Pular para o conteúdo principal

JOÃO MENEZES É SUPERADO EM SUA ESTRÉIA NA COPA DAVIS


Responsável em abrir as disputas dessa rodada da competição, o campeão dos Jogos Pan-Americano, o  uberabense João Menezes, começou bem o seu jogo de estréia na Copa Davis. Mas, acabou sendo superado por Darian King, principal tenista de Barbados e atual nº 167 do ranking da ATP, de virada, por 2 sets a 1, em 2h37min de partida.



O Jogo. Contando com o apoio da torcida que marcou presença na quadra da Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma/SC, o atual número dois do Brasil e 194 do mundo, dominou as ações desde o inicio do jogo, chegando a abrir 5 a 1 de vantagem. Quando o seu adversário esboçou uma reação, João confirmou o set em 6 a 3

No set seguinte, foi King que se saiu melhor, abrindo 4 a 1 de frente. João voltou ao jogo ao empatar a disputa em 4 a 4. Mas King, que queria seguir vivo no duelo, marcou os dois pontos seguintes (sendo o 10º game, o mais disputado de toda a partida, tendo o brasileiro diversas oportunidade em fecha-lo) fechando o set em 6 a 4.

No 3º e decisivo set, King, mesmo sofrendo com dores que o obrigavam a solicitar o apoio da equipe de fisioterapia, continuou melhor, abrindo 4 a 1 de vantagem. O brasileiro tentou encostar no placar, diminuiu a diferença em 4 a 2. Mas hoje, era o dia era de Darian King, que seguiu pontuando para fechar o set em 6 a 2 e marcar o primeiro ponto para a Seleção de Barbados na série melhor de cinco jogos, validos pela Zonal Americano do Torneio.

Um fato curioso desse jogo, foram as diversas bolas de ambos os atletas que não passaram da rede.  

O Brasil tentará o empate no segundo jogo do dia, entre o Thiago Monteiro (atual número 1 do país e 101º do mundo) contra Haydn Lewis. Já no sábado, a partir das 11h,  acontece a partida de duplas entre Marcelo Melo e Bruno Soares x Darian King e Haydn Lewis. À tarde, Thiago Monteiro enfrenta Darian King, e se necessário, ocorre uma quinta partida entre João Menezes x Haydn Lewis para definir o país que garante vaga para a fase classificatória, a ser disputada em fevereiro de 2020.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo" , contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta" , com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apres

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon João Carlos Paranhos Nogueira  é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade.  Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquátic