou continuar a todo vapor com a carreira solo. Na verdade já tenho novas músicas prontas e devo começar a gravar ainda esse ano.

- O álbum foi disponibilizado a princípio nas plataformas digitais. Ele será lançado também em formato físico?

Marcio Andréas - Cada um na sua galáxia fiz o disco físico e vendi mais de 4.000 cópias, porém de lá pra cá as coisas mudaram muito. Tenho vontade de prensar o disco de vinil, mas o custo é um pouco alto. Por enquanto somente nas plataformas digitais mesmo.

- Você lançou recentemente os singles, "Refugiado em Abbey Road" e "Foi por você amor". O que você pode nos falar sobre essas novas composições?

Marcio Andréas - Eu tinha muitas músicas quando comecei a gravar o álbum O jardim e fui percebendo que algumas tinham um outro conceito. Uma onda mais folk, então guardei para o próximo trabalho. Refugiado em Abbey Road e Foi por você amor são algumas delas. Resolvi disponibilizar as duas primeiro e em breve o álbum completo.


- Para finalizar, mandar um recado pra galera que é fã do seu trabalho.

Marcio Andréas - Quero agradecer muito a todos por ouvir as músicas, por irem aos shows , por ajudar na divulgação etc.. Quero dizer também que é muito importante que as pessoas da nossa cidade apoiem os artistas locais, tem muita gente fazendo muita música boa. É preciso valorizar nossos artistas. Muito obrigado a toda a equipe do Zebu na Rede, um grande abraço a todos e viva a música!!!!!!

Curtiu esse entrevista?
Quer saber mais sobre o artista?
Acesse:

Comentários

  1. Ótima entrevista! Sucesso ao artista, o cd ficou muito bom.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

DA SÉRIE: A ARTE EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS (PARTE VIII) 🎨😅

  🖼Obra original: "Mona Lisa" de Leonardo da Vinci. #arteemtemposdecoronavírus #arte #monalisa #prevenção #vaipracasa #ficaemcasa #covid19 #xocoronavirus #isolamentosocial #quarentena #juntossomosmaisfortes #zebunarede

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MANÉ GALINHA

  Por: André Montandon Em uma mistura perfeita de ritmos baseada na herança afro ao redor do mundo, que une pop, axé, funk, samba, rock, disco, soul, R&B e groove, o  Mané Galinha (nome em referência ao famoso personagem do filme Cidade de Deus), criou um estilo próprio e um repertório vasto, com a identidade e diversidade exata, proporcionando ao público um clima envolvente de festa, alegria e celebração. Além das canções, hits e clássicos da cultura Black Music. A versatilidade também é uma marca do grupo. Que desenvolveu diversos formatos para atender a todos os gostos e os mais diversos eventos. Em comemoração aos 4 anos de estrada, estão lançando nesta sexta-feira (19), o seu primeiro EP - intitulado de "Pra Elas". Aproveitando esse momento especial da banda, batemos um papo com eles para saber um pouco mais da trajetória, do EP e das novidades. Confira 😉 - Para iniciar, vamos falar sobre a trajetória do grupo. Sua formação, principais referências músicas, como tud