Pular para o conteúdo principal

ARTISTA TRANSFORMA CHICLETES JOGADOS NO CHÃO EM OBRAS DE ARTE


O inglês Ben Wilson  já transformou mais de 10 mil chicletes jogados no chão em obras de arte por toda a Europa. Isso mesmo, aquele incomoda goma de mascar jogada por pessoas mal-educadas que acabam muitas vezes grudados em nossos sapatos, viraram obras de arte nas mãos de Ben.

As pinturas com chiclete começaram em 1998, mas só em 2004 ele resolveu trabalhar com isso em tempo integral. Antes disso o artista pintava em cima de outdoors e anúncios, mas teve problemas com a lei. Com o uso do chiclete, Ben não precisa da permissão de ninguém para realizar a sua arte.

Ben Wilson durante pinturas na ponte Millennium, em Londres, na terça-feira (28). (Foto: Finbarr O'Reilly/Reuters)
Foto: Finbarr O'Reilly/Reuters

Para realizar esse trabalho, Ben escolhe um chiclete velho e o derrete com um maçarico para endurecer a superfície. Depois cobre com uma camada de esmalte acrílico, deixando o chiclete velho pronto para virar uma obra de arte. A Ponte do Milênio em Londres, é o seu lugar favorito e os temas das pinturas são variados - de paisagens a mensagens de amor. Ben também busca inspiração na conversa com as pessoas que passam pelo local.  As suas obras podem levar de duas horas a três dias para serem concluídas. Alguns desses trabalhos, ele leva para guardar em casa.

Esses trabalho proporcionou um grande reconhecimento e novas oportunidades. Confira a seguir, algumas de suas obras:

Ben Wilson pintou nos últimos sete obras arte em miniatura em chicletes mascados em várias partes de Londres, na Inglaterra, e da Europa. (Foto: Finbarr O'Reilly/Reuters)
Foto: Finbarr O'Reilly/Reuters
Foto: Reprodução da Internet





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ZEBUNAREDE ENTREVISTA - MENINO MESTIÇO

Por: André Montandon e Verônica Furtado

Natural de Uberaba, Guilherme de Oliveira Junior, mais conhecido como Menino Mestiço é tido como uma dos grandes letristas da região. Escrevendo desde 2007, suas letras fomentam reflexão, constroem diálogos e empodera aqueles que são invisibilizados pela sociedade. Atuante na cultura Hip-Hop desde 2011 através das batalhas de MCs, em 2015 conseguiu de forma independente distribuir sua primeira mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita em Si Mesmo", contendo as canções "Cantiga de Roda", "Queijo Minas" e "Negro Não Nego" música que ficou em terceiro lugar no Festival de Música autoral de Uberaba. No ano seguinte, se consolida como promessa na região com sua segunda mixtape "Abençoado Seja o Que Acredita e Vai à Luta", com destaques para os sons "Sem Sinal de Vida", "Anos 2000" e "Gatilho da Revolução. O artista também é responsável por inúmeras atividades como apresentações p…

ELEIÇÕES 2018 - CANDIDATOS CRIATIVOS DE MINAS GERAIS - PARTE II

Achou que tinha acabado né????
Confira a segunda parte da seleção dos candidatos mais criativos do nosso estado.