Pular para o conteúdo principal

Naça perde mais uma e fica para ultima rodada a decisão em casa

O Nacional perdeu a segunda partida seguida na Terceirona do Mineiro. Na tarde deste sábado, pela nona rodada, a penúltima da primeira fase, a agremiação uberabense foi derrotada por 2 x 1 pela Unitri, no mesmo Parque do Sabiá onde tinha perdido a invencibilidade na terça-feira.

No jogo que marcou a estreia do treinador Jordan, o Naça foi regular no primeiro tempo e se acovardou na segunda etapa, sofrendo o castigo no fim. A torcida, antes compreensiva, saiu irritada.

Com esse revés, o Alvinegro da Rodovia estaciona nos 11 pontos, tendo que decidir seu futuro na competição na última rodada, quando enfrenta o Jacutinga em duelo de vida ou morte no Uberabão, no próximo sábado.


O jogo – A verdade é que a arbitragem deu uma, ou melhor, duas mãos para o Naça. No começo do jogo, o juizão ignorou dois pênaltis a favor da Desportiva.

O Elefante tentou o gol no toque de bola. Primeiro com Paulinho Jaú, na tabela com Leandro Diniz. Depois, com Jonathan Reis, de fora da área, após triangulação.

O time uberlandense também atacou. Mas Thiago Pereira, de cabeça, e Juliano, com o pé, desperdiçaram ótimas chances.

No final do primeiro tempo, cruzamento de Pelezinho, o goleiro Fernando não achou nada, mas Paulinho Jaú também errou e mandou pra fora. Na última chance da etapa, Juliano recebeu e bateu bem, mas Glaysson, de mão trocada, salvou com uma defesa que valeu o ingresso.

Os gols ficaram para o segundo tempo. Chitão quase fez no cruzamento de Leandro Diniz, mas não acertou a cabeçada.

Não foi o que aconteceu do outro lado. Na falta batida na intermediária, levantamento frontal na área, um desvio e a bola caiu bem onde estava Thiago Pereira, que fuzilou Glaysson: 1 x 0.

O empate veio na jogada seguinte. Jonathan Reis sofreu pênalti, que ele mesmo bateu, com chute no alto, e converteu.

Com a zaga tendo dificuldades, o goleirão Glaysson teve que se virar e apareceu bem. E ainda contou com a sorte. No cruzamento rasteiro pela direita, Rudson tocou caindo, acertando o travessão.

Depois do gol do empate, a equipe visitante sumiu em campo. E a Unitri foi pro tudo ou nada, já que o empate não servia. O negócio era mandar a bola na área pra ver o que dava.
O Nacional só teve mais uma boa chance, com Serginho dividindo depois da ajeitada de Jonathan Reis. Com a saída de Chitão, a bola não parava na frente.

Lá atrás, sufoco total. No apagar das luzes, mais um balão, e a história se repetiu: de novo Thiago Pereira aproveitou, dando números finais ao jogo.

Escalação - O Nacional formou com: Glaysson; Pelezinho, Alex, Arthur, Assis; Balduíno, Paulinho, Leandro Diniz (Uander), Michel Cury (Jonathan Andrade); Chitão (Serginho) e Jonathan Reis.


Os pontos
Das cinco equipes da Chave A, três avançam para o hexagonal final.

O Portal venceu o Jacutinga por 1 x 0, e somou 16 pontos, em primeiro lugar, garantindo sua classificação. O líder folga na última rodada.

O Jacutinga, com 13 pontos, no segundo posto, precisa de um empate para se classificar.

O Nacional parou nos 11 pontos, ainda na terceira colocação, e precisa ganhar de qualquer jeito - prevendo que a Unitri, também com 11, deve chegar aos 14, com a provável vitória contra a zerada Santarritense.






 
FONTE: WWW.JORNALREPLAY.NET


NÓS ACREDITAMOS, NO SÁBADO A TORCIDA VAI ESTAR EM PESO , PARA VER O NAÇA PASSAR PARA PRÓXIMA FASE............. EQUIPE ZEBUNAREDE VAI ESTAR LÁ

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

O ESQUADRÃO UBERABENSE EM TÓQUIO: JOÃO MENEZES

Abrimos a série sobre os nossos representantes nos Jogos de Tóquio 2020, com o atual Campeão Pan-Americano, o tenista João Menezes . Foto:  @joaomenezes12 Com 24 anos de idade, João Menezes é um dos principais nomes do tênis brasileiro na atualidade. Ocupando no momento a 217º posição no ranking da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro.  Apaixonado pelo esporte e  decidido desde muito jovem a ser um atleta profissional,  contou com a influência e o apoio da família, principalmente do  pai e do avô materno que eram praticantes do esporte.   Ouro no  Pan-Americano de  Lima. Foto: Reprodução da internet Já nas categorias de base, Menezes demostrava que não estava para brincadeira. Com bons resultados e títulos,  alcançou  na categoria juvenil  a 21º posição mundial.  Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurg