Pular para o conteúdo principal

Estacionamentos podem ser extintos na Leopoldino

Com a construção das subestações de transporte coletivo, o estacionamento da avenida Leopoldino de Oliveira pode ser extinto. Os moradores e comerciantes da região questionam a mudança. Segundo o secretário de Planejamento, Karim Abud Mauad, a prefeitura avalia métodos para não prejudicar os moradores. Os técnicos da Secretaria de Planejamento (Seplan) vão realizar na semana que vem estudos de impactos, a partir da construção das subestações, bem como dos terminais.

A implantação do projeto de Mobilidade Urbana está provocando algumas mudanças no trânsito. Com a construção dos terminais de ônibus e também das subestações será necessário criar uma faixa na avenida Leopoldino de Oliveira para a circulação dos ônibus. Com isso, está sendo avaliada a possibilidade de retirar o estacionamento na avenida. “O projeto vai requerer uma pista preferencial, mas não exclusiva para os ônibus, portanto vão sobrar duas pistas de rodagem para os demais veículos. Uma das soluções será criar bolsões de estacionamento, ainda não batemos o martelo nesta decisão, pois vamos aproveitar o projeto Água Viva, que terá obras próximas aos locais que serão as subestações, para fazer um teste”, explica.
Segundo o secretário, para a construção dos bolsões, a prefeitura está em busca de parceiros e vale lembrar que em alguns pontos da avenida já é possível perceber que não existe estacionamento, principalmente no centro da cidade. “Vamos testar esta ideia a partir das obras do Água Viva. Isso não quer dizer que vai eliminar 100% do estacionamento, pois existem trechos da avenida que são largos, que não terão mudanças, mas existem pontos estreitos em que a medida terá de ser adotada, como próximo ao calçadão da rua Arthur Machado”, explica Karim.

Na semana que vem os técnicos da secretaria devem realizar uma inspeção de campo nos trechos da mobilidade urbana, para ver o resultado das medidas que serão implantadas. “Não posso dizer que vamos acabar com todo o estacionamento, mas que preferencialmente pretendemos diminuir o número de vagas, isso é certeza. Vale ressaltar também que estamos levando em consideração as condições de acesso para os moradores. Além disso, têm alguns pontos que podemos deixar como carga e descarga e acesso a pedestres”, explica o secretário, ressaltando que as obras devem começar no final do mês de junho.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo" , contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta" , com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apres

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon João Carlos Paranhos Nogueira  é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade.  Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquátic