Pular para o conteúdo principal

HIGIENIZADOR DE MÃOS CRIADO POR ALUNOS DA UFU PREVINE AUTOCONTAMINAÇÃO POR COVID-19


Estudantes da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) projetaram um higienizador coletivo para que até seis pessoas possam lavar as mãos simultaneamente, sem tocar em torneiras, sem ligação à rede de água e sem energia elétrica.

A ideia surgiu em março, no contexto da pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus cuja prevenção é feita, principalmente, por meio de isolamento social, uso de máscaras e higienização frequente das mãos. O objetivo do projeto é evitar que as pessoas se autocontaminem ao encostar as mãos no rosto. É o que afirmam os autores do projeto, Laís Abdala Moura, Letícia Franco e Marcel Arantes Lima, alunos do quinto período do curso de graduação em Design.

A estrutura do higienizador é hexagonal e comporta seis pias, duas delas adaptadas para pessoas com deficiência. Essas pias estão conectadas a uma caixa d’água de 500 litros, que fica a uma altura de 1,2 metro do chão, para que a água possa fluir com a força da gravidade. Quando o usuário se aproxima da pia, basta acioná-la com o auxílio do pedal.

Perspectivas simulando a utilização do higienizador (Imagens: arquivo dos pesquisadores)

As pias também têm saboneteira (que funciona com uma alavanca, de modo que, após obter a porção de sabonete líquido, a pessoa não precise encostar na saboneteira novamente para fechá-la) e dispenser de papel-toalha.

Ao terminar de lavar as mãos, basta retirar o pé do pedal para interromper o funcionamento da pia. As pias adaptadas para pessoas com deficiência têm um tipo diferente de pedal, que libera a água a partir da pressão feita pelo apoio de pé da cadeira de rodas. 

De acordo com o projeto, a estrutura é adequada para locais públicos e pode ser deslocada com facilidade, porque é feita com materiais leves, tem rodinhas e travas de segurança. O material que eles indicam para a construção das cabines de higienização é o polietileno de alta densidade, "resistente à tração, compressão e tensão", e para pias, torneiras, pedal de ativação e saboneteiras, "o melhor material seria o metal inox, que é de fácil limpeza e longa durabilidade".

O projeto concorreu a dois prêmios: o Concurso de Ideias promovido pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo e Design (Faued/UFU) e o Desafio UFU Covid-19.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

🎶Essa é a mistura do Brasil com Egito🎶 nunca fez tanto sentido 😅🤪😎

  #semchuva #semagua #calordamolestia #desertodeuberaba #tafacilnao #meme #uberaba #uberabamg #zebunarede Siga o zebunarede também pelas redes sociais: Facebook:  zebunarede.com Instagram:  @zebunarede Youtube:  zebunarede Twitter:  @zebunarede

FIM DE SEMANA DE MUITO ESPORTE EM UBERABA

  O Complexo Esportivo Profº Murilo Pacheco de Menezes recebeu a 2ª etapa do Circuito Uberaba de Esportes de Areia com o Open Funel de Futevôlei  realizado de 24 a 26 de setembro pela Fundação Municipal de Esporte e Lazer - FUNEL.  No total, 21 equipes participaram da disputa, sendo oito na categoria Masculino Iniciante, nove na Masculino Intermediário e quatro no Feminino Livre.   No masculino, o título da categoria  iniciante  ficou com Paulo José, João Eduardo e Naubert de Souza que venceram  por 2  sets a  0 a equipe formada por  Emerson, Fabrício Freire e Pedro Henrique.  No   intermediário, Rodrigo Souza e Matheus Henrique vencerem a disputa final por 2 a 0 sobre a dupla Paulo José e Guilherme Rezende.  No Feminino categoria livre, Camila e Juliana sagraram-se campeãs ao vencerem Bruna e Júlia por 2 sets a 1. Já o Open Jockey Club de Badminton , reuniu na sede do clube mais de 50 atletas nas disputas individuais e em duplas no sábado e domingo. Confira o resultado a seguir: Indi