Pular para o conteúdo principal

Jordan de Freitas define o grupo que viaja para Montes Claros

Na tarde de ontem, o Nacional treinou pela última vez antes da partida do próximo domingo, fora de casa, contra o Montes Claros, válida pela terceira rodada de Campeonato Mineiro Módulo II. Diferentemente do que era esperado, o técnico Jordan de Freitas não fez um coletivo, mas apenas um treino reduzido para poupar os atletas.
 
Segundo o treinador, os jogadores estão cansados.  “A gente ainda está em dia de recuperação para os atletas que jogaram na quarta-feira e não dá para fazer um coletivo com a intensidade que eu gostaria. Assim, eu prefiro trabalhar a parte tática e fazer um treino mais intenso com os atletas que não jogaram porque eles também têm que estar sempre prontos”, afirmou Jordan. 
 
O técnico falou sobre o que espera do time neste domingo. “Nós temos sempre que trabalhar com o atleta que está querendo e tem ambição de chegar a algum lugar. Esse é o espírito que eu gosto e espero que a equipe esteja recuperada para que domingo a gente possa enfrentar o Montes Claros”, ressaltou Jordan.
 
O comandante do alvinegro não confirmou, mas deve repetir o time que começou a partida contra o Mamoré com Fernando Pompéu, Peterson, Levi, Wallacy Santos e Éder; Arthur, Luiz Antônio, Lineker e Rafinha; Pedro Paulo e Saulo. Para o banco, foram relacionados o goleiro Fernando Carioca, o zagueiro Cacildo, o lateral Dieguinho. Para o meio, Jordan terá à disposição Brayan, Delsinho e Giácomo, e no ataque Kaká, Gean Larri e Obina.
 
O técnico comentou o fato do atacante Chitão não ter sido relacionado pela segunda vez consecutiva. “Não gosto de falar que é castigo. O Chitão teve a sua oportunidade desde o ano passado. Ele é um jogador que tem um potencial muito grande, mas agora eu tenho que observar outros jogadores e ele vai ter que esperar o momento dele, e quando a oportunidade aparecer novamente ele tem que agarrar com unhas e dentes”, declarou Jordan de Freitas.
 
Os 20 atletas relacionados viajam sábado para Montes Claros, onde enfrentam o MOC hoje, às 17h, no estádio José Maria Melo.
 
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONHEÇA BEN HEINE

Ben Heine. Foto: Reprodução internet Ben Heine  é um talentoso artista belga, que cria surpreendentes desenhos tridimensionais. Depois de finalizar o trabalho, Ben Heine tira fotos de si mesmo interagindo com sua obra e o resultado é surpreendente. Ele descreve a si mesmo como um artista visual multidisciplinar que é inspirado pelas pessoas e pela natureza.  Heine cresceu em Abidjan, Costa do Marfim, onde viveu por sete anos com seus pais e três irmãs antes de volta para Bruxelas em 1990. Ele é conhecido internacionalmente por seus trabalhos muito criativos projetos  “Pencil Vs Camera“  e "Circlism Digital" .   O primeiro, envolve a mistura de desenho e fotografia, a imaginação e a realidade, através da ilusão e do surrealismo. No segundo projeto, Heine geralmente faz retratos de celebridades / ícones culturais com ferramentas digitais usando círculos planos sobre um fundo preto. Cada círculo tem uma única cor e um único tom. Através do uso de softwares gráficos

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - YSAAC & K.OLIVER

  Por: André Montandon Parceiros de longa data, Ysaac e K.Oliver seguem como eles mesmos dizem: "contrariando as estatísticas". Com muita luta, força, foco e fé, a dupla desenvolve o seu trabalho. E podemos dizer que já são referências em Uberaba e região. Além da carreira solo, eles participam de outros projetos ao lado de feras da cena local, com a Família BMX. Sempre em constante movimento, eles lançaram no mês de maio, o álbum que carrega em seu título o lema da dupla  "Contrariando as Estatísticas", produzido e gravado em São Paulo, conta com vídeo clipe em todas as faixas. Aproveitando o lançamento, batemos um papo com eles. Confira a seguir: - Para começar a nossa entrevista, gostaríamos de saber um pouco mais sobre o processo de produção/gravação do novo álbum? Ysaac/K.Oliver -  Salve família. Máximo Respeito. O processo de produção e gravação do nosso álbum ele veio com muita luta e muita história porque algumas músicas deste álbum duas ou três músicas eu