Pular para o conteúdo principal

Novos satélites brasileiros

O Brasil ainda não lançou o satélite de observação Amazônia 1, previsto inicialmente para abril de 2010, por falta de domínio tecnológico. De acordo com Marco Antônio Chamon, coordenador de Gestão Tecnológica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), "a adaptação da indústria nacional aos padrões espaciais foi mais demorada do que se imaginava inicialmente. As indústrias penaram para aprender como fazer". O satélite, de 550 kg, é totalmente brasileiro, feito sem parceria, e está em construção utilizando principalmente componentes criados por 15 empresas nacionais.

 Segundo ele, a dificuldade principal está nos componentes eletrônicos. "Em toda a parte de mecânica já temos maior segurança." Algumas peças produzidas não resistem às câmaras que simulam a variação de temperatura, vácuo e de impacto. "Às vezes, quebra. Volta para a bancada, daí se refaz e estuda. É um problema de aprendizado."

Para a consultora legislativa da área de ciência e tecnologia da Câmara dos Deputados, Elizabeth Veloso, a indústria espacial nacional tem dificuldade de se desenvolver por falta de continuidade do Programa Espacial Brasileiro.

Em sua opinião, o mau desempenho do programa deixa o País "a mercê das grandes potências" e "totalmente dependente" para monitorar por satélite a ocupação de terras e o desmatamento florestal, vigiar fronteiras, prestar serviços de previsão do tempo e prevenção de catástrofes (como enxurradas e grandes estiagens), descobrir riquezas mineiras e atender às demandas de telecomunicações, como a ampliação da banda larga.

Além do Amazônia 1, há atrasos também e indefinições no cronograma do satélite do Programa Internacional de Medidas de Precipitação (em parceria com os Estados Unidos), do Satélite de Sensoriamento Remoto com o Imageador Radar (Mapsar, parceria com a Alemanha) e do Satélite Lattes (para experiências científicas).

O investimento em tecnologia nacional é fundamental para o desenvolvimento do país e de independência tecnológica. Enquanto o governo não colocar os interesses nacionais em primeiro lugar, a mudança de 3º para 1º mundo não será possível.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONHEÇA BEN HEINE

Ben Heine. Foto: Reprodução internet Ben Heine  é um talentoso artista belga, que cria surpreendentes desenhos tridimensionais. Depois de finalizar o trabalho, Ben Heine tira fotos de si mesmo interagindo com sua obra e o resultado é surpreendente. Ele descreve a si mesmo como um artista visual multidisciplinar que é inspirado pelas pessoas e pela natureza.  Heine cresceu em Abidjan, Costa do Marfim, onde viveu por sete anos com seus pais e três irmãs antes de volta para Bruxelas em 1990. Ele é conhecido internacionalmente por seus trabalhos muito criativos projetos  “Pencil Vs Camera“  e "Circlism Digital" .   O primeiro, envolve a mistura de desenho e fotografia, a imaginação e a realidade, através da ilusão e do surrealismo. No segundo projeto, Heine geralmente faz retratos de celebridades / ícones culturais com ferramentas digitais usando círculos planos sobre um fundo preto. Cada círculo tem uma única cor e um único tom. Através do uso de softwares gráficos

UBERABENSES NO TOPO: AS CONQUISTAS QUE ELEVAM O NOME DA CIDADE NOS ESPORTES

  No dia 13 de abril, as centrais uberabenses  Isabela Quiuqui  e  Gabriella Pena conquistaram em Portugal,  com a equipe  Associação Avense AA78 -  o Campeonato Nacional da 2ª Divisão Sênior Feminino . O grande trunfo ocorreu de forma antecipada, após vitória na 8ª rodada por 3 sets a 0 sobre o Clube Esc. Levada. Essa é a segunda ascensão da equipe com participação das nossas craques. Na temporada passada, o  time da Vila das Aves venceu a  3ª Divisão de forma invicta. Equipe AA78; as atletas Gabriella e Isabela. Foto:  @aa78_voleibol  /  @isquiuqui Na quarta-feira (24), em Jardinópolis-SP,  a equipe adulto do  Uberaba Spartan Sport aplicou uma sonora goleada pra cima das paulistas de Pontal pelo Campeonato Paulista & Sul Minas de Futsal . Com gols de  Rayane (2x) , Nathalia (2x) , Daniela , Ianca e Norma , as spartanas venceram o duelo por 7 a 0, alcançando a segunda vitória na competição. Já no sábado, foram campeãs do Torneio de Futsal Feminino de Ituiutaba, ao derrotar na gr