Pular para o conteúdo principal

EMPRESA SUÍÇA INVENTA "CANUDO" QUE FILTRA ÁGUA CONTAMINADA


Desenvolvido pela Vestergaard Frandsen, o LifeStraw (em português, “Canudo da Vida”), é um tubo de plástico contendo filtros que tornam potável a água contaminada com micro organismos que provocam cólera, febre tifóide e diarréia. Além disso, o “Canudo da Vida” , elimina 99% dos vírus que circulam no sistema de filtragem, elaborado a partir de fibra halógena.

Foto: Reprodução internet

Após uma série de testes, a Universidade da Carolina do Norte comprovou que o LifeStraw consegue filtrar totalmente as amostras de água contaminada com as bactérias Escherichia coli B e Enterococcus faecalis, além do vírus MS2 colifago, iodo e prata, a níveis em que não representam mais um risco à saúde de quem ingere a água. 

Por outro lado, o aparelho não consegue eliminar metais pesados da água, como ferro e flúor, e também não está apto a remover parasitas, como a giárdia e o criptosporídio. 

Cada canudo, que tem menos de 25 cm de comprimento, e pode filtrar até 700 litros de água (estimativa média do consumo anual de água por pessoa). O LifeStraw deve ser descartado, quando seus filtros ficarem entupidos demais para permitir a passagem de água, o que acontece geralmente após um ano de uso.

A empresa de relações públicas Saatchi & Saatchi indicou o “Canudo da Vida” como a principal ideia que mudará o mundo nos próximos anos, em uma competição recente entre inovações tecnológicas com impacto na ajuda humanitária, na educação e na medicina.  Informações retiradas na Scientific American.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BATE-PAPO COM O TENISTA JOÃO MENEZES

Por: André Montandon


Com apenas 22 anos, João Menezes já é um dos principais nomes do tênis brasileiro. Vivendo o seu melhor momento na carreira, o uberabense ocupa atualmente a 210º posição no ranking mundial da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro. Apaixonado pelo esporte, o atleta contou com a influência e o apoio da família no desenvolvimento no tênis. Agora com a conquista da medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos, busca alcançar grandes títulos e chegar forte nas Olimpíadas de Tokio 2020.
Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurgias no joelho esquerdo e uma lesão na coluna. Mas, pelo apoio do pai, seu grande incentivador, ele retomou os treinamentos em busca dos seus sonhos. 
Confira o nosso bate-papo com esse grande atleta uberabense:
- João, quando começou o seu interesse pelo tênis; os primeir…

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL