Pular para o conteúdo principal

ARTISTA TRANSFORMA CHICLETES JOGADOS NO CHÃO EM OBRAS DE ARTE


O inglês Ben Wilson  já transformou mais de 10 mil chicletes jogados no chão em obras de arte por toda a Europa. Isso mesmo, aquele incomoda goma de mascar jogada por pessoas mal-educadas que acabam muitas vezes grudados em nossos sapatos, viraram obras de arte nas mãos de Ben.

As pinturas com chiclete começaram em 1998, mas só em 2004 ele resolveu trabalhar com isso em tempo integral. Antes disso o artista pintava em cima de outdoors e anúncios, mas teve problemas com a lei. Com o uso do chiclete, Ben não precisa da permissão de ninguém para realizar a sua arte.

Ben Wilson durante pinturas na ponte Millennium, em Londres, na terça-feira (28). (Foto: Finbarr O'Reilly/Reuters)
Foto: Finbarr O'Reilly/Reuters

Para realizar esse trabalho, Ben escolhe um chiclete velho e o derrete com um maçarico para endurecer a superfície. Depois cobre com uma camada de esmalte acrílico, deixando o chiclete velho pronto para virar uma obra de arte. A Ponte do Milênio em Londres, é o seu lugar favorito e os temas das pinturas são variados - de paisagens a mensagens de amor. Ben também busca inspiração na conversa com as pessoas que passam pelo local.  As suas obras podem levar de duas horas a três dias para serem concluídas. Alguns desses trabalhos, ele leva para guardar em casa.

Esses trabalho proporcionou um grande reconhecimento e novas oportunidades. Confira a seguir, algumas de suas obras:

Ben Wilson pintou nos últimos sete obras arte em miniatura em chicletes mascados em várias partes de Londres, na Inglaterra, e da Europa. (Foto: Finbarr O'Reilly/Reuters)
Foto: Finbarr O'Reilly/Reuters
Foto: Reprodução da Internet





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

UFTM ENTRE AS MELHORES UNIVERSIDADES DO MUNDO

  A  Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM ,   estreia no ranking do  Times Higher Education World University Rankings 2022 , considerada uma das mais importantes publicações de análise do ensino superior no mundo.  Foto: UFTM Responsável pelo levantamento, a revista britânica Times Higher Education inclui nesta edição, mais de 1.600 universidades de 99 países e territórios. Os indicadores de desempenho utilizado estão agrupados em cinco áreas: Ensino, Pesquisa, Citações, Perspectiva internacional e Renda da indústria. A classificação teve com base os dados fornecidos pelos discentes, docentes, instituições, governos e indústria. Foram analisados mais de 108 milhões de citações em mais de 14,4 milhões de publicações de pesquisa e  respostas de quase 22.000 acadêmicos em todo o mundo. Um ponto interessante nesta edição é que as Universidades que desenvolveram pesquisas sobre a Covid-19 obtiveram melhor desempenho. Entre as 59 universidades brasileiras que integram o ranking,

RECEPÇÃO CALOROSA AOS NOSSOS ATLETAS PARALÍMPICOS!!!

  Foi realizado na  manhã desta quarta-feira (08), uma merecida homenagem aos atletas da  Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba - ADEFU, que representaram a nossa cidade e o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. Foto: Equipe zebunarede Ercileide Silva , José Carlos Chagas e Poliana Sousa desfilaram em caminhão do Corpo de Bombeiros pelas principais avenidas de Uberaba, recebendo durante todo o percurso o carinho da população. A carreata teve início na sede da Fundação Municipal de Esporte e Lazer - FUNEL, localizada no Cemea Abadia, até o Centro Administrativo da Prefeitura, no bairro Mercês, onde foram recepcionados pela prefeita Elisa Araújo, servidores, imprensa e demais autoridades. Estivemos presente nesta linda homenagem aos nossos queridos atletas. E é claro que gravamos uma "palavrinha" com cada um deles. Confira os detalhes a seguir:  Em seguida foi realizada no Anfiteatro Mário Pimenta Camargo do Centro Administrativo uma coletiva de imprensa com o