Pular para o conteúdo principal

Cultivo diminiu temperaturas locais

Uma pesquisa publicada pela “Nature Climate Change” mostra como a cana-de-açúcar atua na redução das temperaturas no âmbito local. Comparada com outras culturas, ela reflete mais a luz do sol e a água que ela “exala” é mais fria.

Segundo a avaliação dos cientistas, quando a vegetação original foi substituída por plantações e pastagens, a temperatura subiu em média 1,55 °C. Contudo, quando estes foram substituídos pela cana-de-açúcar, a temperatura caiu em 0,93°C, em média. As medições foram feitas na Região Centro-Oeste do Brasil, onde a vegetação nativa predominante é o cerrado.

“O ponto-chave da pesquisa é que, até hoje, na maioria das vezes em que pensamos nos impactos da mudança climática feita pelo homem, falamos em emissão de carbono, mas há também o impacto direto, que é muito local”, explicou ao G1 o autor Scott Loarie, do Instituto Carnegie, dos EUA. Apesar de os dados terem sido coletados no Brasil, nenhum cientista brasileiro está entre os responsáveis pelo estudo.
Dentre os efeitos locais, o que mais influencia é o que os cientistas chamam de albedo, que é, grosso modo, a maneira como a luz do sul é refletida.

“Se você cortar todos as árvores da zona boreal – Canadá e Sibéria –, você emite uma grande quantidade de carbono e espera aquecer a Terra. Mas, ao mesmo tempo, as árvores são muito escuras e absorvem muita luz do sol, e isso se tornaria um campo nevado que refletiria a luz. O albedo é mais forte, então você estaria, na verdade, resfriando a Terra”, exemplificou o cientista.

Um estudo interessante, que gera a outra questão, a substituição da vegetação nativa da região pelo cultivo da cana tem um impacto menor na temperatura em relação a outros culturas, neste estudo levou em consideração apenas a temperatura esquecendo dos animais que vivem naquele ecossistema que depende dele para sua sobrevivência e que a substituição da mata pelo cultivo de cana provoca a vulnerabilidade das espécies existentes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - BQUATRO

Por: André Montandon

Uma das mais tradicionais bandas uberabense em atividade, a Bquatro, vem imprimindo sua marca no cenário sudeste desde o ano 2000.

Com o seu Pop Rock de qualidade e estilo próprio, é sucesso garantido por onde passa. Já dividiram palco com o Capital Inicial, Tihuana, Wilson Sideral, Tico Santa Cruz, Raimundos, Nando Reis, CPM 22 e o Rappa. Foram destaque no Concurso de Bandas “Triângulo Music 2010”, conseguindo se figurar entre as três melhores bandas independentes de toda Minas Gerais. Em 2013, lançaram o seu 1° disco, uma produção autoral e independente que teve uma ótima recepção do público. No concurso de bandas "João Rock 2014", foi a banda mais votada pelo público entre as 1.140 concorrentes. No mesmo ano, participaram do Amplitude Rock Fest e da Semana do Rock de Osasco - São Paulo.

Formada atualmente por Marco Fábio (Vocal), Marcelo Vieira (Guitarra), Rogério (Teclados), Chaene da Gama (Baixo) e Cainã (Bateria), o grupo está passando por uma mud…

FIQUE LIGADO NA AGENDA CULTURAL