Pular para o conteúdo principal

Leopoldino recebe recapeamento e trânsito tem segunda de caos

Mais um trecho da avenida Leopoldino de Oliveira foi recapeado ontem e o serviço provocou diversos problemas ao trânsito no centro da cidade. Depois de concluídas as obras do projeto Água Viva em alguns locais, teve continuidade o recapeamento da via. Desta vez o serviço foi realizado entre as ruas Major Eustáquio e Segismundo Mendes. No local foi distribuída massa asfáltica para rejuvenescimento do pavimento. Durante a intervenção o trânsito foi interditado e alguns comerciantes temeram a retomada dos transtornos gerados durante o período em que foi realizada a obra. No período da tarde os transtornos foram maiores.

De acordo com a comerciante Cheila Regina Gomes, foram seis meses de muito incômodo, período em que foi realizada a obra de drenagem pluvial na região central da avenida. “Tivemos problemas com as vendas, que caíram bastante, além da sujeira que tomou conta da loja. E hoje me assustei na hora que vi a avenida sendo interditada novamente, espero que seja um serviço rápido, pois não podemos mais passar por aquele incômodo, que na verdade ainda não resolveu o problema com as enchentes”, explica Cheila.

Entretanto, o serviço foi concluído ontem mesmo, mas em horário posterior ao divulgado, que era 15h. Houve ainda a promessa de que seria fechada apenas uma faixa de circulação, o que aconteceu somente no período da manhã. Mesmo com a presença da Guarda Municipal, a obra não evitou que se formassem congestionamentos em diversas ruas da área central da cidade, entre elas, Major Eustáquio, Coronel Manoel Borges, Santos Dumont, Governador Valadares, a própria Leopoldino de Oliveira e ainda a Fidélis Reis.

Começou ontem também outra frente de obra que causa intervenções no trânsito na Guilherme Ferreira. Trata-se das obras de macrodrenagem do projeto Água Viva, que fecha a avenida entre as ruas Carlos Rodrigues e a Floriano Peixoto. Somente está permitido trânsito local na rua Paulo Pontes, no trecho entre as ruas Santo Antônio e do Carmo.

Já em relação à microdrenagem, as obras de ampliação das redes coletoras de água de chuva, há uma frente localizada na rua Coronel Randolfo Borges, entre a avenida Leopoldino de Oliveira e a rua Governador Valadares. Esta intervenção de microdrenagem será dividida em três etapas.


fonte: www.jmonline.com.br

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo" , contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta" , com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apres

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon João Carlos Paranhos Nogueira  é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade.  Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquátic