Pular para o conteúdo principal

Estacionamentos podem ser extintos na Leopoldino

Com a construção das subestações de transporte coletivo, o estacionamento da avenida Leopoldino de Oliveira pode ser extinto. Os moradores e comerciantes da região questionam a mudança. Segundo o secretário de Planejamento, Karim Abud Mauad, a prefeitura avalia métodos para não prejudicar os moradores. Os técnicos da Secretaria de Planejamento (Seplan) vão realizar na semana que vem estudos de impactos, a partir da construção das subestações, bem como dos terminais.

A implantação do projeto de Mobilidade Urbana está provocando algumas mudanças no trânsito. Com a construção dos terminais de ônibus e também das subestações será necessário criar uma faixa na avenida Leopoldino de Oliveira para a circulação dos ônibus. Com isso, está sendo avaliada a possibilidade de retirar o estacionamento na avenida. “O projeto vai requerer uma pista preferencial, mas não exclusiva para os ônibus, portanto vão sobrar duas pistas de rodagem para os demais veículos. Uma das soluções será criar bolsões de estacionamento, ainda não batemos o martelo nesta decisão, pois vamos aproveitar o projeto Água Viva, que terá obras próximas aos locais que serão as subestações, para fazer um teste”, explica.
Segundo o secretário, para a construção dos bolsões, a prefeitura está em busca de parceiros e vale lembrar que em alguns pontos da avenida já é possível perceber que não existe estacionamento, principalmente no centro da cidade. “Vamos testar esta ideia a partir das obras do Água Viva. Isso não quer dizer que vai eliminar 100% do estacionamento, pois existem trechos da avenida que são largos, que não terão mudanças, mas existem pontos estreitos em que a medida terá de ser adotada, como próximo ao calçadão da rua Arthur Machado”, explica Karim.

Na semana que vem os técnicos da secretaria devem realizar uma inspeção de campo nos trechos da mobilidade urbana, para ver o resultado das medidas que serão implantadas. “Não posso dizer que vamos acabar com todo o estacionamento, mas que preferencialmente pretendemos diminuir o número de vagas, isso é certeza. Vale ressaltar também que estamos levando em consideração as condições de acesso para os moradores. Além disso, têm alguns pontos que podemos deixar como carga e descarga e acesso a pedestres”, explica o secretário, ressaltando que as obras devem começar no final do mês de junho.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu

O ESQUADRÃO UBERABENSE EM TÓQUIO: JOÃO MENEZES

Abrimos a série sobre os nossos representantes nos Jogos de Tóquio 2020, com o atual Campeão Pan-Americano, o tenista João Menezes . Foto:  @joaomenezes12 Com 24 anos de idade, João Menezes é um dos principais nomes do tênis brasileiro na atualidade. Ocupando no momento a 217º posição no ranking da ATP (Associação de Tenistas Profissionais), sendo o terceiro melhor brasileiro.  Apaixonado pelo esporte e  decidido desde muito jovem a ser um atleta profissional,  contou com a influência e o apoio da família, principalmente do  pai e do avô materno que eram praticantes do esporte.   Ouro no  Pan-Americano de  Lima. Foto: Reprodução da internet Já nas categorias de base, Menezes demostrava que não estava para brincadeira. Com bons resultados e títulos,  alcançou  na categoria juvenil  a 21º posição mundial.  Mas nem sempre foi assim. João passou por momentos difíceis nessa trajetória, pensando até em abandonar o esporte devido a resultados que não vinham e principalmente, pelas três cirurg