Pular para o conteúdo principal

Infestação de mosquito é 5,3% e risco de dengue passa a ser alto


Uberaba apresenta alto risco de transmissão de dengue. O primeiro Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) do ano apontou infestação de 5,3%, percentual considerado alto nos critérios do Ministério da Saúde. Os vasos de plantas e os bebedouros de animais continuam sendo os principais problemas na cidade, seguidos do lixo.

Conforme a pesquisa, a situação é mais grave nos bairros Nossa Senhora Aparecida, Costa Teles 1 e 2, Silvério Cartafina, Gameleira 2, Vila São Vicente, Leblon, Parque São Geraldo, São Cristóvão, Nossa Senhora de Lourdes, Califórnia, Residencial 2000, Maringá, José Barbosa, Manoel Mendes, Jardim Manhattan, Parque São José, Oneida Mendes, Residencial Parque dos Buritis, Centro, Jardim Alexandre Campos, Morada das Fontes e Vila Maria Helena, Abadia.

O depósito predominante das larvas do mosquito são vasos de plantas, bebedouros de animais e outros recipientes que acumulam água. De acordo com o LIRA, o grupo representa 35,2% dos criadouros. Em seguida, aparece o lixo, respondendo por 245 dos focos encontrados. Os depósitos ao nível do solo, como as piscinas, totalizaram 16,4%. Já as calhas, lajes, os ralos e vasos sanitários em desuso atingiram 12,6%.
Secretário municipal de Saúde, Fahim Sawan (sem partido) destaca que medidas foram tomadas de imediato para evitar um surto da doença. Além do mutirão da limpeza para atacar o problema do lixo, houve a contratação de mais de 70 agentes para intensificar as visitas de rotina na cidade e foi ampliado o número de carros fumacê para a aplicação de inseticida. “Deixaram uma bomba-relógio com data para detonar este ano no colo da população. Nossa função agora é desarmar essa bomba”, desabafa, citando que o aumento reflete a falta de providências em 2012 para o combate à dengue.

O Mutirão de Limpeza já recolheu dez caminhões lotados de entulhos em apenas dois dias. Este ano, a Prefeitura recebeu até agora mais de 150 ligações, através do 3318-0800, denunciando possíveis focos em áreas e imóveis com entulhos. O Município também recebeu o chamado Kit Dengue, com medicamentos e insumos que permitem o tratamento dos suspeitos de estarem infectados em todas as 27 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e nas duas Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs).

Balanço divulgado no fim do ano passado demonstra que 4.328 casos de dengue foram notificados em 2012. Este ano, são 129 notificações da doença até agora, número considerado alto pelo secretário.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo" , contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta" , com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apres

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon João Carlos Paranhos Nogueira  é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade.  Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquátic