Pular para o conteúdo principal

Naça empata no fim em 1 x 1

Fechando a segunda rodada da segunda fase da Terceirona do Mineiro, o Nacional empatou com o Minas, 1 x 1, na noite desta segunda-feira, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. A equipe anfitriã saiu na frente, e o clube uberabense arrancou o empate aos 41 minutos do 2º tempo.

Com o resultado, o Naça fica em segundo lugar no Grupo E, com dois pontos, igual ao Valeriodoce em todos os critérios de desempate. O Guaxupé é o líder, com quatro pontos, e o Minas é o quarto colocado, com um ponto.

O Alvinegro da Rodovia volta a campo no próximo domingo, de novo fora de casa, enfrentando o Guaxupé.

O jogo – O Nacional entrou com o mesmo time da partida anterior, exceto na meta. Tiago deu lugar ao recém-chegado Rafael, por opção do técnico Érick Moura. O novo titular apareceu bem nas vezes em que foi exigido.

No primeiro tempo, o Elefante teve um pênalti a seu favor, porém, a arbitragem não marcou. Pelezinho fez jogada individual e foi calçado na área. Falta clara.

Na etapa complementar, jogo aberto, com boas chances para os dois lados. Aos 20 minutos, o João-de-barro abriu o placar. Alex recebeu de Gedeon na direita e cruzou para Marinho, que chegou antecipando e guardou.

Em desvantagem, o treinador alvinegro mudou. Colocou Pitbul, Guma e Chitão. O time de JK pressionou e conseguiu o empate no fim. Guma aproveitou bola da esquerda e mandou pra dentro.

Análise – Depois da partida, o técnico Érick Moura, em entrevista por telefone ao REPLAY, mostrou-se satisfeito com o resultado.

“É importante pontuar fora de casa. Saímos atrás enfrentando uma equipe muito boa, com jogadores experientes, de primeira divisão, e conseguimos o empate. No primeiro tempo, fomos taticamente muito bem. No segundo tempo, tivemos chances antes do gol deles, mas pecamos nas finalizações. Depois do gol, mexemos no time e fomos para cima. Fiquei feliz com a atuação”.

O comandante só não gostou da arbitragem. “O pênalti foi claro. Um erro desses pode comprometer o trabalho de um ano todo”, bronqueou.

Com a tabela embolada, Érick confia numa boa sequência para garantir vaga nas semifinais. “Vamos buscar a vitória ou pelo menos um ponto contra o Guaxupé, para depois, nos dois jogos seguidos que faremos em casa, conseguir a classificação”.
 
 Veja a Tabela de Classificação:


Fonte: http://www.jornalreplay.net/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MANÉ GALINHA

  Por: André Montandon Em uma mistura perfeita de ritmos baseada na herança afro ao redor do mundo, que une pop, axé, funk, samba, rock, disco, soul, R&B e groove, o  Mané Galinha (nome em referência ao famoso personagem do filme Cidade de Deus), criou um estilo próprio e um repertório vasto, com a identidade e diversidade exata, proporcionando ao público um clima envolvente de festa, alegria e celebração. Além das canções, hits e clássicos da cultura Black Music. A versatilidade também é uma marca do grupo. Que desenvolveu diversos formatos para atender a todos os gostos e os mais diversos eventos. Em comemoração aos 4 anos de estrada, estão lançando nesta sexta-feira (19), o seu primeiro EP - intitulado de "Pra Elas". Aproveitando esse momento especial da banda, batemos um papo com eles para saber um pouco mais da trajetória, do EP e das novidades. Confira 😉 - Para iniciar, vamos falar sobre a trajetória do grupo. Sua formação, principais referências músicas, como tud

ESTAMOS DE FÉRIAS

Desejamos a todos um feliz Natal 🎅 e um próspero ano Novo 🙌. Que 2021 seja um ano de muita paz🙏, saúde💪, felicidade😁, amor ❤ e vacina 💉 Não esqueça de proteger você e todos a sua volta 😷 Um forte abraço e obrigado pelo apoio sempre 😉