Pular para o conteúdo principal

Naça perde amistoso para o Botafogo-SP

O Nacional enfrentou na tarde de ontem, no Estádio Municipal Engenheiro João Guido, o Uberabão, o Botafogo-SP e saiu derrotado pelo placar de 2x1. A equipe comandada por Luiz Alberto Medina sofreu a segunda derrota consecutiva nos amistosos que preparam o Expressinho da Rodovia para o Campeonato Mineiro da Segunda Divisão, a popular Terceirona.

O Botafogo-SP saiu na frente no placar logo aos dois minutos do primeiro tempo. Em cobrança de falta pela esquerda, a bola foi lançada por Daniel e Henrique cabeceou para o fundo das redes. O resultado perdurou até os 45 minutos da primeira etapa, quando em saída errada do goleiro Paulo Vitor, Laerte empatou o jogo para o Naça.

Aos 40 do segundo tempo, Matheus, goleiro do Naça fez pênalti em Zé Roberto. Daniel cobrou e Matheus fez a defesa. Quando se pensava que a partida caminhava para o empate, em jogada individual pela intermediária, Zé Antônio chutou forte no canto direito de Matheus, dando números finais ao confronto.

O Alvinegro de JK jogou e perdeu com Matheus; Paulinho (Johny), Buriti (Ponte Alta), Felipe e Hudson (Jeferson); Jonatan, Dedê (Murilo), Robertinho (Everton) e Willian (Elton); Laerte (Tavinho) e Chitão.
O Naça volta a enfrentar o Botafogo-SP nesta sexta-feira, em Ribeirão Preto. Barretos e Francana também fazem parte dos adversários em amistosos, porém sem datas marcadas.



ESTAREMOS, DIVULGANDO OS PROXIMOS JOGOS DO NAÇA........... RUMO A 1ª DO MINEIRO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DA SÉRIE: A ARTE EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS (PARTE VIII) 🎨😅

  🖼Obra original: "Mona Lisa" de Leonardo da Vinci. #arteemtemposdecoronavírus #arte #monalisa #prevenção #vaipracasa #ficaemcasa #covid19 #xocoronavirus #isolamentosocial #quarentena #juntossomosmaisfortes #zebunarede

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MANÉ GALINHA

  Por: André Montandon Em uma mistura perfeita de ritmos baseada na herança afro ao redor do mundo, que une pop, axé, funk, samba, rock, disco, soul, R&B e groove, o  Mané Galinha (nome em referência ao famoso personagem do filme Cidade de Deus), criou um estilo próprio e um repertório vasto, com a identidade e diversidade exata, proporcionando ao público um clima envolvente de festa, alegria e celebração. Além das canções, hits e clássicos da cultura Black Music. A versatilidade também é uma marca do grupo. Que desenvolveu diversos formatos para atender a todos os gostos e os mais diversos eventos. Em comemoração aos 4 anos de estrada, estão lançando nesta sexta-feira (19), o seu primeiro EP - intitulado de "Pra Elas". Aproveitando esse momento especial da banda, batemos um papo com eles para saber um pouco mais da trajetória, do EP e das novidades. Confira 😉 - Para iniciar, vamos falar sobre a trajetória do grupo. Sua formação, principais referências músicas, como tud