Pular para o conteúdo principal

Jordan de Freitas define o grupo que viaja para Montes Claros

Na tarde de ontem, o Nacional treinou pela última vez antes da partida do próximo domingo, fora de casa, contra o Montes Claros, válida pela terceira rodada de Campeonato Mineiro Módulo II. Diferentemente do que era esperado, o técnico Jordan de Freitas não fez um coletivo, mas apenas um treino reduzido para poupar os atletas.
 
Segundo o treinador, os jogadores estão cansados.  “A gente ainda está em dia de recuperação para os atletas que jogaram na quarta-feira e não dá para fazer um coletivo com a intensidade que eu gostaria. Assim, eu prefiro trabalhar a parte tática e fazer um treino mais intenso com os atletas que não jogaram porque eles também têm que estar sempre prontos”, afirmou Jordan. 
 
O técnico falou sobre o que espera do time neste domingo. “Nós temos sempre que trabalhar com o atleta que está querendo e tem ambição de chegar a algum lugar. Esse é o espírito que eu gosto e espero que a equipe esteja recuperada para que domingo a gente possa enfrentar o Montes Claros”, ressaltou Jordan.
 
O comandante do alvinegro não confirmou, mas deve repetir o time que começou a partida contra o Mamoré com Fernando Pompéu, Peterson, Levi, Wallacy Santos e Éder; Arthur, Luiz Antônio, Lineker e Rafinha; Pedro Paulo e Saulo. Para o banco, foram relacionados o goleiro Fernando Carioca, o zagueiro Cacildo, o lateral Dieguinho. Para o meio, Jordan terá à disposição Brayan, Delsinho e Giácomo, e no ataque Kaká, Gean Larri e Obina.
 
O técnico comentou o fato do atacante Chitão não ter sido relacionado pela segunda vez consecutiva. “Não gosto de falar que é castigo. O Chitão teve a sua oportunidade desde o ano passado. Ele é um jogador que tem um potencial muito grande, mas agora eu tenho que observar outros jogadores e ele vai ter que esperar o momento dele, e quando a oportunidade aparecer novamente ele tem que agarrar com unhas e dentes”, declarou Jordan de Freitas.
 
Os 20 atletas relacionados viajam sábado para Montes Claros, onde enfrentam o MOC hoje, às 17h, no estádio José Maria Melo.
 
 
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BATE-PAPO COM JOÃO CARLOS NOGUEIRA

Por: André Montandon

João Carlos Paranhos Nogueira é um dos grandes nomes do esporte uberabense. Seu currículo é inspirador, abrange prêmios de destaque do ano, participações e títulos em importantes competições do país. Fera na natação, no triatlo e na maratona aquática, João começou a praticar esporte bem cedo, aos seis anos de idade. 
Nas piscinas, são vários pódios, destaque para os títulos no Circuito Brasil e Circuito Paraolímpico. Em 2011, iniciou no Paratriathlon, também conseguindo bons resultados, como a Copa Brasil de 2018. Em 2014, começou na maratona aquática, com diversos títulos na categoria PCD  e sempre estando entre os melhores também contra nadadores sem deficiência, na categoria master. Medalhas em eventos importantes como no Desafio Aquaman, no Circuito de Maratona Aquática do Estado de São Paulo, na Travessia dos Fortes e o Circuito Rei e Rainha do Mar. No ano passado, mais um feito marcante em sua carreira, foi campeão na 52ª edição da Maratona Aquática 14 Bis, …

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - RENATO CALANGO

Por: André Montandon O músico, compositor, poeta, interprete e produtor Renato Calango tem a música em seu DNA.Juntamente com outros talentosos artistas criaram o Movimento Calango. A intenção do Movimento e dos que o vivenciam, é criarem composições musicais em vários estilos diferentes, agregando a maior diversidade de sonoridade possível, buscando uma alta carga de liberdade criativa sem se desligarem das suas ecléticas preferências e influências musicais, culturais, artísticas e ideológicas.Tem a característica de ser uma proposta artístico-musical aberta, na tentativa de realizar as mais diversas parcerias com os mais diferentes tipos de artistas e pensadores, tanto para compor, quanto para produzir e se apresentar ao vivo.Não seguem nenhum estilo musical, mas caminham por vários deles, desde que seja uma proposta artística viável, de bom gosto, harmoniosa ou até mesmo quando estiver fora da “beleza” convencionalmente imposta. Tentam, na medida do possível, se despir de pré-concei…