Pular para o conteúdo principal

CONHEÇA AS ATRAÇÕES DO STEREO LAB FESTIVAL



A primeira edição do Stereo Lab Festival, será realizado em Uberaba no dia 20/05 (sábado) no Espaço Oliveira, a partir das 18 horas, tendo como atração principal do evento a banda Boogarins. Além dos goianos, o line up é formado pelo Broken Jazz Society, Graveola, Lava Divers, Léo Freitas e Sick; conheça um pouco sobre cada uma delas:


Boogarins é uma banda brasileira de rock psicodélico e Neopsicodelia formada em Goiânia no ano de 2012 por Fernando "Dinho" Almeida (vocais e guitarra rítmica) e Benke Ferraz (guitarra solo), tendo Raphael Vaz (contrabaixo) e Ynaiã Benthroldo(bateria).  Com 1 EP, 4 álbuns lançado (sendo 3 em estúdio e 1 ao vivo), é atualmente uma das banda brasileira com maior destaca no cenário independente no exterior. Só em 2016, a banda goiana realizou turnês pela Europa e pelos Estados Unidos. 



Broken Jazz Society nasceu da vontade de unir a aspereza das novas vertentes do rock cru e grave produzido nos desertos californianos, aos clássicos setentistas ingleses lotados de lisergia e niilismo. Assim como o nome sugere, a BJS faz um contraponto ao refinamento e sofisticação do Jazz, utilizando a epítome da representação do rock simples e direto, como elemento chave de criação. O power trio uberabense é formado por Mateus Graffunder (vocal e guitarra), Felipe Araújo (bateria) e João Fernandes (baixo).



Graveola é hoje um nome de destaque indiscutível no cenário da nova música brasileira. Com 4 álbuns lançados, 5 turnês pela Europa e passagens pela Argentina e pelos EUA.
Com rumos bem traçados na sonoridade elétrica e psicodélica, a banda da capital mineira, apresenta seu 5º álbum, "Camaleão Borboleta". Com referências de grupos como Novos Baianos, Doces Bárbaros e ritmos do maracatu, frevo, ijexá, pagode baiano e samba-reggae, o disco mostra o amadurecimento da sonoridade da banda. O grupo é formado por Bruno de Oliveira (baixo, vocais), Gabriel Bruce (bateria, vocais), José Luís Braga (voz, guitarra, cavaco), Luiza Brina (voz, percussão, cavaco, escaleta), Luiz Gabriel Lopes (voz, guitarra), Henrique Staino (saxofone, teclado, escaleta)







Léo Freitas é um dos novos nomes da música uberabense. Sua banda vem ganhando muita repercussão tanto pela sonoridade quanto pelo animação nos shows.

As canções são uma mescla de ritmos sul latinos, em seu repertório brazuca carnavaliza passando do samba/rock e MPB ao dançante "mixirica", carinhosamente apelidado. Seu som segue referências de Chico Buarque, Adoniram Barbosa, Tião Carreiro, Novos baianos, Los Hermanos e Mano Chao.





Lava Divers surgiu em Araguari/MG, e chamou a atenção por seu som sujo e barulhento, mas com melodias que grudam na mente como chiclete debaixo da cadeira. Formada por João Paulo Porto (Voz/Guitarra), Ana Zumpano (Bateria/Voz), Glauco Ribeiro (Baixo/Voz) e Eddie Shumway (Guitarra), a banda passeia entre o Lo-fi, Grunge, Shoegaze, Pós-Punk e Britpop. Eles estão em tour de pré-lançamento do novo álbum. Já lançaram três clipes e um EP com quatro faixas.



SICK é uma banda de rock instrumental de Uberlândia/MG formada por: Pedro Negreto, Raphael Tx, Guilherme Levi e Douglas Carlos. Influenciado por bandas com vertentes de composição livre e instrumentais como: Toe, Macaco Bong, Shaolin Afronauts, Snarky Puppy entre outros; a banda traz uma diversidade sonora rica, dançante e imprevisível, proveniente da mistura de diversos ritmos, estilos e instrumentos.  Lançou seu primeiro EP intitulado "Light Switch" em 2015 e atualmente a banda está produzindo seu primeiro álbum.


Esse evento promete e você não pode ficar de fora!!

Realização: Laboratório 96. Mais informações: https://pt-br.facebook.com/laboratorio96/                                                                                                https://www.facebook.com/Stereolabfestival/

- Ingressos online: sympla.com.br/stereo-lab-festival__135613
- Pontos de venda: Açaí Pôr do Sol (próximo a UNIUBE), Havaianas (Shopping Uberaba e Praça Shopping) e Incêndio Shop (centro, Uberlândia)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

O ESQUADRÃO UBERABENSE EM TÓQUIO: JOÃO MENEZES

Abrimos a série sobre os nossos representantes nos Jogos de Tóquio 2020, com o atual Campeão Pan-Americano, o tenista João Menezes . Foto:  @joaomenezes12 Com 24 anos de idade, João Menezes é um dos principais nomes do tênis brasileiro na atualidade. Ocupando no momento a 217º posição no ranking da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro.  Apaixonado pelo esporte e  decidido desde muito jovem a ser um atleta profissional,  contou com a influência e o apoio da família, principalmente do  pai e do avô materno que eram praticantes do esporte.   Ouro no  Pan-Americano de  Lima. Foto: Reprodução da internet Já nas categorias de base, Menezes demostrava que não estava para brincadeira. Com bons resultados e títulos,  alcançou  na categoria juvenil  a 21º posição mundial.  Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurg