Pular para o conteúdo principal

Naça busca atletas no futebol Amador

Visando o Campeonato Mineiro da Segunda Divisão (Terceirona), o Nacional Futebol Clube tentou contratar jogadores que atuam no futebol Amador de Uberaba. Porém, o departamento de Futebol encontrou dificuldades e os atletas procurados praticamente descartaram a possibilidade de vestirem a camisa alvinegra.
O primeiro deles é o meia-esquerda Everton. Os dirigentes do Nacional conversaram com o atleta pessoalmente, porém, ele assinou contrato com um time amador de Uberlândia. Além disso, o Nacional propôs para o meia treinar a parte física, utilizando a estrutura do clube e do estádio Juscelino Kubstichek. Entretanto, Everton tem outros compromissos profissionais no decorrer da semana. Diante desses empecilhos, o meia ficou de analisar a proposta no segundo semestre. 

A situação do zagueiro Marcelo Uberaba é semelhante. A diretoria do Nacional tem o interesse de contar com o jogador, porém, o diretor de Futebol Luiz Alberto Cecílio ainda não chegou a um acordo com o atleta. “Não resta dúvida que o Marcelo Uberaba é um grande jogador. Mas não sei se ele está disposto a jogar no futebol profissional, porque ele está no Master e no Amador. Tivemos uma conversa e ele dará uma resposta mais pra frente”, afirmou Luiz Cecílio.

A única situação definida é a do atacante Juninho Ratinho. O jogador recebeu um convite dos dirigentes do Nacional, entretanto, devido ao acordo que possui com o Bonsucesso e projetos pessoais, Ratinho avisou ao Naça que não tem intenção de retornar ao futebol profissional. 

Quem pode acertar com o Nacional nos próximos dias são ex-jogadores do Uberaba Sport, Paulinho, lateral-direito, e Alex, zagueiro. Paulinho disputou a Taça Minas (2008), Campeonato Mineiro e Brasileiro em 2009 pelo Colorado. Depois de vestir a camisa do USC, Alex jogou no Funorte e nesta temporada disputou o Módulo II com a camisa do Mamoré.

 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MANÉ GALINHA

  Por: André Montandon Em uma mistura perfeita de ritmos baseada na herança afro ao redor do mundo, que une pop, axé, funk, samba, rock, disco, soul, R&B e groove, o  Mané Galinha (nome em referência ao famoso personagem do filme Cidade de Deus), criou um estilo próprio e um repertório vasto, com a identidade e diversidade exata, proporcionando ao público um clima envolvente de festa, alegria e celebração. Além das canções, hits e clássicos da cultura Black Music. A versatilidade também é uma marca do grupo. Que desenvolveu diversos formatos para atender a todos os gostos e os mais diversos eventos. Em comemoração aos 4 anos de estrada, estão lançando nesta sexta-feira (19), o seu primeiro EP - intitulado de "Pra Elas". Aproveitando esse momento especial da banda, batemos um papo com eles para saber um pouco mais da trajetória, do EP e das novidades. Confira 😉 - Para iniciar, vamos falar sobre a trajetória do grupo. Sua formação, principais referências músicas, como tud

ESTAMOS DE FÉRIAS

Desejamos a todos um feliz Natal 🎅 e um próspero ano Novo 🙌. Que 2021 seja um ano de muita paz🙏, saúde💪, felicidade😁, amor ❤ e vacina 💉 Não esqueça de proteger você e todos a sua volta 😷 Um forte abraço e obrigado pelo apoio sempre 😉